Grão de Bico

Se você anda com o humor abalado, estando constantemente desanimada e triste, uma das soluções para afastar de vez essas sensações negativas, está no consumo do grão-de-bico. É verdade que ele não faz muito sucesso na mesa do brasileiro e seu custo não é muito simpático ao bolso, mas, acredite, vale a pena investir na leguminosa. Além de seus vários benefícios, ela é super saborosa, entrando na composição de diferenciados e nutritivos pratos.

Cientistas de várias partes do mundo exaltam suas propriedades, comprovando cada vez mais seus efeitos. As pesquisas demonstram que o grão-de-bico é uma boa fonte de ferro, carboidratos e proteínas, concentrando um alto teor de aminoácidos. Um deles é o triptofano, que aparece em grande quantidade e é usado na produção da famosa seretonina, neurotransmissor que ativa os centros cerebrais, causando a sensação de bem-estar, satisfação e confiança, sendo, por isso, ótima para a depressão. Segundo os nutricionistas, boas doses do composto ajudam, ainda, em diversos efeitos fisiológicos, como o aumento das taxas de ovulação e um melhor desenvolvimento das crianças.

Os benefícios do alimento não param por aí. Ele possui, ainda, uma outra vantagem que o diferencia de seus parentes. O ferro presente no grão-de-bico é inúmeras vezes mais bem aproveitado pelo organismo e, suas proteínas, além de terem uma qualidade muito superior às das demais leguminosas, elas são totalmente digeridas, o que não ocorre com as outras. Os especialistas indicam também o acúmulo de fitoestrógenos ou hormônios vegetais. Sendo assim, o alimento já começa a ser usado em terapias de reposição hormonal em mulheres que se encontram na fase da menopausa. Essas substâncias também têm se mostrado eficazes no combate a doenças cardiovasculares e a alguns tipos de câncer, bem como ajuda a prevenir a osteoporose.

O principal componente do grão de bico, como no resto dos legumes, são os hidratos de carbono. Seu conteúdo protéico é similar a dos demais legumes, apesar de sua concentração de fibra, lipídios e energia ser superior. É muito rico em ácido fólico, por isso o consumo de uma porção média de grão de bico confere 60 a 70% das necessidades diárias desta vitamina. O grão de bico é um alimento energético e muito adequado em dietas para adolescentes e pessoas que realizam grandes esforços físicos, além de ser um prato recomendado para diabéticos.



fonte: http://secuidando.blogspot.com/2009/03/grao-de-bico.html

Comments