Curas pelo limão

Santo remédio

Os antigos shastras indianos, conhecidos por sua sabedoria milenar, diziam que quem consome limão diariamente não fica doente, pois este é o fruto mais perfeito e terapêutico da natureza. Saiba como aproveitá-lo ao máximo para prevenir e tratar diversos tipos de enfermidades. Limonada, caipirinha, sorvete, torta, mousse...

A culinária brasileira está farta de comidas e bebidas preparadas com limão. Seu sabor azedinho e seu aroma cítrico combinam muito bem com nosso clima tropical, pois conferem refrescância às receitas elaboradas com este ingrediente especial. Mas o que pouca gente sabe é que as propriedades do limão vão muito além de sua capacidade de agradar ao olfato e ao paladar.

Rico em vitamina C, ele tem ainda d-limoneno, um princípio ativo existente em sua casca com o poder de reduzir a ansiedade, combater a depressão, dissolver cálculos renais, desentupir artérias e prevenir o câncer. Estudos comprovam também que o fruto ajuda a emagrecer, a baixar o colesterol, a desintoxicar e alcalinizar o sangue e a ativar o sistema imunológico. A parte branca presente em sua entrecasca é abundante em pectina, uma fibra excelente para a saúde. E mais: é capaz de quebrar cadeias protéicas, tornando os alimentos pesados mais fáceis de digerir.

Como quase todos os frutos cítricos, o limão teve sua origem na Ásia. Foi trazido ao Brasil pelos conquistadores portugueses e é muito fácil de ser encontrado de norte a sul do país, em qualquer estação do ano. E, o melhor: é barato! "Nenhuma fruta tem valor medicinal igual ao do limão", afirma a química Conceição Trucom, autora do livro O poder de cura do limão, Ed. Alaúde. "Seu consumo diário e regular é profilático e um verdadeiro elixir da longa vida", complementa a pesquisadora.

Você já deve ter ouvido essa frase: o limão é muito ácido, por isso não é bom para o estômago. Mentira! Nossa qualidade de vida física, mental e emocional depende, entre tantos fatores, do pH do sangue, que deve ser mantido entre 7,36 e 7,42. Qualquer diminuição nessa faixa vai se refletir na acidificação do organismo, gerando desvitalização geral, envelhecimento precoce, estresse, mau humor e propensão a todo tipo de enfermidades. Os principais vilões dessa história são as comidas industrializadas e refinadas, o consumo excessivo de carnes, congelados e ingredientes muito cozidos, todos agentes poderosos de acidificação. Já as frutas frescas, legumes e hortaliças, quando ingeridas principalmente cruas, fazem exatamente o contrário: alcalinizam, equilibrando o metabolismo dos órgãos que passam a expelir resíduos tóxicos mais facilmente. Dentre todos esses alimentos, no entanto, o limão pode ser considerado o campeão.

Seu potencial de alcalinizar o sangue humano acontece imediatamente após a ingestão. Apesar do sabor azedo, ele já chega ao estômago harmonizando qualquer disfunção. Seu ácido cítrico transforma-se em citrato de sódio - sal alcalino - capaz de neutralizar a acidez. Resultado: um sangue mais saudável que pode prevenir acidentes cardiovasculares, fortalecer o sistema imunológico, proteger contra o câncer, trazendo bom humor, mente clara e dando adeus ao estresse.

O limão no combate a doenças

Ter sempre um limão por perto pode ser uma forma simples de tratamento para aliviar sintomas desagradáveis e regenerar várias partes do corpo. Veja como usar o fruto para combater diversos problemas:

acidez gástrica: tome o suco fresco de 1 limão diluído em 1 copo de água sem açúcar, 2 a 3 vezes ao dia, 1 hora após as refeições.

acne: beba o suco fresco de limão dissolvido em água, sem açúcar, em jejum e várias vezes ao dia.

anemia: faça sucos clorofilados contendo brotos, folhas verdes, cenoura, beterraba e limão.

ansiedade: ingira o suco fresco de 1 limão misturado num copo de água na temperatura ambiente.

azia: uma hora depois das refeições, 2 a 3 vezes por dia, consuma o suco de limão bem diluído em água, sem açúcar.

distúrbios do baço: tome o suco de 1 limão com uma pitada de sal regularmente durante 15 dias.

doenças da bexiga: beba água com limão sem açúcar várias vezes ao dia, inclusive de manhã em jejum.

