Atividade recente no site

Aurora - O Centro Planetário



AURORA – essência cósmica curadora, é uma das civilizações não físicas intraterrena que existem aqui neste Planeta. E esta civilização auxilia o homem não só a se integrar melhor no mundo em que ele existe, isto é, neste mundo de superfície, em algumas dimensões, mas, também ajuda o homem a ir se integrando internamente com dimensões extraterrestres e também com civilizações extraterrestres.


Porque, se o home não tivesse contatos com civilizações superiores, ele não conseguiria ultrapassar os limites da raça humana de superfície.

Nós podemos ultrapassar certos limites só quando entramos em contato com algo que vá além dos nossos limites. Então, não haveria possibilidade dessa civilização da superfície ultrapassar o ponto em que vive, se ela não tivesse contatos interiores com civilizações mais avançadas, com mundos mais avançados.

Esta raça humana que está superfície, esta parte da humanidade, ela se inclina a tudo aquilo que é visível. Então, ela tem muitas carências por causa disto; que só podem ser supridas se ela se voltar para aquilo que é imaterial; se ela se voltar para aquilo que é interno.

Mas isto não é um assunto só da humanidade da superfície. No Planeta Terra, como um todo, deve haver uma relação maior entre o que é material e o que é imaterial. Todos os níveis da Terra que são materiais, ou metais, ou astrais, isto teria que ter um contato mais frequente com aquilo que é imaterial; que é para haver mais equilíbrio, mais harmonia ou, em palavras humanas: mais felicidade.

Não pode haver felicidade se nós estamos vendo as coisas do ponto de vista externo. Precisa haver um equilíbrio entre aquilo que você vê nas coisas, entre aquilo que você percebe e aquilo que você não vê na mesma coisa.

Então, este equilíbrio falta no homem da superfície e, AURORA, procura levar os seres interiores, os seres internos, a este equilíbrio. Porque este é o único caminho que nós temos para chegarmos às dimensões cósmicas. Para chegarmos a perceber os mundos cósmicos ou algo fora da Terra, ou algo fora dessas dimensões visíveis.

AURORA não está nos levando artificialmente à essas uniões internas e cósmicas, porque a meta do homem da superfície é retornar à consciência cósmica e imaterial da qual ele veio, da qual ele provém.

Então, AURORA está nos ajudando, está colaborando para que nós assumamos este cominho do retorno.

Para nós, não é um exercício especial nos voltar para o imaterial, isto é apenas nós retornarmos, voltarmos para onde viemos.

Então, isto não é nada de estranho para o ser humano. Mas, para o homem da superfície isto é uma novidade.

Então, AURORA está formando as nossas almas; AURORA está ajudando as nossas mônadas a empreenderem este retorno; a retomarem este caminho. Mesmo porque, como muito bem se sabe, em AURORA essas experiências que a raça humana faz aqui na superfície não são suficientes para o seu desenvolvimento.

A raça humana tem muitos planos de consciência e, uma experiência limitada à superfície do Planeta ( o que significa a superfície das coisas – superfície do planeta é análogo a estar na superfície das coisas; por isso é que estamos na superfície, porque vivemos na superfície da vida, não aprofundamos a vida); então, nós precisamos entrar neste processo de irmos descobrindo, de irmos nos unindo com os diferentes planos de existência. Porque, esta vida, na superfície da Terra e a vida que a superfície da Terra oferece não são suficientes para o nosso desenvolvimento.

Para nós termos um desenvolvimento correto, nós precisamos ter contatos com outras oportunidades que a vida de superfície não dá, por estar na superfície do Planeta.

Então, nós precisamos desta ajuda; precisamos desta atração de tudo aquilo que é interno, de tudo aquilo que é interior. Nós precisamos da ajuda destas civilizações intraterrena ou extraterrestres que estão dispondo de outros níveis e dispondo de outros recursos de desenvolvimento que estão dispondo de outros níveis e dispondo de outros recursos de desenvolvimento para que o nosso Ser Interior não fique limitado à isto que a superfície da Terra oferece.

Nós estamos na superfície da Terra, mas necessitando de aprofundar as coisas.

Não podemos estar limitados, restritos à vida de superfície.

Nós não poderíamos estar vivendo só a nossa vida física, concentrados em nosso corpo físico, nos nossos assuntos físicos, na matéria física - que é o que corresponde à superfície da Terra. Nós temos que aprofundar esta vida. Temos que aprofundar a nossa visão, a nossa compreensão.

Então, AURORA irradia este estímulo para nós todos. E, também, AURORA trabalha para introduzir ou trabalha para preparar o Planeta como um todo. Porque AURORA é um CENTRO PLANETÁRIO dos mais adiantados, dos mais evoluídos.

