Energia Omniversal‎ > ‎Diversos‎ > ‎

As 7 Cidades Sagradas e São Lourenço - MG

As 7 cidades sagradas são Pouso Alto, Itanhandú, Carmo de Minas, Maria da Fé, São Tomé das Letras, Conceição do Rio Verde e Aiuruoca, que sintetizam suas vibrações na 8ª cidade que é a Nova Jerusalém, a capital espiritual do Novo Milênio que é São Lourenço também no Sul de Minas Gerais. Lembremos sobre as 7 igrejas narradas no Apocalipse de São João.

Cada cidade possui uma tônica evolucional ligada à Era de Aquário, vamos a Elas:

 

Pouso Alto

Tem como Tônica a Alquimia, o poder de transformar a pedra bruta ( alma impura ) em pedra filosofal ( alma pura ). O anjo regente é Mikael, que como hierarquia dos Arcanjos na Cabala cuida das experiências dos povos e nações.

Plasmando a Alquimia sagrada no Sul de Minas a cidade de Pouso Alto possui ligações com a também cidade sagrada de Machu Picchu no Peru, que esparge suas vibrações para o mundo como um chacra. O chacra de referência no corpo humano é o básico/ raiz. Machu Picchu é o chacra da Terra da América do Sul.

 

Astrologicamente estas cidades são regidas pelo Planeta Sol, possuindo estreitas ligações com o signo de Leão, a força da individualidade em prol da criatividade e do renascimento de uma nova consciência.

  

Na tradição Oculta o Planeta Sol possui ligações com o Arcano 22 "O Mundo", que vibra a síntese e a consciência integral que assimilou e revelou o segredo da esfinge, despertando a mente angélica.

O número 111, assim como a cor laranja ( tatwa ou força sutil da natureza chamado Pritivi ) também tem suas vibrações ligadas a Pouso Alto, reduzindo teosoficamente chegamos ao 3 ( 1+1+1 ), formando na cabala o quadrado mágico do Sol que somado em qualquer coluna seus números ( vertical, horizontal ou transversal ) chegando a um dígito resulta o 3.

Os caracteres do quadrado mágico estão em verde pois correspondem a Vaiú o tatwa do ar em correspondência a Saturno o planeta polar e complementar ao Sol.

 

 

Itanhandú

Tem como Tônica a Arte, o poder de transformar o que é feio, sem harmonia, em belezas e perfeições, tanto no plano físico como de alma, rumando para as belezas espirituais. O anjo regente é Gabriel, que como hierarquia dos Anjos na Cabala cuida dos reinos manifestados no estágio atual da evolução: mineral, vegetal, animal e humano.

Plasmando a Arte sagrada no Sul de Minas a cidade de Itanhandú possui ligações com um local sagrado, o deserto de El Moro nos Estados Unidos, que esparge suas vibrações para o mundo como um chacra. O chacra de referência no corpo humano é o esplênico. El Moro é o chacra da Terra da América do Norte.

 

Astrologicamente a cidade de Itanhandú é regida pelo Planeta Lua, possuindo estreitas ligações com o signo de Câncer, a sensibilidade e psiqué vibrando para o renascimento de uma nova consciência.

     

Na tradição Oculta o Planeta Lua possui ligações com o Arcano 2 "A Sacerdotisa", que vibra todos os segredos do universo, a benevolência e o amor universal, fazendo com que a humanidade possua o direito de adentrar o segredo divino velado em seu livro e chave.

O número 369, assim como a cor violeta ( tatwa ou força sutil da natureza chamado Apas) também tem suas vibrações ligadas a Itanhandú, reduzindo teosoficamente chegamos ao 9 ( 3+ 6+ 9 = 18...1+ 8 = 9 ), formando na cabala o quadrado mágico da Lua que somado em qualquer coluna seus números ( vertical, horizontal ou transversal ) chegando a um dígito resulta o 9.

A cidade de El Moro como polaridade e complemento a Itanhandú possui a regência de Saturno, este o motivo dos caracteres estarem em verde, tatwa Vaiú em relação ao planeta Saturno polar e complementar a Lua.

 

 

 

Carmo de Minas

Tem como Tônica a Ética e a Política, o poder dos valores morais e espirituais em prol da realização verdadeira, a arte guerreira como uma política ( poli- ética ) com valores sinárquicos ( governo espiritual ) . O anjo regente é Samael, que com a hierarquia das Potências na Cabala  imprimi e realiza o movimento dos astros.

Plasmando a Ética e a Política sagradas no Sul de Minas a cidade de Carmo de Minas possui ligações com a também cidade sagrada de Chichen Itzá no México, que esparge suas vibrações para o mundo como um chacra. O chacra de referência no corpo humano é o umbilical. Chichen Itzá é o chacra da Terra da América Central.

 

Astrologicamente a cidade de Carmo de Minas é regida pelo Planeta Marte, possuindo estreitas ligações com os signos de Áries e Escorpião, a auto afirmação, realização e força para o renascimento de uma nova consciência.

