Chlorella - resumo geral e indicações

Chlorella pyrenoidosa são algas unicelulares de água doce que pertencem a categoria de celulas eucarióticas presentes no planeta a milhões de anos. Seu tamanho é aproximadamente o mesmo de um eritrócito humano, entre 2-8 microns de diâmetro.

O nome chlorella deriva do prefixo "Chloros" (verde) e sufixo "Ella" (pequeno), referindo-se ao extraordinário conteúdo de clorofila que dá a característica cor de esmeralda-verde. Esta alga apresenta 70% de sua composição da mais pura clorofila, o que faz dela a maior fonte de clorofila em nosso planeta.

Existem, pelo menos, dez espécies do gênero Chlorella no planeta. A espécie mais conhecida e estuda é a Chlorella pyrenoidosa, também nomeada no oriente como "o rei das Chlorellas" pelas suas potencialidades peculiares em sua composição nutricional. Existem várias espécies de Chlorellas vendidas no mercado, mas a Chlorella pyrenoidosa é a única espécie que contém o Fator de Crescimento (C.G.F) que promove o crescimento de célula e mantém saúde de organismo. É o mais valioso componente entre as outras substâncias ativas na Chlorella uma vez que estimula a recuperação dos tecidos, protege a integridade das células e melhora a ingestão de nutrientes.

Chlorella é um excelente purificador orgânico e contém muitos nutrientes valiosos. Estudos e publicações médico-científicas em todo o mundo documentam que a chlorella é um excelente produto para a saúde.

Estas algas são alimentos originais. São perfeitos alimentos integrais, verdadeiros super alimentos. São compostos em média de 65% proteína, 13% carboidrato, 9% gordura e 6% minerais biodisponíveis. Não são extratos, concentrados ou amálgamas de vitaminas e minerais. Comer Chlorella é como comer qualquer outro alimento integral como banana, maçã ou brócolis. Ou seja, as microalgas são comida, e não remédios (ainda que possam ser utilizados com tal finalidade).

Antioxidante

A Chlorella é uma das maiores fontes naturais de beta-caroteno (precursor da vitamina A), que associa as vitaminas C e E. Reduz e neutraliza a ação dos radicais livres, que são prejudiciais ao organismo.

Diversos estudos demonstraram a habilidade da parede celular da alga Chlorella, em absorver substâncias tóxicas, diminuindo drasticamente a letalidade destas.

Fator Crescimento Chlorella (CGF)

Ao mesmo tempo que existem todos benefícios citados neste site, o maior valor de Chlorella reside num fascinante ingrediente chamado FATOR DE CRESCIMENTO CHLORELLA. O CGF é um complexo nucleotídeo peptídeo descoberto por um cientista japonês estudando a intensa fotossíntese que permite a Chlorella crescer tão rapidamente, onde cada célula se multiplica em quatro novas células a cada vinte horas.

Chlorella destaca-se significativamente entre outras algas como spirulina porque contém C.G.F. Não seria um exagero para dizer que C.G.F., que promove o crescimento de célula e mantém saúde de organismo, é o mais valioso componente entre as outras substâncias ativas na chlorella.

Um dos mais significantes fatores do CGF é sua capacidade de estimular o sistema imunológico. Isto é conseguido pela ativação das células T (ativas contra viroses e câncer), células B (ativas na luta contra as bactérias) e macrófagos (ativos contra o câncer, proteínas estranhas e produtos químicos).

O Fator de Crescimento Chlorella estimula a recuperação dos tecidos, protege a integridade das células, melhora a ingestão de nutrientes e regula a produção de energia. Ajuda também na recuperação de materiais genéticos lesados, protege a saúde dando suporte às funções celulares vitais e retarda o processo de envelhecimento.

O CGF é o fator na Chlorella que promove esta rápida taxa de reprodução. O Fator de Crescimento Chlorella aparece para aumentar as funções RNA/DNA, responsáveis pela produção de proteínas, enzimas e energia à nível celular, estimulando a reparação dos tecidos e protegendo as células contra substâncias tóxicas.

