Alimentação‎ > ‎Artigos e Estudos‎ > ‎

25 Segredos da boa alimentação

Nós sabemos que dia-a-dia de mulher de nova não é fácil: o trabalho nos consome, o namorado quer atenção, precisamos arrumar tempo para malhar, ficar bonita, paparicar a família... Haja saúde! Por isso, fomos buscar na nutrição para você viver maravilhosa, cheia de pique e bem-estar, com esforço mínimo.

Quatro especialistas — o cardiologista, médico ortomolecular e homeopata Marcos natividade, a nutricionista e fitoterapeuta Vanderlí Marchiori, a nutricionista Bia Rique e a professora titular de Nutrição da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP) e Presidente da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais, Jocelem Salgado — entregam como e o que você precisa comer para manter o corpo fechado, lépido e faceiro. Imprima esta lista e coloque na porta da geladeira!

1. Operação de base
"Para começo de conversa, o essencial é ter boa absorção dos nutrientes", explica Marcos Natividade. "De nada adianta comer bem se o seu organismo não consegue aproveitar o combustível." O que prejudica esse processo: stress (que produz ácido clorídrico, que corrói o estômago e o intestino); consumo indiscriminado de frituras e alimentos industrializados (como congelados e macarrões prontos); e de analgésicos, antiinflamatórios, antiácidos e antibióticos. Trocando em miúdos, o negócio é manter a tensão e a ansiedade sob controle, investir em pratos saborosos e, de preferência, preparados com ingredientes frescos e só tomar remédios com prescrição médica.

2. A incrível quinua
Apesar de já termos apresentado esse grão a você há alguns meses, na seção Comer Bem Faz Bem, vale insistir na indicação. "Esse grão peruano é extremamente rico em aminoácidos, que auxiliam na formação da massa muscular e na atividade do sistema imunológico", fala Vanderlí Marchiori. Por ser rico em lisina, turbina a memória. E ainda contém potássio, magnésio, fósforo e vitaminas do complexo B.

3. Castanha-do-pará é nossa!
"Duas unidades dessa preciosidade brasileira fornecem 100% da necessidade diária de selênio", diz Bia Rique. "Esse potente antioxidante combate o envelhecimento precoce e reduz o risco de doenças cardiovasculares", complementa Jocelem Salgado. A castanha também é fonte de gorduras boas, importantes para a pele e o cérebro, com efeito antiinflamatório e lubrificante dos vasos. Por isso, mesmo quem quer manter a linha deve comer.

4. Churrasco sob suspeita
"Além da gordura em excesso que tanto nos prejudica, a fumaça que impregna as carnes é cancerígena e formadora de radicais livres, moléculas que favorecem o envelhecimento precoce e doenças como o câncer", alerta Jocelem.

5. Troféu abacaxi
Depois de comer carne você se sente sonolenta e pesada? Inclua no prato uma fatia de abacaxi. "A betaína presente na fruta acelera a digestão das proteínas", assegura Natividade.

6. Misterioso quefir
Não se sabe ao certo qual a sua origem, mas suspeita-se que tenha surgido no Tibete. Essa bebida láctea fermentada, rica em proteínas e vitaminas do complexo B, é benéfica para o intestino e no combate ao câncer, já que estimula o crescimento e a atividade de um número limitado de bactérias do colo.

7. O milagre dos peixes
"A vida nasceu no mar, o que significa que esse ambiente possui muitos dos nutrientes de que precisamos para viver bem", fala Marcos Natividade. Por isso, abuse dos peixes e outros frutos do mar. "Só não vale ser frito", alerta o médico ortomolecular. "Prefira o alimento cru, grelhado ou ensopado." O especialista explica que não é só o salmão que contém ômega 3, por exemplo. Essa substância anti inflamatória, ótima para a pele, está presente na sardinha, na pescada, na tainha... Um bom prato de cação cozido faz os neurônios funcionarem melhor, turbinando a concentração e a agilidade de raciocínio. Os peixes também são ricos em lisina, um aminoácido essencial no combate a herpes, bronquite, osteoporose e importantíssimo para o sistema imunológico. E magnésio, que ajuda a proteger o coração, as articulações e a combater a TPM e a compulsão por doces. Para as mulheres, que às vezes sofrem com problemas de tireóide, esse alimento é ainda mais indispensável. "O iodo, presente nos peixes e frutos do mar, equilibra a função da glândula de forma natural."