         

Na tradição Oculta o Planeta Marte possui ligações com o Arcano 11 "A Força", o equilíbrio entre o espírito e o corpo, representando uma alma pura e harmônica com imenso poder de realização.

O número 65, assim como a cor vermelha ( tatwa ou força sutil da natureza chamado Tejas) também tem suas vibrações ligadas a Carmo de minas, reduzindo teosoficamente chegamos ao 2 ( 6 + 5 = 11 ... 1+ 1 = 2 ), formando na cabala o quadrado mágico de Marte que somado em qualquer coluna seus números ( vertical, horizontal ou transversal ) chegando a um dígito resulta o 2.

A cidade de Chichén Itzá como polaridade e complemento a Carmo de Minas possui a regência de Vênus,este o motivo dos caracteres estarem em azul indigo, tatwa Akasha em relação ao planeta Vênus polar e complementar a Marte.

 

 

Maria da Fé

Tem como Tônica a Ciência e a Tecnologia, a espiritualidade aliada ao avanço humano concreto, gerando os maravilhosos frutos da Era de aquário. O anjo regente é Rafael, que como hierarquia das Virtudes na Cabala gera todo o universo da forma.

Plasmando a Ciência e a Tecnologia sagradas no Sul de Minas a cidade de Maria da Fé possui ligações com a também cidade sagrada de Sidney na Austrália, que esparge suas vibrações para o mundo como um chacra. O chacra de referência no corpo humano é o cardíaco. Sidney é o chacra da Terra da Oceania.

 

Astrologicamente a cidade de Maria da Fé é regida pelo Planeta Mercúrio, possuindo estreitas ligações com os signos de Gêmeos e Virgem, a força do intelecto para o renascimento de uma nova consciência.

             

Na tradição Oculta o Planeta Mercúrio possui ligações com o Arcano 17 "A Estrela", a esperança de um futuro melhor, a humanidade semeando e germinando através do equilíbrio entre mente e coração, conhecimento e  cultura.

O número 260, assim como a cor amarela ( tatwa ou força sutil da natureza chamado Anupadaka ) também tem suas vibrações ligadas a Maria da Fé , reduzindo teosoficamente chegamos ao 8 ( 2 + 6 +0 = 8 ), formando na cabala o quadrado mágico de Mercúrio que somado em qualquer coluna seus números ( vertical, horizontal ou transversal ) chegando a um dígito resulta o 8.

A cidade de Sidney como polaridade e complemento a Maria da Fé possui a regência de Júpiter,este o motivo dos caracteres estarem em púrpura, tatwa Adi em relação ao planeta Júpiter polar e complementar a Mercúrio.

 

 

 

São Tomé das Letras

Tem como Tônica a Literatura, a espiritualidade na escrita, gerando os maravilhosos frutos da Era de aquário. O anjo regente é Saquiel, que como hierarquia das Dominações na Cabala cria e gera os sistemas evolucionais.

 

 

Plasmando a Literatura sagrada no Sul de Minas a cidade de São Tomé das Letras possui ligações com a também cidade sagrada de Sintra em Portugal, que esparge suas vibrações para o mundo como um chacra. O chacra de referência no corpo humano é o laríngeo. Sintra é o chacra da Terra Europeu.

 

Astrologicamente a cidade de São Tomé das Letras é regida pelo Planeta Júpiter, possuindo estreitas ligações com os signos de Sagitário e Peixes,a expansão da fé, espiritualidade e conexões superiores entre humano e Deus.

             

Na tradição Oculta o Planeta Júpiter possui ligações com o Arcano 4 "O Imperador", a estrutura e a consolidação dos valores espirituais da Era de Aquário.

O número 43, assim como a cor púrpura ( tatwa ou força sutil da natureza chamado Adi ) também tem suas vibrações ligadas a São Tomé das Letras, reduzindo teosoficamente chegamos ao 7 ( 4 + 3 = 7 ), formando na cabala o quadrado mágico de Júpiter que somado em qualquer coluna seus números ( vertical, horizontal ou transversal ) chegando a um dígito resulta o 7.

A cidade de Sintra como polaridade e complemento a São Tomé das Letras possui a regência de Mercúrio, este o motivo dos caracteres estarem em amarelo, tatwa Anupadaka em relação ao planeta Mercúrio polar e complementar a Júpiter.

 

 

Conceição do Rio Verde

Tem como Tônica a Filosofia, a Religião como "Re- ligar",  a espiritualidade no templo, gerando os maravilhosos frutos da Era de aquário. O anjo regente é Anael, que como hierarquia dos Principados na Cabala cuida das experiências evolutivas.

 

 

 

Plasmando a Filosofia e a Religião sagradas no Sul de Minas a cidade de Conceição do Rio Verde possui ligações com a também cidade sagrada do Cairo no Egito, que esparge suas vibrações para o mundo como um chacra. O chacra de referência no corpo humano é o frontal. Cairo é o chacra da Terra Africano.