O Dr. Michionori Kimura, do Japão, encontrou níveis de 10% de RNA e de 3% de DNA na Chlorella, que faz dela o maior alimento conhecido em ácidos nucléicos. Usada regularmente a Chrorella ajuda a reparar o material genético danificado nas células, protegendo a saúde e diminuindo o processo de desenvolvimento.

Na digestão e assimilação, os ácidos nucleícos (DNA e RNA) são quebrados e combinados com outros nutrientes com vitaminas B12, peptídeos e polisacarídeos. Isto significa que o DNA e RNA da chlorella não repõem de forma direta os DNA e RNA das células humanas, mas sim sua combinação de aminoácidos depois da digestão, fornece imediatamente "blocos de construção" para reparos do material genético.

A estrutura de promoção de crescimento CGF na Chlorella é constituída do maganês e zinco, substâncias orgânicas quimicamente ativas, numa delas contendo enxôfre. Este enxôfre do CGF foi identificado como um fascinante complexo nucleotídeo-peptídeo. Os açúcares do nucleotídeo incluem glutamina, alamina, serina, glicina, prolina e asparagina. Seria impossível descrever quantos experimentos técnicos-científicos foram feitos para detectar as substâncias biologicamente ativas no CGF e o que estas substâncias fazem, simples ou conjuntamente.

Nós devemos perceber, entretanto, que as razões pelas quais muitos cientistas se esforçam nas pesquisas sobre Chlorella e CGF, é porque existe uma grande questão a provar que a Chlorella e o CGF, mesmo em quantias relativamente pequenas, estimulam tanto o crecimento, a reparação dos tecidos e a saúde de forma nunca encontrada em outros alimentos.

Imunidade

No início dos anos 50 o Dr. Fujimaki - do Centro de Pesquisa Científica em Tóquio, isolou uma substância de um extrato de Chlorella; a que chamou de 'Fator de Crescimento Chlorella'. Essa substância mostrou-se rica em ácidos nucléicos RNA e DNA - pelo menos 17 vezes mais que qualquer outro elemento da natureza.

O Fator de Crescimento Chlorella (FCC) foi estudado como um poderoso fator que aumenta a imunidade e retarda o envelhecimento. O FCC estimula a recuperação dos tecidos, protege a integridade celular, melhora a ingestão de nutrientes e regula a produção de energia.

De acordo com o Depto. De Neurocirurgia da Faculdade de Medicina de Virgínia (EUA) com orientação do Dr. Randall Merchant, Ph.D., professor de anatomia, com um suplemento de Chlorella na dieta alimentar dos pacientes, houve uma aumento notável em seus sistemas imunológicos.

Desintoxicante

A Chlorella Green Boost é um poderoso desintoxicante de todo organismo. Ela promove a desintoxicação orgânica, inclusive de metais pesados como chumbo e cádmio.

Nos experimentos de laboratório, foi descoberto que a parede celular da chlorella tem excepcional capacidade de se unir às toxinas e carregá-las para fora do organismo. Chlorella tem sido usada para remover do organismo inseticidas e pesticidas tóxicos, além de ter a capacidade de remover cádmio, chumbo e também outros metais pesados.

As microfibras, presentes nas proteínas da Chlorella, formam uma rede muito fina que captura os metais pesados depositados continuamente nos tecidos adiposos de nossos órgãos.

As fibras dietéticas oriundas da parede celular dessas algas, não sendo digeridas, formam resíduos que aumentam o volume das fezes e estimulam os movimentos intestinais, diminuindo o tempo de trânsito do bolo fecal ao longo do tubo digestivo e consequentemente, propiciando a regulação do hábito intestinal.

Outra propriedade dessas fibras dietéticas é a capacidade de absorver substâncias nocivas, como metais pesados e várias toxinas presentes nos alimentos e nos intestinos, sintetizadas pelas bactérias intestinais. Impedindo o acúmulo de substâncias nocivas e diminuindo o tempo de contato das mesmas com as paredes intestinais, desta forma diminui a absorção e o risco do surgimento do Câncer Intestinal.

