Alimentação‎ > ‎Receitas‎ > ‎Crudivoras‎ > ‎

Batida Energética

Esta é a receita básica da Alimentação Viva. Contém os elementos úteis para a desintoxicação do organismo e todos os nutrientes necessários para a regeneração celular.

Quando o objetivo é a recuperação da saúde ou a limpeza do organismo, a quantidade diária por pessoa são 750 a 1000 ml (um copo de liquidificador) dividida em 3, 4 ou mais refeições. Com este alimento é o remédio, é importante procurar tomar a  quantidade indicada ou mais.

Não deixe de preparar a batida, mesmo se não tiver todos os ingredientes.

1. Batemos, com pouco líquido (rejuvelac ou água), até conseguir uma massa homogênea:

1 pedacinho de algum tubérculo (batata doce, mandioca, nabo, inhame, etc.).
1 pequena quantidade de algas molhadas.
½ xícara de sementes germinadas — germes do tamanho da semente.

2. Adicionamos — pouco a pouco — mais líquido junto com os ingredientes:

Folhas verdes em abundância. (Alface, espinafre, folhas de aipo,
salsinha, acelga, beterraba, etc.).
Brotos de alfafa, girassol, feijão moyashi, azuki ou outros, crescidos
até terem folhas.
Um ou dois quiabos tenros.

3. Adicionamos frutas e mais líquido, se for necessário:

Um bom pedaço de mamão. É sempre melhor aproveitar as fruta locais da  estação.(Em outros países, substituem o mamão por pêra, maçã, pêssego, figo, ameixa, etc)
Abacate (opcional).
Outro tipo de fruta (opcional), evitando as frutas cítricas, melancia, melão e banana.

4. Batemos até obter uma consistência cremosa.

Decoramos com brotos e fruta picada.

Na geladeira a batida se conserva todo um dia.

Podemos variar o sabor, mudando os ingredientes. A Batida Energética fica doce, se adicionarmos mais frutas frescas e / ou frutas secas reidratadas, melado ou mel de abelha. Será salgada quando usarmos menos frutas, folhas verdes de sabor forte (como coentro, agrião e rúcula) e um pouco de shoyu ou missô.





Fonte: Apostila - Curso Prático e Teórico de ALIMENTAÇÀO VIVA
Comments