Para emagrecer, baixar o colesterol, desintoxicar e alcalinizar o sangue, melhorar a circulação e a imunidade: tome todas as manhãs, em jejum, o suco de 1 limão com meio copo de água morna.

dor de cabeça: a desintoxicação do sangue pode prevenir e tratar o mal. Sucos desintoxicantes à base de limão (polpa e casca) em jejum, diariamente, são especialmente recomendados.

colite: beba um copo de água fresca com o suco de ½ limão, 3 vezes ao dia ou rale a casca de 1 limão e ferva em 1 litro de água. Beba a mistura de 2 a 3 vezes ao dia sem açúcar.

constipação: o limão é um laxante suave e adstringente. Por isso, trata problemas de gases. Bebido com água morna, em jejum, diariamente, pode até curar a prisão de ventre. Faça sempre uso dos sucos desintoxicantes no intervalo das principais refeições.

distúrbios digestivos: esprema o suco de 1 limão num copo de água morna, acrescente 1 pitada de sal e beba de 30 a 60 minutos após as refeições.

gastrite: consuma todos os dias pela manhã e antes das refeições suco de limão (polpa e casca) batido com folhas de repolho, couve, brócolis ou couve-flor.

hemorróidas: tome, diariamente, sucos desintoxicantes, em jejum, contendo de 1 a 2 limões, além de brotos, folhas verdes, mamão, ameixa seca e leite de sementes cruas, como a linhaça.

enfermidades nos rins ou cistite: tome o suco fresco de 1 limão dissolvido em 1 copo de água, sem açúcar, várias vezes ao dia, inclusive de manhã, em jejum.

sinusite: faça o consumo diário de sucos desintoxicantes contendo de 1 a 2 limões, além de brotos, folhas verdes, frutas e sementes cruas como as da linhaça, girassol e abóbora.

Uso externo: lavagem das vias nasais com água pura e gotas de limão.

pedras na vesícula: beba o suco fresco de 1 limão diluído em 1 copo de água, sem açúcar, diversas vezes ao dia, inclusive em jejum, pela manhã. O fruto impede a formação de pedras em qualquer parte do corpo, além de estimular a secreção da bile.

Outras propriedades do limão quando utilizado externamente: o limão trata, limpa, clarifica, relaxa e alegra. É adstringente e reduz a oleosidade da pele e do couro cabeludo. É bactericida, fungicida e antibiótico, inibe o desenvolvimento dos microorganismos.

É clareador: melhora a epiderme e clareia manchas.

ativa a circulação periférica: trata celulite, varizes e faz a desintoxicação via pele.

Terapia leve do limão

Essa terapia pode ser planejada sempre que seja necessária uma limpeza rápida do organismo ou como prevenção para problemas de saúde.

Exemplo: terapia leve de 5 dias. Inicie com o consumo de 1 limão ao dia em jejum, no segundo dia, passe para 2 limões, no terceiro dia, 3. No quarto dia reduza para 2 e finalmente para 1, no quinto dia.

O tratamento pode ser realizado por 3,5,7,9 ou 11dias. O suco deve ser puro e fresco. Pelo menos um dos limões deve ser consumido com polpa e casca. O preparo pode ser feito na centrífuga ou liquidificador. Nesse último caso, é necessário coar o suco antes de tomá-lo.

Floral do limão - Sabemos que todo fruto nasce de uma flor. As flores do limoeiro, um estágio mais sutil da planta, atuam como medicamento para as nossas almas, podendo tratar desarmonias que, muitas vezes, se encontram no subconsciente. Indicado para quem anda meio amargo, precisando retomar a alegria de viver, o floral do limão desintoxica psiquicamente, melhora o humor e desperta a consciência para agir com um discernimento mais claro sobre a vida. Além disso, cuida de desequilíbrios emocionais cristalizados no corpo, ajudando na dissolução de cálculos biliares e vesiculares e, por ser um depurativo do sangue, tem forte ação sobre problemas de baixa resistência imunológica.

Para desintoxicar

Aprenda a elaborar bebidas rápidas e simples com limão para purificar e equilibrar o organismo. Mas lembre-se, jamais beba o suco com mais de 5 minutos de preparo, pois ele perderá suas propriedades. Os sucos devem ser consumidos sem açúcar, com vegetais frescos, maduros, preferencialmente orgânicos para evitar os agrotóxicos. O melhor horário para bebê-los é de manhã, em jejum. Pelo menos um dos limões usados nas receitas deve ser batido com casca e tudo.

Coquetel pró-emagrecimento - 2 talos de aipo, suco de 1 limão, raspas da casca do limão, 1 copo de água mineral. Bata no liquidificador e sirva imediatamente. Tome em jejum por 7 dias. Pule uma semana e repita.