Toxinas como os metais pesados e os pesticidas muitas vezes sobrecarregam o fígado. Muitas pesquisas demonstram que a chlorella liga-se aos metais pesados, como o cádmio e o chumbo e mesmo metais radioativos como o urânio, e transporta-os eficazmente para fora do corpo. A chlorella parece ter a capacidade de eliminar componentes tóxicos como pesticidas e os químicos presentes nos alimentos que nos chegam ao nosso prato diariamente (mesmo sem suspeitarmos disso..), sem qualquer dano para o nosso corpo.

Com a normalização do hábito intestinal, juntamente com o aumento de excreção de gorduras, há uma diminuição dos níveis de colesterol sanguíneo, contribuindo na prevenção de distúrbios circulatórios ou doenças degenerativas dos vasos sanguíneos.

Estes processos atuando em conjunto, também contribuem para a depuração dos líquidos orgânicos, favorecendo a manutenção do pH e amenizando as conseqüências dos estados de acidificação do sangue.

Remove substâncias tóxicas do organismo como pesticidas pesados, cádmio, chumbo, mercúrio e urânio. Estudos de diversas universidades dos EUA e Japão constataram que a chlorella se une ao corpo estranho e força sua saída do organismo.

Como relara a Dra. Susan Jones/PhD U.C.L.A.,EUAA: "a principal razão de meu entusiasmo pela Chlorella é seu benefício de construir a saúde e a eliminação de toxinas do organismo sem efeitos colaterais indesejáveis".

Como uma das maiores fontes naturais de beta-caroteno que existem (180 mg de beta-caroteno em cada 100g), a chlorella atua no fortalecimento do sistema imunológico e protege a pele contra a ação da radiação solar, além de ter o poder de reduzir os efeitos do envelhecimento precoce e agir na pele, em função da sua capacidade de lutar contra os radicais-livres no corpo. “A chlorella auxilia muito na desintoxicação do organismo. Por ser rica em compostos antioxidantes, combate a ação dos radicais-livres e ajuda a eliminar substâncias tóxicas. Além do beta-caroteno, também é rica em clorofila que seqüestra várias toxinas para eliminação e oxigena bastante as células. Por último, a chlorella também contém o germaio, que seqüestra metais pesados para serem eliminados”, garante a nutricionista clínica e fitoterapeuta, Vanderli Marchiori.

Combate a Gripe

A gripe é uma infecção respiratória altamente contagiosa transmitida pelo vírus Influenza. Ela pode contaminar tanto humanos quanto animais domésticos como suínos e aves.

O fator mais importante para prevenir qualquer doença infecciosa, como uma gripe, é ter uma imunidade saudável.

A parede celular da Chlorella possui um complexo de componentes polissacarídeos. Em experimentos de laboratório, este fator é reconhecido como indutor de produção de interferon. É sabido que o interferon protege o organismo contra infecções do vírus influenza.

Embora não se possa estabelecer uma ligação direta entre a Chlorella e o possível tratamento e/ou prevenção de gripes do tipo gripe aviária e gripe suína, inúmeros trabalhos científicos comprovam a eficiência da Chlorella no fortalecimento da imunidade.

No Encontro Médico Japonês em Nagoya foi publicado um trabalho de correlação entre a Chlorella e a gripe: durante 95 dias em alto mar, 458 marinheiros tomaram 2 gramas de Chlorella diariamente, e outras 513 pessoas do grupo de controle não o fizeram. Proporcionalmente, as infecções gripais foram 36,7% maiores no grupo de controle. Este fato provou que a Chlorella aumenta a resistência às doenças infecciosas.

Além de fortalecer seu sistema imunológico, há outras maneiras que ajudam a prevenir a gripe, como evitar o contato com pessoas já infectadas; cobrir a boca e nariz quando for tossir ou espirrar; evitar comparecer a lugares com aglomeração de pessoas, e ingerir bastante líquido para manter a hidratação do corpo. Também fique atento às diferenças entre os sintomas da gripe comum e da suína, também chamada de gripe A (H1N1).

