Calor e umidade

O calor e a umidade, duas das seis influências nocivas na Medicina Tradicional Chinesa, têm efeitos opostos sobre o corpo. Enquanto o calor causa o aumento de atividade, a umidade leva estagnação ao sistema. Cada uma dessas influências tem seu próprio conjunto de síndromes associadas com seus efeitos.

Calor

O calor, ou fogo, é uma influência nociva do yang. Como na natureza, o calor causa a expansão e o aumento de atividade. Quando em desequilíbrio, o calor leva à irritabilidade, febre e condições inflamatórias. Por sua natureza, o calor sobe, aparecendo na forma de rosto e olhos vermelhos, dor de garganta (em inglês) e vertigem (em inglês). Se o calor afetar o coração ou o fígado, isso pode resultar em raiva. O calor tende a afetar os fluídos do corpo, levando à sede, constipação (em inglês) e urina escura. Como ele pode produzir vento, o calor pode levar a espasmos.


Síndromes do calor
Vento-calor: essa condição bastante comum aparece principalmente na forma de resfriados comuns e gripes. O vento se combina com o calor para produzir sintomas de febre (em inglês), dor de garganta, sede, cefaléia (em inglês), sudorese, pulso rápido e, às vezes, ponta da língua vermelha. O princípio do tratamento é repelir o vento e eliminar o calor com acupuntura e fórmulas herbárias.

Calor excessivo nos órgãos: os sintomas dessa condição de excesso de yang geralmente são: irritabilidade, sede, garganta seca, urina concentrada (escura ou espumosa), constipação, língua vermelha com saburra amarelada, e pulso cheio e rápido. Outros sintomas dependem do órgão afetado. Por exemplo, o fogo do coração produz distúrbios emocionais severos. O fogo do estômago pode causar úlceras bucais (em inglês). O fogo do fígado pode gerar raiva extrema. O fogo dos pulmões pode produzir um acúmulo de muco amarelado nos pulmões. Em todos os casos, o tratamento é eliminar o calor excessivo com ervas e a manipulação de pontos de acupuntura que têm afinidade com o órgão afetado.

Calor deficiente:
esta síndrome é causada por uma deficiência no aspecto yin, refrigerante, de um órgão, e o desequilíbrio resultante faz o calor aflorar. Os sintomas gerais de calor deficiente são bochechas vermelhas, sudorese noturna, irritabilidade, infamação crônica, língua vermelha sem saburra e pulso fino e rápido. Outros sintomas dependem do órgão afetado. Quando os rins apresentam calor deficiente, infecções crônicas do trato urinário podem ocorrer. O calor deficiente nos pulmões - que pode ser ocasionado pela fumaça (em inglês) do cigarro - pode levar a uma tosse (em inglês) seca crônica e o calor da deficiência de yin do coração pode causar insônia.


Umidade

Na natureza, a umidade penetra o solo e tudo o que entra em contato com ele, e isso resulta em estagnação. Quando algo se torna úmido, ele pode levar um longo tempo para secar novamente, especialmente nos climas úmidos. A influência da umidade patogênica do yin tem qualidades similares: ela é persistente e pesada, e isso pode ser difícil de resolver. Uma pessoa que passa muito tempo sob a chuva, vive em um ambiente úmido, ou dorme no chão pode ser suscetível à umidade externa.

Da mesma forma, uma pessoa que ingere grandes quantidades de sorvete, alimentos e bebidas gelados, alimentos gordurosos e doces, está propensa a desequilíbrios da umidade interna.
A umidade tem ambos os aspectos: tangíveis e intangíveis. A umidade tangível inclui fleuma, edema (retenção de fluídos) e secreções. A umidade intangível inclui os sentimento subjetivos de abatimento e vertigem de uma pessoa. Pulso "escorregadio" e saburra gordurosa na língua geralmente acompanham ambos os tipos de umidade. Em geral, os sintomas de umidade no corpo incluem a retenção de água, sudorese, sensação de peso, tosse ou vômito de fleuma, e pele com erupções que purgam ou apresentam crostas, como eczemas (em inglês).

Como a umidade é pesada, ela tende a afundar e afetar as partes inferiores do corpo: uma pessoa pode ter a sensação de afundamento ou peso, e inchaços nas pernas com freqüência. Essas características são opostas às do vento, que tende a afetar a parte superior do corpo. Quando a umidade se combina com o calor, a condição de umidade-calor se desenvolve, o que pode causar sintomas como urina escura e espumosa, fezes fétidas e pegajosas, secreções vaginais amarelas e icterícia (em inglês).


Síndromes da umidade
Vento-umidade: essa forma de resfriado comum (em inglês) é caracterizada por calafrios, cefaléia, febre noturna, náusea e diarréia (em inglês). Uma pessoa pode descrever a sensação como se uma toalha úmida estivesse enrolada em sua cabeça. O tratamento inclui moxabustão e ervas aromáticas que repelem o vento e drenam a umidade.

Dores nas juntas de vento-umidade: essa condição é caracterizada por uma dor pesada e entorpecimento que podem persistir em certas juntas. A dor reumática que piora com clima úmido é um bom exemplo desse tipo de desequilíbrio. A condição tende a ser crônica e resistente a tratamento. O tratamento com acupuntura e moxabustão pode aliviar a rigidez e a dor. As ervas que eliminam o vento-umidade, como galhos de amora (sang zhi) e gravetos de canela (em inglês) - gui zhi, são usadas para diminuir o inchaço e melhorar a circulação, seguindo o princípio chinês de usar "galhos (membros de árvore) para tratar ramificações (membros do corpo)".

Umidade e toxinas na pele:
esta condição inclui qualquer inflamação da pele que também tenha uma natureza úmida e vertente, como eczemas, úlceras de pele e reações alérgicas que produzam uma secreção (erupções da pele que purgam ou apresentam crostas). As ervas são usadas tanto internamente quanto na forma de cataplasmas tópicos.


Umidade interna: geralmente devido a um desequilíbrio no baço, os sintomas da umidade interna incluem inchaço (em inglês), diarréia, falta de apetite, alimento não-digerido no intestino, fadiga e possível edema na área abdominal. Quando uma pessoa tosse muco logo após ingerir sorvete, isso demonstra que um baço frio produz umidade. Como a umidade excessiva no baço é armazenada nos pulmões, um baço úmido geralmente pode levar a freqüentes resfriados e alergias. O tratamento da umidade interna se concentra na eliminação da umidade com ervas diuréticas e na ativação do baço com ervas tonificantes.






fonte: http://saude.hsw.uol.com.br/medicina-chinesa-causas-das-doencas4.htm
Comments