 

Astrologicamente a cidade de Conceição do Rio Verde é regida pelo Planeta Vênus, possuindo estreitas ligações com os signos de Touro e Libra,o poder de atração da Lei Divina, a humanidade junta em prol de um ideal espiritual.

          

Na tradição Oculta o Planeta Vênus possui ligações com o Arcano 3 "A Imperatriz", a geração e plasmação de novos valores filosóficos e religiosos integrados a Era de Aquário.

O número 175, assim como a cor índigo ( tatwa ou força sutil da natureza chamado Akasha ) também tem suas vibrações ligadas a Conceição do Rio Verde, reduzindo teosoficamente chegamos ao 4 ( 13= 1 + 3 = 4 ), formando na cabala o quadrado mágico de Vênus que somado em qualquer coluna seus números ( vertical, horizontal ou transversal ) chegando a um dígito resulta o 4.

A cidade do Cairo como polaridade e complemento a Conceição do Rio Verde possui a regência de Marte, este o motivo dos caracteres estarem em vermelho, tatwa Tejas em relação ao planeta Marte polar e complementar a Vênus.

 

 

Aiuruoca

Tem como Tônica a Teurgia/ Taumaturgia, a Medicina do futuro conectada com os anjos e devas. O anjo regente é Cassiel, que como hierarquia dos Tronos na Cabala gera a vida universal.

 

 

 

Plasmando a Teurgia e a Medicina sagradas no Sul de Minas a cidade de Aiuruoca possui ligações com a também cidade sagrada de Sri Nagar na Índia que esparge suas vibrações para o mundo como um chacra. O chacra de referência no corpo humano é o coronal. Sri Nagar é o chacra da Terra Asiático.

 

Astrologicamente a cidade de Aiuruoca é regida pelo Planeta Saturno, possuindo estreitas ligações com os signos de Capricórnio e Aquário,a estruturação e disciplina necessárias para o firmamento da Grande Obra Divina na face da terra.

          

Na tradição Oculta o Planeta Saturno possui ligações com o Arcano 20 "O Julgamento", o renascimento e a libertação dos velhos valores para que surja a integração verdadeira na Era de Aquário.

O número 15, assim como a cor verde ( tatwa ou força sutil da natureza chamado Vayu ) também tem suas vibrações ligadas a Aiuruoca, reduzindo teosoficamente chegamos ao 6 ( 15= 1 + 5 = 6 ), formando na cabala o quadrado mágico de Saturno que somado em qualquer coluna seus números ( vertical, horizontal ou transversal ) chegando a um dígito resulta o 6.

A cidade de Sri Nagar como polaridade e complemento à Aiuruoca possui a regência da Lua, este o motivo dos caracteres estarem em Violeta, tatwa Apas em relação ao planeta Lua polar e complementar a Saturno.

 

 

 

São Lourenço - A Síntese - 8ª Cidade

Tem como Tônica a "Iluminação". Todas hierarquias divinas vibram em São Lourenço. Todas as vibrações das 7 cidades sagradas contribuem com  a "Luz Síntese" que dela emana. É a Nova capital Espiritual do Mundo.

 

 

 

Como foi revelado de forma profunda pelo Mestre Profº Henrique José de Souza ( JHS ), São Lourenço está conectada com as dimensões espirituais do planeta, os Mundos de Badagas, Duat, Agartha e Shamballah, sempre narrados nos conhecimentos sagrados do Oriente.

 

Astrologicamente poderíamos associar São Lourenço aos 3 planetas exteriores quando são vibrados como consciências espirituais: Plutão- A Vontade Universal ( Pai ), Netuno- O Amor Universal ( Mãe ) e Urano- A Mente Universal ( Filho ).

                    

Todos os 12 signos pertencem a São Lourenço, como se fosse a própria Mãe Divina e seu manto índigo com estrelas, gerando e protegendo tudo e todas as coisas como o Templo síntese de todas as religiões.

 

 

Na tradição Oculta, 3 Arcanos Maiores vibram as consciências de Causa- Arcano 1 - O Mago, Lei - Arcano 13 - A Morte e Efeito- Arcano 21 - O Louco, assim como as Letras Mães do Alfabeto Hebraico, Aleph com O Arcano 1, Men com o Arcano 13 e Shim com o Arcano 21.

 

         

                                                                                                  

 

O Simbolismo do "Olho do Grande Arquiteto do Universo" que a "tudo e todos vê" pode ser associado a São Lourenço, assim como a Rosa Cruz no Ocidente que representa o "Espírito na Carne".

          

 

A Geografia das 7 cidades sagradas mais a central São Lourenço forma a Constelação de Órion, portal das Consciências espirituais e causais para o universo manifestado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Desejo muita luz e conhecimento a todos







fonte: http://www.niltonschutz.com/A%20Era%20de%20Aquario%20e%20as%207%20Cidades%20sagradas.htm
Comments