Rejuvenesce

O Japão é o maior consumidor de chlorella do mundo e também o maior pesquisador de seus efeitos. É utilizada no Japão em programas de anti envelhecimento.

O Fator de Crescimento Chlorella (CGF), abundande na Chlorella, foi estudado como um poderoso fator que aumenta a imunidade e retarda o envelhecimento.

Dr. Michiori Kimura, do Japão, encontrou níveis de 10% de RNA e 3% de DNA na Chlorella, o que fez dela o maior alimento conhecido em ácidos nucleicos (componentes do CGF). Usada regularmente a Chlorella ajuda a reparar o material genético danificado nas células humanas, protegendo a saúde e diminuindo o processo de envelhecimento.

A Chlorella contém 65 mg de proteínas por 100gr, dos quais  30mg são de ARN, reconhecido agente anti-envelhecimento. Estudos concluíram originalmente que as sardinhas tinham a maior concentração de ácidos nucléicos, mas a Chlorella possui dez vezes mais ácidos nucléicos do que a sardinha.

Obesidade

A Chlorella pyrenoidosa é uma micro-alga unicelular de água doce que pode ajudar no controle de obesidade e assim eliminar o uso de moderadores de apetite (Dra. Leonor Angela Barros - fitoterapeuta e médica endocrinologista, RJ).

Em regimes de emagrecimento, a Chlorella apresenta resultados bastante animadores, pois contém o triptofano, um aminoácido que dá a sensação de saciedade. A Chlorella, ao entrar em contato com o suco gástrico, se expande como uma esponja e libera triptofano, fazendo a pessoa se sentir satisfeita bem antes de encher totalmente o estômago.

Nenhuma alga queima gorduras. Como a Chlorella tem vitaminas, protéinas, fibras e muitos sais minerais, elas agem como complementos nutritivos, auxiliando a quem está de dieta a suportar as restrições alimentares.

A Chlorella tem sido muito usada e com excelentes resultados como coadjuvante aos tratamentos da obesidade e celulite. A ingestão de algumas pastilhas 40 a 60 minutos antes das refeições, sempre com água faz com que os nutrientes da chlorella entrem no sistema digestivo enviando um sinal ao cérebro de que a pessoa se alimentou e este aceita como sinal parcial de saciedade, permitindo que se controle a ingestão de alimentos sem ficar com aquela desagradável sensação de fome. Pelo fato das células adiposas reterem toxinas junto com a gordura, além da água, elas aumentam de volume e a pele fica com aparência de casca de laranja. Não se elimina a celulite sem uma boa desintoxicação e melhorando os hábitos de vida. Com o uso contínuo da alga, por seu efeito desintoxicador, melhoramos também este problema.

Hipertensão

Um estudo realizado pelo Professor Randall Merchant e pela pesquisadora Cynthia A. André, do Virginia Commonwealth University´s Medical College, nos Estados Unidos, revelou que o uso da alga de água doce Chlorella em portadores de hipertensão arterial pode reduzir a pressão sangüínea e normalizar os níveis de gordura no organismo, além de proporcionar melhora na qualidade de vida. Foram avaliados 24 indivíduos de ambos os sexos, com idade a partir dos 21 anos, com hipertensão leve a moderada. Todos tiveram de descontinuar o uso da medicação dada especificamente para a doença, incluindo diuréticos. Mas alguns remédios, como a aspirina usada para prevenir o infarto do miocárdio, por exemplo, foram permitidos.

Antes e depois do início do estudo, os participantes foram submetidos a um rigoroso exame físico. Foram feitos também exames laboratoriais (sorologia, perfil lipídico, hemograma e análise de urina) na triagem, no início e no final da avaliação. Os participantes receberam suplementação alimentar diária com 10 g de Chlorella em tabletes e 100 ml de extrato da alga. Durante um mês, ingeriram apenas placebo; após esse período, começaram efetivamente o tratamento.