Então, AURORA tendo uma consciência extraterrena (porque tem ali uma consciência extraterrestre e tem contatos com núcleos extraterrestres potentíssimos da evolução, tem a possibilidade de introduzir, cada vez mais, a energia divina aqui na Terra). E isto é muito importante para as nossas mônadas que vivem no Plano Monádico. E, a energia divina está além do plano das nossas mônadas.

Então, AURORA prepara o caminho mais completo para as nossas mônadas. AURORA atrai, introduz a Vida Divina aqui na Terra através da sua civilização, através dos seus membros e, com isto, vai colaborando pra que as coisas na Terra sejam mais afinadas com o Plano Evolutivo Superior.

Então, o que existe de divino na Terra, o que existe de transcendente aqui na Terra, que vá além desta vida externa, desta vida material, isto tudo, está muito baseado em AURORA. Está muito baseado na presença de AURORA ativa. Porque é um CENTRO ativo aqui NO Planeta desde o princípio.

Para fazer isto, AURORA, como CENTRO PLANETÁRIO trabalha, retirando forças conflituosas do Planeta. Retirando forças contrárias.

Então, é muito amplo o trabalho de AURORA. O trabalho de AURORA em muitos setores é no eliminar essas forças contrárias, no batalhar com essas forças e expeli-las para fora do Planeta.

AURORA irradia IMPULSOS TRANSFORMATIVOS PARA TODOS OS Reinos que estão aqui neste Planeta. Então, há impulsos transformativos e impulsos de transmutação, tanto para o Reino Mineral, para o Reino Vegetal, para o Reino Animal, bem como para o Reino Humano. Todos estes Reinos estão muito impulsionados e transmutados pelas Forças de AURORA.

AURORA corresponde a uma dessas aberturas sutis, a um desses canais pelos quais a energia extraterrestre, a energia cósmica ou a energia de certas Constelações, de certas Grandes Estrelas, de outros sóis, possam penetrar aqui na Terra.

AURORA representa um canal como este.

Houve um momento, houve um tempo, em que tudo isto era muito evidente no plano físico, inclusive. Tanto assim que, este livro que nós dedicamos a AURORA, mostra vários fatos externos, que dizem respeito a todas estas atividades.

E, aqueles fatos externos que o livro mostra, aquilo pertencia a uma fase na qual a parte física do Planeta precisava ter um contato mais direto com as Forças de AURORA.

É desta é prova, por exemplo, que surgiam nos campos de uma certa área da superfície, de uma certa região do URUGUAI, que corresponde a AURORA no plano físico; ali, então, surgiram marcas no chão para que até a parte física do Planeta e das pessoas fossem atingidas por esta energia.

Da mesma forma, houve um outro símbolo bem material que foi o símbolo da união entre os planos internos e os planos externos, que, no livro é reproduzido por aqueles episódios da árvore UMBU, onde houve uma explosão. Tudo aquilo ficou bem simbolizado fisicamente.

Como a Gruta de Padre Pio, que existe no plano físico, aquilo que é uma referência para nós para vermos ali os dois lados do SER, os dois lados de uma Entidade. Então, uma Entidade, um SER, agindo e, ao mesmo tempo o seu lado humano; isto é, Padre Pio que é o lado material, o lado humano, o lado externo de uma grande Entidade.

Então, a Gruta, com a imagem e, com tudo aquilo que representa de externo, aquilo está ali como contraponto para ajudar a unir aquilo que é externo com aquilo que é interno; para aquilo que é a Entidade; que representa todas essas forças de unificação entre esses planos.

Quanto ao fato das luzes que sempre foram muito frequentes naquela área e que são frequentemente também no céu (e, quando nós falamos de luzes – luzes cósmicas ou luzes no céu – nós não estamos falando de luzes das estrelas nem de meteoros; nós estamos falando do revestimento das consciências de Grandes Seres, as Consciências Superiores que, para chegarem até nós e para irradiarem para nós, fisicamente, também se revestem de Luz; e, para nós, é luz material). Então, quando nós falamos dessas luzes cósmicas, nós não estamos falando de nenhum fato astronômico, de nenhum fato tipo de fenômeno que não seja a manifestação física desta Consciência Universal.

Então, se nós presenciássemos uma luz no céu ou se nós somos chamados a perceber uma luz no céu, nós não estamos diante de nenhum fato astronômico. Nós não estamos diante de nenhum fenômeno como esses que a Ciência conhece. Nós estamos diante de uma manifestação de uma Consciência Superior.

Essas luzes, para nós que observamos e que chegamos a vê-las, isto são os veículos, são os corpo ou o revestimento que certas Hierarquias usam e que certas forças _energias – muito evoluídas usam para poder fazer um certo trabalho sobre nós.

