Nabo

Tem muita gente que não gosta, mas recomendo consumo, pelo menos semanal, principalmente para quem é vegano, já que ele, o nabo, é uma excelente fonte de cálcio puro.

De acordo com a medicina chinesa, o nabo estimula a ação dos intestinos, fora ser fonte muito boa de cálcio, mineral nutricional importante para a formação dos ossos e dentes.

O nabo, antes da difusão da batata, era muito importante para os povos antigos, que o utilizavam como um dos principais alimentos do dia a dia.

Tem como principais propriedades ser alcalinizante, diurético, laxante, mineralizante, refrescante e tónico.

O consumo diário, ou com certa frequência, ajuda:

- A ativar o metabolismo e as funções cerebrais, além de aumentar a vitalidade.
- A prevenir e eliminar os cálculos renais e da vesícula.
- Nos tratamentos de catarros pulmonares, tosse, bronquite, asma, gripe e tuberculose.
- A eliminar toxinas do organismo.
- Em casos de obstipação (prisão de ventre).

Pode ser usado as folhas, raízes e talos. O nabo deve ser consumido cru de preferência, mas também pode ser usado pré cozido em sopas ou no vapor.
As folhas e os talos também podem ser usados em saladas, caldos, sopas, cozidos, refogados e como recheios.

Algumas sugestões de uso:

- Contra as inflamações intestinais: coza o nabo, faça um caldo ou sopa. Beba 2 chávenas (chá) por dia. Pode ser usado junto ao missoshiro, fica muito bom e ajuda na tonificação intestinal e também nos pulmões.

- Combata as frieiras, os ardores e inflamações no geral: cozer o nabo e aplicar em forma de cataplasma. Aplicar por pelo menos 15 minutos ao dia, até que suma o sintoma. Lembrando de consultar um médico em caso de continuidade do sintoma.

- Contra bronquite e tosse: prepare um xarope aguado (cozendo em pouca água uma porção de nabo cortado em pedacinhos), deixe arrefecer a água e beba colheres de sopa do xarope várias vezes ao dia. Não esquecer que é como um chá, porém quando cozinha, é preciso deixar esfriar e criar o xarope, portanto é preciso saber fazer corretamente para ser eficaz.

- Para combater cálculos biliares: beba o sumo de nabo branco com regularidade (pode ser um forma de suco).

- Tratamento de hemorróidas e fortalecimento dos dentes: prepare sumo de nabo (suco, sopa com ele pré cozido...).

- Fortalecer os ossos e como diurético: prepare chá das folhas do nabo (usar orgânico, pois as folhas não podem conter agrotóxicos).

Fica muito bom pré cozer o nabo (no máximo 42°c), e usar junto ao missô para fazer missoshiro.

Para quem tem um aparelho digestivo fraco, o nabo pode causar flatulência. Quando ingerido em quantidades elevadas, faz aumentar a necessidade de iodo.

Qualidade na medicina chinesa:

É de natureza neutra, amargo, picante e doce. Promove a circulação do sangue. Elimina frio, umidade e calor excessivo. Remove toxinas. Atua no meridiano do Estômago.

Ativa o yang, reduz o yin, drena umidade, faz suar e elimina o frio, abre o apetite, neutraliza toxinas, refresca, regula o Chi (Qi), reforça o sangue. Indicado para tratar indigestão, hepatite, diabete e mastite. Em doses moderadas dissolve inchaços, em excesso provoca.

É muito útil também para quem precisa eliminar excesso de água de corpo, sendo diurético.

A investigação sugere que os indóis (um composto do nabo) pode proteger contra o cancro da mama, estimulando enzimas que reduzem o efeito do estrogênio, que se pensa encorajar esse tipo de desenvolvimento canceroso. É apenas uma pesquisa, mas ainda não concreto. De qualquer forma, é um alimento para se ter na mesa e nos pratos cotidianos.

É isso, salve o nabo!!!

Paz e Luz!
Comments