Os pesquisadores notaram que, após um mês sem medicação e placebo e após dois meses de dieta com Chlorella, 38% dos indivíduos mostraram melhora na pressão diastólica, 29% mostraram a pressão estável e só um terço deles mostrou piora na hipertensão. Isso mostra que, para dois terços das pessoas estudadas, a suplementação diária com a Chlorella melhorou o quadro da hipertensão ou manteve a doença sob controle. Os exames físicos, como eletrocardiograma, análise de urina e sorologia, não mostraram grandes alterações. Já o colesterol – tanto de alta quanto de baixa intensidade – foi decrescendo durante a realização do estudo. Outra reação observada pelos pesquisadores foi uma melhora no comportamento dos participantes, que demonstraram uma redução nos sintomas de ansiedade e depressão e aumento do bem-estar durante a investigação.

Combate o stress

No tratamento do stress, a Chlorella é eficiente graças a reposição mineral intracelular de que ela é capaz.

A Chlorella Green Boost é um energético natural para combater o stress e fadiga.

Bronzeador natural e fortalecimento da pele

Alimentos ricos em beta-caroteno e vitamina C são recomendados para quem quer desfilar com um bronzeado bonito e duradouro durante o verão. O beta-caroteno serve de matéria-prima para a síntese da vitamina A, a qual auxilia na produção de melanina, o pigmento que confere o tom bronzeado à pele. Por outro lado, a vitamina C é uma potente antioxidante, combatendo os radicais livres e protegendo a pele. Esses nutrientes estão presentes em grandes quantidades na Chlorella Green Boost melhorando a resistência da pele e facilitando seu bronzeamento. A pele responde de maneira mais saudável.

A Chlorella é uma grande aliada das pessoas que querem aproveitar o sol com segurança. Veja abaixo uma comparação entre chlorella e alguns alimentos já conhecidos como ricas fontes de vitamina.

Alimento Clorofila Beta-caroteno
100g Brócolis 12mg  0,7mg
100g Repolho 60mg 0,08mg
100g Cenoura    - 7 a 17mg
100g Espinafre 130mg 14mg
100g chlorella 2.300mg 180mg

 

Por ser rica em compostos antioxidantes, a Chlorella combate a ação dos radicais-livres e ajuda a eliminar substâncias tóxicas. Além do beta-caroteno, também é rica em clorofila que seqüestra várias toxinas para eliminação e oxigena bastante as células. Por último, a chlorella também contém o germaio, que seqüestra metais pesados para serem eliminados”, garante a nutricionista clínica e fitoterapeuta, Vanderli Marchiori.

A Chlorella Green Boost também contribui no restabelecimento da pele, combatendo cravos, acne, espinhas, estrias, celulite, rugas precoces, lesões esfoliativas e escoriativas por abrasão.

Auxilia nas infecções

A parede celular da Chlorella possui um complexo de componentes polissacarídeos. Em experimentos de laboratório, este fator é reconhecido como indutor de produção de interferon. É sabido que o interferon protege o organismo contra infecções do vírus influenza (um dos vírus causadores de infecções respiratórias) e possui propriedades anti-tumor.
Por conseguinte, a parede celular da chlorella tem a capacidade de combater células cancerosas através da produção de interferon induzido pelo complexo polissacarídeo. A chlorella contém altos índices de ácidos nucléicos (a maior quantidade de ácidos nucléicos de todos os alimentos do planeta) e também o Fator de Crescimento Chlorella (CGF) que é, provavelmente, o componente mais valioso da chlorella.
Um dos mais significantes fatores do CGF é sua capacidade de estimular o sistema imunológico. Isto é conseguido pela ativação das células T (ativas contra viroses e câncer), células B (ativas na luta contra as bactérias) e macrófagos (ativos contra o câncer, proteínas estranhas e produtos químicos).
Chlorella é um excelente purificador orgânico e contém muitos nutrientes valiosos. Estudos e publicações médico-científicas em todo o mundo documentam que a chlorella é um excelente produto para a saúde (Edição especial da revista Health World, 1990).

