Alfafa e suas Propriedades Terapeuticas

Descubra os verdadeiros poderes e beneficios da planta medicinal Alfafa, e descubra quais as Propriedades Terapeuticas desta planta rica em cálcio

Nome cientifico: (Medicago sativa). A alfafa é semelhante a um trevo alto com folhas divididas em três partes; é tão rica em cálcio que as cinzas das suas folhas são quase 99% cálcio puro. Evita a arteriosclerose; pelo seu rico conteúdo em clorofila cura feridas e cicatriza-as.
A revista Journal of Nutrition (de Agosto de 1984) assinala que, pelo seu conteúdo em manganésio, foi usada em diabéticos que não respondem à insulina.

A alfafa Contém: vitamina A, ácido pantoténico, biotina, ácido fólico, 16 aminoácidos, todos os essenciais; é rica em minerais e vitaminas, especialmente tiamina e riboflavina, e quantidades extraordinárias de complexo B e vitaminas K e C.

Cura as úlceras do estômago e duodenais; evita a gastrite, por isso recomenda-se sempre o seu consumo regular, das suas folhas tenras e frescas, sumo, em pó ou germinada.GERMEN DE ALFAFA


A alfafa germinada é rica em vitamina E, pelo que se recomenda em especial às mães que estão a amamentar, e a doentes.
Os sais minerais presentes na alfalfa fazem com que o sangue se torne mais alcalino, o que reduz os estados alérgicos.
Limpa o sangue e ajuda a eliminar as acumulações de gorduras em articulações e tecidos musculares. Dissolve cálculos da vesícula a e ajuda à segregação de urina. É muito eficaz no tratamento de doenças dos rins, bexiga e raquitismo.

Recordamos que consumida (de preferência em germe) com abacate e mel constituem o viagra da frutoterapia.
O investigador britânico Frank Bower descobriu que as folhas frescas contêm oito enzimas essenciais: lipase (enzima que decompõe as gorduras), amilase (enzima que actua sobre os açúcares), invertase (enzima que converte a sacarose em dextrose), peroxidase (enzima que tem um efeito oxidante no sangue), pectinase (enzima que forma uma geleia vegetal da pectina) e enzima protase (que ajuda à digestão das proteínas).

O dr. Bower, considerado o pai da alfafa, diz-nos: “Esta descoberta, e outras, foi o que me levou a utilizar a alfalfa como alimentação humana. Em breve médicos amigos comprovaram os benefícios da alfalfa nas doenças do estômago, úlceras gástricas, inapetências e/ou incómodos digestivos.”

Experiências demonstraram que a clorofila, enzimas, vitaminas e minerais que a alfalfa contém são uma ajuda magnífica para a digestão. Recomenda-se especialmente na cura de úlceras, é muito diurética, alivia a asma, purifica o hálito, evita rugas e activa o metabolismo. Dois dos quatro factores de crescimento estão presentes nela, o factor alfalfa e o factor ácido orótico, o B12.

fonte: http://www.fotosantesedepois.com/2010/03/23/alfalfa/


Nomes Comuns

Alfafa

Nomes Científicos

Medicago sativa

Os primeiros a descobrir a Alfafa foram os Árabes. Eles chamavam-lhe o "pai de todas as comidas".

Alfafa tem sido utilizada pelos chineses desde o século sexto para aliviar a retenção de líquidos, inchaço e pedras nos rins desde o século sexto.

As folhas são muito ricas em minerais e nutrientes, incluindo cálcio, magnésio, potássio e caroteno (útil contra doenças cardíacas e cancro ).

Rica também em proteínas, vitaminas E e K, a alfafa é utiliza pelos confeccionadores de comidas como fonte de clorofila e caroteno.

É uma erva perene, cresce por todo o mundo numa grande variedade de climas.

Cresce até mais ou menos 90 cm e dá flores azul-violeta de Julho a Setembro.

Aplicações

Esta erva versátil é utilizada na medicina popular como remédio para a Artrite, Diabetes, Asma, Febre dos Fenos e tem reputação de ser um óptimo estimulante de apetite e tónico geral.

Excelente fonte de vitaminas, minerais, clorofila e outros nutrientes.

Partes Utilizadas

Toda a erva e folhas

Contra-indicações

Os tratamentos com Alfafa, geralmente, não têm efeitos secundários, no entanto as sementes contém um amino-ácido ligeiramente tóxico a L-canavanina.

Fonte: www.herbalpur.com


Mais sobre Alfafa...

A alfafa vem a ser uma planta originária da África do Norte e da Ásia. De modo que, por exemplo, os árabes batizaram com o nome de “ao-fac-facah”, que significa “mãe de todos os alimentos”.

Não é em vão, chegavam a utilizar esta planta como protetora do cabelo (cuidar o cabelo no verão), e inclusive para fortalecê-lo.

Mesmo que nas próximas linhas explicaremos alguns dos benefícios e propriedades mais importantes da alfafa, poderíamos indicar desde um primeiro momento que trata-se de um dos alimentos que uma maior concentração natural de minerais.

alfafa beneficios

Isto se deve a sua raiz, a qual é capaz de absorver nutrientes dificilmente acessíveis a maioria das plantas.

Benefícios e propriedades da alfafa

Tradicionalmente se utilizou o exsudato das folhas de alfafa, o qual é rico em proteínas (entre um 40 e 50% aproximadamente), minerais (como o cálcio), oligoelementos (como o ferro, fósforo, selênio, zinco, e cobre), ou aminoácidos.

Por tudo indicado até estes precisos momentos, é um excelente estimulante geral, sendo muito beneficente por sua vez para melhorar os problemas dos cabelos apagados, quebradiços, assim como para as unhas frágeis.

Não podemos esquecer-nos neste ponto de suas vitaminas, já que especialmente inclui a vitamina K, que é muito recomendada em casos de anemia porque é essencial para a síntese dos fatores de coagulação.

Também possui uma ação remineralizante e hormonal, de maneira que a alfafa é igualmente útil tanto na osteoporose como na menopausa.

fonte: http://www.vivendosaudavel.com/alfafa-beneficios-e-propriedades-da-alfafa/

Alfafa, combater osteoporose e raquitismo


A Alfafa, tem também propriedades medicinais a considerar, pois é fortalecedora dos ossos e é usada como coadjuvante no tratamento da osteoporose e raquitismo. Os seus rebentos ou brotos são uma fonte riquíssima de vitamina C e são indicados no tratamento e prevenção do escorbuto. Além disso, é fortalecedora dos músculos e pode ser usada para a aliviar o cansaço e dor nas pernas. É usada no tratamento da diabetes e no mau funcionamento da glândula tiróide e pode também ser utilizada nos casos de edemas e mau funcionamento do sistema urinário.

fonte: http://nplantas.com/alfafa-combater-osteoporose-e-raquitismo/

Comments