Vitamina contra prisão de ventre: Bata no liquidificador 1 limão (polpa e casca) com o suco de 3 laranjas, 3 folhas grandes de couve, 2 rodelas de gengibre e 1 colher (chá) de sementes de linhaça. Sirva imediatamente. Aliada ao limão, as fantásticas sementes de linhaça ajudam na cura e prevenção de problemas intestinais, digestivos e cardiovasculares.

Limonada da energia - 2 maçãs descascadas, suco de 1 limão, 1 xícara (chá) de folhas e talos de hortelã, ½ copo de água mineral. Bata tudo no liquidificador e sirva com gelo.

Suco da felicidade - bata no liquidificador - 2 inhames crus picadinhos, 2 cenouras, 2 folhas de couve, 2 de chicória ou alface, 1 maçã, sem sementes e, claro, 1 limão (polpa e casca). Coe em um pano fininho e beba. Essa receita deixa qualquer corpo feliz da vida, revitalizado e limpo por dentro.

O limão na aromaterapia

Os antigos diziam que a "alma dos vegetais" está no óleo essencial que eles produzem. Esses óleos são impregnados de aromas que penetram em milésimos de segundos em nosso cérebro, produzindo ondas curativas e calmantes. Os efeitos podem ser percebidos rapidamente no físico, no mental e no emocional. O óleo essencial do limão levanta o ânimo, produzindo diversas ações terapêuticas: alivia dores de cabeça, dá ânimo às mentes exaustas, traz energia e ativa a circulação sangüínea. No emocional, estimula o resgate da alegria de viver, combatendo a ansiedade, a depressão e o desânimo. Dispersa e refresca confusões emocionais e dúvidas. É um promotor eficaz do positivismo e do bom humor. Ativa as atitudes mentais de persistência e determinação. Ajuda a abrir o coração, aliviando medos e envolvimentos emocionais. Trabalha mágoas ocultas ou reprimidas.

Como usar:

BANHO DE CHUVEIRO: coloque 2 gotas do óleo essencial sobre a esponja e massageie o corpo todo.

MASSAGEM CORPORAL: pingue 15 gotas do óleo sobre 2 colheres (sopa) de óleo vegetal (nunca mineral) ou creme de base neutra.

MÁSCARA FACIAL: usada para revitalizar, limpar e clarear. Ponha 2 gotas do óleo sobre 10 g de máscara gel neutra ou de argila.

COMPRESSA: para aliviar dores musculares e reduzir inchaços. Acrescente 3 gotas de óleo em uma xícara (chá) de água. Agite bem antes, embebede as compressas e aplique nas partes doloridas.

AROMATIZADOR DE AMBIENTES: higieniza, perfuma e muda a energia do local. Num pulverizador, adicione 10 gotas do óleo sobre 200 ml de água destilada ou sobre 160 ml de álcool de cereais diluído com 40 ml de água destilada.

PURO: pingue uma gota de óleo num lenço ou no canto do travesseiro.

CUIDADOS: os óleos essenciais são substâncias extremamente concentradas e recomendadas apenas para uso externo. O óleo do limão não deve ser utilizado em crianças.

Quando em tratamento homeopático, consulte o médico antes de fazer uso da aromaterapia.

As principais variedades de limão encontradas no Brasil

LIMÃO-TAHITI - É um cruzamento do limão siciliano com a limada- pérsia. É robusto, de formato arredondado, casca verde, polpa esbranquiçada. É uma variedade que praticamente não necessita do uso de agrotóxicos em seu cultivo. É o tipo mais utilizado.

LIMÃO-GALEGO - pequeno e muito suculento, redondo, casca fina e lisa, de cor verde ou amarela clara. A polpa tem de cinco a seis sementes e é rica em suco. Uma variedade muito comum nos quintais do Nordeste.

LIMÃO SICILIANO - é o mais original de todos. Os limões-galegos, cravo e tahiti são variedades de laranja ou de limas produzidas por enxerto. O siciliano é uma espécie bastante produzida na Europa. Tem cor amarela, casca grossa e é menos suculento que o tahiti. Muito apropriado para a fabricação de óleo essencial, pelo seu elevado percentual de casca.

LIMÃO-CRAVO - parece uma tangerina. Tem a casca levemente solta da polpa e de cor laranja-avermelhada. Sabor e aroma bem característicos e suco abundante. Também conhecido por limão-rosa ou limão-bravo, é o fruto mais silvestre e rústico das variedades brasileiras. Sua casca apresenta propriedades terapêuticas acima da média.



Fonte: estilo Natural
Fonte: http://www.velhosamigos.com.br/Dicas/dicas100.html
Comments