Suplemento para vegetarianos

A Chlorella Green Boost é um alimento com alta concentração de nutrientes. Contêm aproximadamente 60% de proteínas, 18 aminoácidos (incluindo todos os aminoácidos essenciais), vitaminas e minerais.

Em termos comparativos a Chlorella Green Boost possui proporcionalmente mais proteínas do que a soja, a carne bovina e o trigo.

Encontramos na Chlorella Green Boost, mais do que 20 tipos de vitaminas e minerais, com destaque para o Beta Caroteno (Vitamina A) e vitamina B12 em quantidade superior ao encontrado no bife de fígado, sendo comum a falta desta vitamina em dietas vegetarianas e macrobióticas.

Além da vitamina A e B12, a Chlorella Green Boost possui também vitamina C, vitamina E, vitamina K e outras em menor quantidade. E também tem a presença de minerais em quantidades consideráveis de cálcio, magnésio, zinco, ferro, fósforo, potássio e outros. Seu valor terapêutico e nutricional faz dela um excelente alimento para vegetarianos.

Outros benefícios

A Chlorella ainda possui importantes benefícios para nosso organismo como:

Auxiliar no tratamento de doenças degenerativas e estados de desnutrição, no restabelecimento da saúde da pele e nos tratamentos contra obesidade.

Desintoxica o sangue e regula a glicose, distúrbios digestivos e cardiovasculares, melhora a atividade cerebral, previne a anemia, ajuda na hipertensão, úlceras do estômago, duodeno e gastrites crônicas e tem ação cicatrizante.

É desintoxicante, normalmente da função instestinal, promovendo a reparação tecidual e integridade celular. O cálcio auxilia no tratamento das fraturas, enfraquecimento ósseo e osteoporose.

A parede celular da alga Chlorella sendo composta de microfibras de celulose e por polímeros carotenóides - Sporopollenin, promove várias ações importantes e benéficas no intestino: Melhora a funcionalidade do respectivo órgão, estimula o crescimento de bactérias benéficas da flora intestinal, absorve as substâncias tóxicas presentes na luz intestinal, além de promover um funcionamento regular dos movimentos peristálticos do sistema digestivo.

O alto teor de fósforo proporciona uma maiora atividade cerebral. também tem demosntrado excelentes resultados no combate à hipertensão e na redução dos níveis de colesterol triglicerídios. Também é rica em vitaminas do complexo B, principalmente a B12, vital na formação de regeneração das células sanguíneas que, juntamente com o ferro, fazem desta alga um produto indicado no tratamento e prevenção da anemia.

Há muito se sabe sobre essa propriedade da clorofila, componente rico na Chlorella, atuando principalmente nas vias digestivas, reduzindo os maus odores tanto do hálito e das fezes, quanto do corpo em geral (axilas, suor, vias genitais, pés, etc).

O uso constante da Chlorella como fortificante já foi constatado. Funciona como preventivo da necrose hepática e supre a falta de hidrocarbomato no organismo (Dr. Fink/Alemãnha).

A Chlorella também aumenta o crescimento de animais domésticos tornando-os mais saudáveis (Science Magazine, 1956).

Por ter tantas propriedades importantes, não é de se admirar seu uso como suplemento alimentar pelos astronautas da NASA em suas viagens espaciais.

Indicações: ajudar na redução de peso; repor nutrientes, vitaminas e sais minerais; diminuir o apetite, sistema imunológico, funções intestinais, anemia, fraqueza, azia, gastrite, regeneração celular; normalizar a digestão e a função intestinal; estimular o crescimento e a recuperação dos tecidos; reduzir o envelhecimento precoce e a degeneração orgânica; fortalecer o sistema imunológico; proteger contra agentes poluentes e tóxicos; promover a desintoxicação orgânica, auxiliar no tratamento de doenças degenerativas e estados de desnutrição; auxilia no restabelecimento da saúde da pele e nos tratamentos contra a obesidade; desintoxicar o sangue e regular a glicose; distúrbios digestivos; distúrbios cardiovasculares; melhor e maior atividade cerebral; tratamento e prevenção de anemia; ajudar na hipertensão; úlceras do estômago, duodeno e gastrites crônicas, balancear a bioquímica do sangue.