8. Três mosqueteiros
Nossos principais aliados contra o envelhecimento precoce são a vitamina C, presente nas frutas cítricas, como laranja, goiaba, limão, acelora, kiwi, a vitamina E das castanhas e o betacaroteno, encontrados nas frutas amarelas, como cenoura, mamão e manga.

9. Brócolis brothers
Para manter o corpo fechado, brócolis pelo menos uma vez por semana. "Eles contêm antioxidantes e ainda previnem o câncer de mama", fala Natividade. Valem também couve-flor, repolho, couve-de-bruxelas, couvemanteiga, mostarda, nabo, agrião, rabanete e rúcula. "Os fitoquímicos desses alimentos protegem o fígado", acrescenta Jocelem.

10. Magra com chá verde
"Além de ser nutritivo, antioxidante e digestivo, o chá verde também apresenta propriedades termogênicas, ou seja, ajuda a queimar gordura", fala Vanderlí. Consumindo 4 xícaras por dia, você fica mais relaxada, aumenta a concentração e a capacidade de aprendizado, tem menos apetite, previne o câncer de mama e estimula o funcionamento do fígado.

11. Alho, pra que te quero!
Além de manter os vampiros bem longe, esse alimento tem efeito antiinflamatório, é rico em selênio, zinco e cobre. "O que o torna fantástico para o sistema imunológico", fala Natividade. A nutricionista Vandelí indica a dose diária. "Um dente fresco para a redução da pressão arterial e dos níveis de colesterol." E ainda ensina como combater o hálito forte: "Masque ramos de salsinha fresca, dentes de cravo ou faça bochechos com chá forte de zedoária."

12. Brotinho sem tpm
"Rico em vitaminas do complexo B e coumestanas, que atuam como fitohormônios, o broto de alfafa diminui os sintomas da TPM", garante Vanderlí.

13. Ponto para o curry
"O conhecido tempero indiano contém curcumina, que é antiinflamatória", conta Natividade. Além disso, estudos afirmam que ele mantém o sistema nervoso saudável e pode evitar o mal de Alzheimer, doença degenerativa que provoca perda da fala, alucinações e sérios prejuízos à memória. Destaque em uma pesquisa canadense da Universidade British Columbia, também é eficiente para retardar o envelhecimento, combater o colesterol alto e prevenir a formaçãode células cancerosas.

14. Sexy noz
Mulher que quer ficar com a libido em cima precisa desse fruto. "A noz contém zinco, elemento essencial para o bom funcionamento dos hormônios sexuais", explica Natividade. Também é fonte de cobre, que protege o coração e o sistema imunológico, manganês, importante na prevenção de gripes e resfriados, e vitamina E, poderoso antioxidante. Ah! "A medida diária é uma mão cheia", indica Bia.

15. Santa maçã
Injustiça ligá-la ao pecado. "Ela elimina o alumínio do organismo, que joga fora o selênio e prejudica a memória", diz Natividade. Como esse metal vai parar no nosso corpo? De tanto cozinhar em panelas feitas dele e consumir alimentos prontos que vêm em embalagens metálicas.

16. Mais Aveia, menos doces
Rica em fibras insolúveis, que têm o incrível poder de limpar nosso organismo de elementos tóxicos, ela também melhora o intestino preso e é importante no metabolismo da insulina, prevenindo a diabete. "Mas o bom mesmo é que a aveia diminui a ansiedade e a compulsão por doces, porque equilibra o sistema hipoglicêmico", explica Marcos Natividade. Para conseguir todos esses benefícios, prefira em flocos e cheque na embalagem se ela tem pouco teor de glúten.

