Medicinas Orientais‎ > ‎Ayurveda‎ > ‎

Monodieta, jejum e desintoxicação

o descanso para o sistema digestivo...

Para a medicina ayurvédica a principal causa de doenças e desequilíbrios tem sua origem no sistema digestivo. Estes desequilíbrios estão essencialmente ligados a uma alimentação desequilibrada, geralmente proveniente de combinações incompatíveis de alimentos, exageros alimentares e o excesso de alimentos industrializados e seus ingredientes de baixo valor nutricional e alto valor calórico. Estes hábitos sobrecarregam o sistema digestivo e apagam o agni (fogo digestivo) permitindo a formação de toxinas que acabam por migrar de seu local de origem – estômago e intestinos, se espalhando por todo o corpo, e atingindo os órgãos vitais. A alimentação ayurvédica preconiza que devemos preferir alimentos de acordo com nosso biotipo, mas muitas vezes o sistema digestivo está tão congestionado que estas escolhas
não são suficientes para o alivio dos sintomas causados por anos de sobrecarga alimentar. Para estes casos a ayurveda indica as monodietas e os jejuns desintoxicantes.

No jejum todos os alimentos sólidos são evitados, ou mesmo qualquer injesta de alimentos, incluindo os líquidos. A ayurveda não recomenda jejum sem nenhum alimento, este tipo de jejum é geralmente realizado por razões religiosas, em períodos onde não apenas praticantes yoga mas cristãos e judeus, por exemplo, intensificam as orações e meditações e deixam de focar na alimentação do corpo voltando-se ao alimento do espírito. No jejum pode-se beber água ou mesmo escolher algum suco cuja planta possua efeito terapêutico específico para o caso. O jejum é considerado uma prática para renovação espiritual e desintoxicação da consciência através do descondicionamento da mente. O jejum não deve ser iniciado abruptamente, para isso deve-se buscar uma primeira experiência com as monodietas.

A monodieta consiste em comer apenas um alimento por um dia ou mais para aliviar o sistema digestivo e reacender o agni para queimar os excesso de toxinas que estão circulando no trato gastro-intestinal. Quando ficamos um ou mais dias ingerindo apenas um tipo de alimento conseguimos desprogramar o metabolismo, provocando transformações bioquímicas que irão promover a desintoxicação, principalmente através da limpeza do sistema linfático cujos metabólitos são drenados e eliminados durante a prática. Para a ayurveda, este efeito é explicado através do poder agni eliminando ou queimando ama (toxina), quando o agni não está funcionando bem, a tendência é que o alimento não consiga ser bem digerido, causando dificuldades para que posteriormente os nutrientes sejam bem absorvidos bem como seus princípios teraoêuticos. A monodieta pode ser direcionada para casos específicos através da indicação da escolha do alimento a ser ingerido, que terá seu poder terapêutico potencializado durante o tratamento – por exemplo monodieta de rabanete em combate ao ácido úrico ou de melancia para fortalecer o sistema urinário, propriedades concentrads. A monodieta também é muito eficaz para o tratamento de disturbios alimentares como a compulsão por doces e alimentação excessiva e , apesar de emagrecer, não deve ser utilizada com esta finalidade
Além da escolha do alimento apropriado que deverá ser ingerido, durante o tratamento deve-se estimular o fogo digestivo com chás picantes como o de gengibre e temperar o alimento com especiarias digestivas.

Para cada dosha, muitas possibilidades de alimento..

Pitta

Alimentos: maçã cozida, arroz integral bem cozido, rabanete, suco de uva, suco de romã, inhame, água de côco.
especiarias: coentro, cominho, canela, gengibre, feno greco e cúrcuma e pimenta do reino.
Duração: 1 a 4 dias
Jejum: 1 dia

Vata

Alimentos: arroz branco (o integral é pesado para a digestão do biotipo vata), kichadi, quinoa, polenta (milho), banana ou abacaxi cozidos com canela, manga.
Especiarias: canela, cominho, cravo, cardamomo, erva doce, escarávia e gengibre.
Duração: 1 a 3 dias
Jejum: vata é o único dosha que não deve fazer jejum, sua característica etérea é potencializada pela abstinência de alimentos, podendo agravar ainda mais o desequilíbrio.

Kapha

Kapha é o dosha que deveria fazer monodieta mais regularmente que os outros doshas, pelo menos 1 dia por semana pois tende a acumular muita toxina.

Alimentos: arroz integral bem cozido, abóbora, inhame, maçã, pêra e caqui. Especiarias: todas as pimentas, semente de mostarda, gengibre, canela.
Duração: até 7 dias
Jejum: 2 dias

Propriedades do inhame: depurativo, desintoxicante e regulador. Essa dieta é utilizada no tratamento de infecções agudas ou crônicas de qualquer tipo, em especial as amigdalites, abscessos, inflamações articulares, reumatismo, crises de gotas, sinusite, deficiência imunológicas, doenças articulares, inflamações e infecções renais ou urinárias. Como o inhame possuem propriedades que combatem a formação de célula s malignas, a dieta também pé indicada para casos de tumores(benigno ou maligno). Propriedades da abóbora: ajuda a controlar o nível de glicose em casos de diabetes, depura o sangue do mau colesterol.

Normalmente essas dietas podem provocar reações, como dor de cabeça, fraquesa, indisposição, irritabilidade, diarréia e/ou fezes com odor forte e eventualmente prisão de ventre no primeiro dia. Estes sintomas tendem a ser mais intensos em organismos muito intoxicados, mas logo desaparecem. Para isso, é indicado tomar suco concentrado de gengibre e limão. Após o primeiro dia de tratamento e passadas as fases mais difíceis do processo, os efeitos da monodieta e do jejum começam a se manifestar. No lugar do desconforto fruto de nossos condicionamentos, uma incrível sensação de felicidade, leveza e bem estar passam a se manifestar no corpo e na mente. Paz mental, clareza de idéias e criatividade passam a preencher a consciência.

Importante: Jejuns longos podem agredir o corpo pois consomem massa muscular.;O jejum é contra indicado para gestantes.
Sempre procure acompanhamento especializado antes de decidir fazer um tratamento mais longo, tanto nos casos de monodieta como os de jejum pois estas terapias além de movimentar toxinas, afloram emoções. Massagens e aromaterapia são terapias de apoio às intercorrências durante os jejuns e monodietas.

Om shanti!

http://saladeayurveda.blogspot.com/2009/10/mono-dieta-jejum-e-desinto...
.html
Comments