Alimentação‎ > ‎Artigos e Estudos‎ > ‎

Aminoacidos Essenciais e Proteinas Vegetais

Aminoacidos Essenciais e Proteinas Vegetais

O economista sabe, contudo, muito bem, que um país frutifero e demograficamente denso não pode estar em condições de produzir tanta carne, ovos, leite e queijo para que cada habitante possa receber diariamente a dose considerada necessaria de 23 a 30 g de proteína animal. Deste modo, teoricamente, tal país encontrar-se-ia perante uma catástrofe alimentícia. Mas na realidade não é assim que as coisas se passam. o que contradiz a ordem de valorização dos tipos de proteína acima expostos.

Numerosos estudos e ensaios tém demonstrado, com segurança, que uma alimentação exclusivamente vegetariana e, até, exclusivamente crua, pode conservar o organismo forte e jovem no mais alto nível de capacidade e plenitude corporais e espirituais.

O mais impressionante é, para ja, a informação apresentada pelo Dr. Brauchle e original de Theodor Hahn, segundo o qual, antes do descobrimento das ilhas dos Ladrões pelos Espanhóis em 1620 (cujos habitantes se consideravam a si mesmos os únicos povoadores do mundo), estes estavam privados de quase tudo o que os povos civilizados consideravam indispensável para viver. Além das aves, que, de resto, não comiam, não havia nenhum animal na ilha. Aquela gente nunca tinha visto o fogo, e a princípio não fazia a menor idéia das suas características ou emprego. A sua alimentação era completamente vegetariana, constituida por frutos e raízes no seu estado natural. Os indígenas estavam bem constituidos, eram fortes e ativos, transportando facilmente aos ombros pesos de mais de duzentos quilos. A doença era quase desconhecida entre eles e chegavam com frequência a uma idade bastante avançada. Não era raro encontrar homens com cem anos de vida sem nunca terem estado doentes.

Curso de crudivorismo a distancia:

www.casadocrudivoro.com.br

www.crudivorismo.com.br

www.crudivorismo.net.br

Comments