E, essas consciências, elas provém de Núcleos distantes, por isso, nós as vemos no céu, não vemos aqui na Terra, não vemos aqui na superfície. Nós as vemos no céu, simbolizando Consciências presentes que estão aqui e que veem de Núcleos muito distantes.

Do ponto de vista do homem, estas luzes promovem aberturas nas nossas partículas materiais, mentais, astrais e etéricas (dependendo da incidência desses raios).

Estes raios destas luzes Cósmicas não nos agridem. Nós podemos ver estas luzes Cósmicas e não estarmos tão atingidos por elas, porque elas respeitam nossa capacidade de receber essa estimulação. Isto é uma estimulação que abre canais em nós, que abre a nossos corpos internos, sutis e até no corpo físico, a possibilidade de a energia espiritual penetrar numa vibração mais elevada, mais sutil.

Então, essas luzes, estão nos trabalhando, no sentido de podermos receber melhor essas energias espirituais; e, essas luzes são Consciências e nós, como não podemos ver a consciência, vemos essas luzes que as representam, que se mostram a nós por essa forma luminosa. E, basta que a gente se disponha a entrar em contato com isto para que isto come a acontecer conosco.

Basta que a gente se disponha. Porque, esta estrutura espiritual, essa ação penetrante da Energia Espiritual sobre nós, não é imposta. Precisa que nós estejamos abertos e disponíveis para passarmos por essa transformação.

Isso significa: as nossas partículas se tornarem mais sutis. As nossas partículas materiais, mentais, astrais, etéricas, se tornarem mais leves, se tornarem menos densas. E nós podemos, ao imaginar estas coisas, nós podemos, com humildade, reconstruir, com a nossa imaginação, essas luzes para trabalharmos com elas conscientemente. Não precisa que a gente as veja. Nós já sabemos que isto existe. Sabemos como é isto. AURORA fez até com que essas luzes fossem fotografas lá na sua área.

Então, nós podemos, com a fé e podemos, com esta compreensão, que AURORA nos ajuda a desenvolver, se nós nos concentramos nessa atividade. E, a partir daí, vamos entrando em contato efetivo, ou mais efetivo, com tudo isto. E, isto é uma ajuda, isto é um auxílio muito considerável ao trabalho que nosso Eu Interno – que é a nossa mônada -, que os nossos núcleos internos estão fazendo no nosso Ser.

Veja que é muito importante nós, como seres conscientes, estamos habituados a perceber, a lidar, só com coisas externas, só com coisas materiais, só úteis aqui. Estamos conscientes nesses padrões. Estamos conscientemente nos coligando com essas coisas. Este é um caminho aberto por AURORA. Isto é o que AURORA nos proporciona. A nossa mente deve estar em sintonia com o grau de consciência que queremos atingir.

Então, aqui está um trabalho nosso. O nosso trabalho é na mente. A mente tem que se habituar a ficar contatando isso, a ficar se afinando com isso. Este é o nosso trabalho mental. É a mente estar colocada nesse caminho que vai nos levar à Consciência Cósmica. E, quando a mente fica sintonizando com estas coisas esta mente fica na frequência adequada para começar a receber, diretamente, essa energia.

Tudo isto pode acontecer com as nossas células mentais. Todo este trabalho de AURORA ou esta ação das luzes cósmicas no setor de AURORA chega até a nossa mente. Isto ajuda, influi, impulsiona até nossas células mentais. Nós ficamos com a capacidade de compreender certas coisas e de certas coisas não ficarem só no nosso mundo interior mas, em nós podermos trazer para nossa consciência humana, dentro deste mundo, podemos conceber certas coisas e que mudam, bastante, a vida aqui na Terra. Por exemplo, que, o mundo de superfície não é o nosso habitat.

Isto nós temos que compreender com a nossa mente, com a nossa consciência humana. Porque, a mente tende a achar que esta é a nossa casa. Para compreender que isto não é a nossa única casa, que a nossa casa é muito mais ampla. Que, nós temos o nosso Ser em muitas outras situações. Percebem que amplificação é isto? Percebem como vamos lidar como vamos lidar com as coisas desta casa de superfície que temos e desta vida de superfície? Percebe como vamos lidar isso de forma diferente?

Porque, se você sabe que tem o Universo à sua disposição, isto faz você entrar em contato com outras vibrações. Faz mudar sua vibração e, esta casa que nós frequentamos aqui, esta vida de superfície, vai mudar de qualidade.