Perguntas Frequentes

1) O que é chlorella?
R: Chlorella é uma microscópica alga verde de água doce. Sua estrutura unicelular é a chave para o fornecimento concentrado de diversas vitaminas, minerais, proteínas e outros nutrientes.
A chlorella possui mais de 20 vitaminas e minerais diferentes e produz naturalmente em grande quantidade, o beta caroteno. Chlorella é entre 50 e 60% proteína, é a maior fonte de clorofila, também possui ferro, zinco e lisina.
Contém mais vitamina B-12 do que o bife de fígado que é frequentemente deficiente nos vegetarianos.

2) A chlorella vai me ajudar a perder ou ganhar peso?
R: Chlorella Green Boost não é um produto emagrecedor, mas muitas pessoas nos relatam que quando tomam chlorella durante o regime/dieta, frequentemente sentem aumentar a energia e perdem o desejo por refeições desnecessárias. Como um alimento completo que contém aproximadamente 60% de proteínas e apenas 12 calorias por ingestão/dose (15 tabletes), chlorella pode parcialmente satisfazer o apetite enquanto fornece energia resultante de uma boa nutrição.

3) A chlorella substitui os meus suplementos de vitaminas e minerais?
R: Nós recomendamos a chlorella como um adicional para o seu programa habitual de suplementos, e não como um substituto.
A chlorella também fornece muitos nutrientes que não são encontrados em suplementos industrializados e as contém na sua forma natural, a mais eficiente das formas.

4) De que forma a chlorella pode ser comparada com a cevada, trigo e alfafa?
R : Muitos alimentos “verdes” são fontes de clorofila, mas fazendo uma comparação, a Chlorella Green Boost é a maior fonte natural de clorofila.
Na realidade, dois a três por cento da chlorella é clorofila, o maior nível de qualquer planta comestível, e ao contrário do trigo, da cevada e da alfafa, a chlorella é um alimento completo.
A planta completa tem a vantagem de nos oferecer todos os elementos protoplásmicos que auxiliam no crescimento e desenvolvimento de nossas células.
Na realidade, nem a vitamina, nem os minerais podem sequer substituir o valor de um alimento completo.

5) Qual a diferença entre a chlorella e “Chlorella Green Boost” e qual produto devo utilizar?
R: A chlorella é um alimento completo fonte de uma grande variedade de nutrientes, proteínas, vitaminas, minerais e clorofila.
“Chlorella Green Boost” contém CGF (Chlorella Growth Factor) que é extraída da alga chlorella com o uso de água quente e o CGF é uma substância com diversos nutrientes, mas composto principalmente de um complexo de nucleotídeo-peptídeo.
É por este motivo que acreditamos que a perfeita combinação é o consumo regular de “Chlorella Green Boost ”  em tabletes.

6) Qual a dose diária que devo tomar?
R: Sugerimos que você inicie com 5 tabletes (de 200mg) após uma refeição. Então, gradualmente aumente a quantidade até que você esteja tomando pelo menos 15 tabletes diariamente (de preferência 5 em cada refeição).

7) É correto tomar uma grande quantidade de chlorella?
R: Sim, depois que você introduzi-los gradualmente no seu regime diário. Muitos usuários nos relatam que tomam uma quantidade adicional de Chlorella Green Boost quando a necessidade nutricional aumenta.

8) Crianças podem tomar chlorella?
R: Certamente que sim! Crianças de qualquer idade devem tomar Chlorella Green Boost em tabletes na quantidade que corresponda a sua idade em anos.


fonte: http://www.purachlorella.com.br/

Comments