17. Mandioca da boa
Salve o lanche da tarde! Pão de queijo e biscoito de polvilho, feitos com farinha dessa raiz, são ótimos para o aparelho gastrointestinal. Pode comer sem o menor peso na consciência.

18. Cogumelos mágicos
Shitake, shimeji, funghi e paris são protéicos e pouco gordurosos. O primeiro foi eleito tônico da longevidade pela medicina chinesa por combater as doenças do coração e o câncer. Ao lado do champignon e do cogumelo preto asiático, também reduz o colesterol.

19. Essa é sopa
O missô (ou pasta fermentada de soja) possui um fito-hormônio chamado genisteína, importante na manutenção do nível de estrógeno, hormônio feminino. É fácil encontrá-lo na sopa oriental missoshiro. "Mas usando a criatividade você pode incluí-lo em diferentes pratos, substituindo óleo e sal", indica Vanderlí Marchiori.

20. Ligue-se na linhaça
"Essa semente possui ômega 3 e ômega 6", conta Vanderlí. Recomenda-se o consumo de 46 gramas por dia para que haja redução dos riscos de doenças cardiovasculares e fortalecimento do sistema imunológico.

21. Gergelim poderoso
Excelente fonte de cálcio, essa pequena semente pode substituir alimentos lácteos sem o menor problema ou prejuízo. Por isso é essencial para quem deseja possuir ossos fortes pela vida toda. E tem mais: "Na medicina chinesa, o gergelim preto é conhecido como um importante estimulante dos rins, porque apresenta propriedades diuréticas quando consumido com freqüência", conta a nutricionista Vanderlí.

22. Viva o molho de tomate
Você talvez já saiba que o tomate é rico em licopeno, um antioxidante poderoso que ajuda no combate ao envelhecimento e doenças cardiovasculares. O que talvez desconheça é que, "na forma de molho, a disponibilidade desse elixir é infinitamente maior", conta a professora Jocelem Salgado. Esse nutriente é um carotenóide, e junto com betacaroteno, alfacaroteno e luteína, encontrados em cenoura, abóbora, tomate, manga e mamão, se convertem em vitamina A no nosso corpo, substância indispensável para a beleza da pele, cabelo e unhas. Precisa mais para colocar já esses itens no prato?

23. Psiu, psyllium
Esse grão rico em fibras solúveis funciona como um perfeito laxante natural. É isso mesmo: adeus, intestino preso! Além disso, reduz o tempo de contato de substâncias potencialmente carcinogênicas com a mucosa desse órgão.

24. Viva os probióticos
"Probióticos são alimentos com microorganismos vivos (lactobacilos e bifidobactérias) que beneficiam o organismo, melhorando a flora intestinal", diz Jocelem. Eles combatem a prisão de ventre, tornam seu organismo mais resistente às infecções e melhoram a absorção de cálcio.

25. Gordura trans no banco dos réus
Essas bandidas estão presentes principalmente em alimentos industrializados que contêm gordura vegetal hidrogenada, como salgadinhos, donuts, biscoitos recheados, massas de bolos, tortas, sorvetes cremosos, margarinas (nem todas, fique atenta aos rótulos), pipoca de microondas, vários itens de alimentos de fast food, como batata frita, nuggets, empanados, tortinhas doces", avisa Jocelem Salgado. Esse tipo de gordura contribui para aumentar os níveis do colesterol ruim e diminuir os níveis do bom, além de permitir que microorganismos patogênicos e substâncias químicas tóxicas penetrem nas células com mais facilidade, enfraquecendo nosso sistema imunológico.



Fonte: Revista Nova
Data da Publicação: 01/10/2007
Comments