Para tudo isto, nós precisamos de uma prática. Precisamos de um contato com estas coisas para que a nossa consciência possa se firmar mais nesses outros lados da vida. E nós temos os meios para isto. Durante o sono, ou nos sonhos, ou nos momentos de verdadeira interiorização. Nós temos essa possibilidade; e, no sono ou nos sonhos ou nos momentos de interiorização, nós podemos estar em AURORA. E, nesses contatos, durante o sono, principalmente no sono profundo, durante o sono e em alguns sonhos e durante os momentos de interiorização, AURORA nos ajuda a reconhecer as nossas metas superiores, a reconhecermos o nosso Destino Superior; e, como em AURORA convergem tantas civilizações, não terrenas, mas extraterrestres também, nesta energia de AURORA, nós conseguimos começar a contatar, e conseguimos começar a perceber o nosso Destino Superior, a nossa função superior. Isto é antecipado para nós.

Então, nós podemos ter já no nosso Ser, a antecipação dessa experiência futura dentro dos limites que a nossa estrutura humana permite.

Para alguns seres, hoje em dia, a decomposição desta civilização de superfície, ou esta transição pela qual esta civilização está passando, para alguns, isto é um ponto crítico, isto é um ponto de crise. Mas não para todos, porque há aqueles que, quando entram em contato com esta situação da civilização de superfície, não entram em crise, não entram nesta situação de decadência. Mas, se coligam com o fato de que é através de uma decomposição como esta, dessa civilização, é através disto, que algo se liberta, algo emerge, que é a síntese de todo o positivo que essa civilização chegou a criar.

Então, coligados com AURORA ou, coligados com a energia de AURORA, nós não participamos da decomposição que acontece hoje. Isto é uma decomposição evolutiva; porque, depois da decomposição desta civilização da superfície, e, depois do que emergir daí, como síntese positiva, aí começará uma nova vida; começará uma Nova Humanidade; começará uma Nova Civilização.

Então, AURORA nos ajuda a, nestes momentos, nesses momentos que chamamos críticos, bastante decisivos para a Transformação do Planeta, AURORA nos ajuda a ficar nessa síntese do melhor que a humanidade de superfície produziu. Dessa síntese elevada, que emerge de toda essa decomposição. E, AURORA nos dá a clareza para fazermos parte dessa Civilização da superfície, nos dá a possibilidade de estarmos neste processo, sem misturarmos as coisas e de vermos bem claramente o que é decomposição e o que é qualidade que emerge e que é positivo deste estado de purificação e de aparente caos.

Toda esta compreensão mais ampla, esta compreensão que permite que nós estejamos nessas dimensões físicas e nestes planos físicos, astral e mental da superfície, o que nos ajuda muito nesta compreensão é a polaridade feminina do Planeta. E, esta polaridade feminina do Planeta também é representada por AURORA, neste momento. Então, essa polaridade feminina que nos leva a uma compreensão mais sutil, uma compreensão mais elevada, isto é muito na energia de AURORA.

Quando se fala em polaridade feminina, não se está falando em nada no Plano Físico; se está falando no plano da compreensão; se está falando no plano da intuição que, na polaridade masculina se tem outras possibilidades. Mas, nunca nós tivemos uma intuição tão disponível do que agora, neste momento, em que a polaridade feminina do Planeta começa a emergir e, AURORA representa muito isto.

Então, diante de AURORA, nós praticamente estamos diante da polaridade feminina que amplia, que eleva, os nossos dotes intuitivos e, a partir daí, nossa compreensão será sempre mais ampla. Porque, se a nossa compreensão chegou ao ponto de estarmos diante destes assuntos, esta compreensão na polaridade feminina que agora o Planeta manifesta e que AURORA representa esta polaridade feminina nos leva a um caminho muito maior de compreensão da vida e, principalmente, de compreensão do Universo. Porque, nós precisamos ter compreensão do Universo; porque, nós precisamos ter compreensão do Universo para não ficarmos prisioneiros de um planeta; restritos às formas de compreender e às leis de compreensão de um determinado planeta.

Enfim, nós não precisamos estar restritos a um planeta; e, a polaridade feminina do Cosmo, do Universo e, portanto, do planeta, também nos dá está oportunidade de quase infinita compreensão, se nós formos comparar isto com nossa compreensão atual ou com a compreensão que tínhamos momentos atrás.

Então, nós estamos bem dentro desta polaridade e estamos muito respaldados, muito guiados. Estamos muito protegidos por este CENTRO PLANETÁRIO que, embora seja um Centro Planetário, é feminino; embora, seja uma energia de Primeiro Raio, seja uma energia de vontade e de poder, única no Planeta, é feminina.

Então, isto está disponível para todos. Esta compreensão maior, esta vida mais intuitiva, esta vida mais ampla no campo da compreensão, no campo da consciência.

***

( TRIGUEIRINHO )




Um pouco mais sobre outros centros planetários:
http://www.trigueirinho.org.br/web/php/centros_planetarios.php



FONTE: http://www.irdin.org.br/palestra/por/audicao.html?cod=3261
http://anjodeluz.ning.com/profiles/blogs/aurora-o-centro-planet-rio
Comments