Ensinamentos de Myong Hin Han

"O dissimulado vive em paz com os outros. O sincero vive em paz consigo mesmo"
Myong Hin Han - Pensamentos

O sábio chinês Myong Hin Han, que viveu durante o reino dos imperadores Yao e Shun, antes do surgimento da dinastia Xia. Ele era um simples camponês que viveu sua vida inteira nos campos. Entretanto, além de camponês, Myong tinha uma grande habilidade para lidar com os seres humanos, a natureza e a fé. Sem alcançar notoriedade durante seu tempo, os ensinos de Myong foram preservados e passados pelos habitantes do vilarejo no qual Myong vivia até serem compilados no reinado de Jie, no fim da dinastia Xia (aproximadamente 1600AC). O único registro "oficial" da vida de Myong Hin Han é uma lista de habitantes da região de aproximadamente 2300AC.

   Myong adquiriu pouca popularidade através dos séculos. Seus ensinamentos eram conhecidos em uma pequena região do sudoeste da China. E após o advento do confucionismo, Myong tornou-se um sábio praticamente esquecido, ainda que seus ensinamentos fossem populares em algumas regiões da China. Entretanto muitos acreditavam ser apenas ditos populares ou atribuiam a outros antepassados. Alguns acreditavam ser ensinos dos Três Governadores Divinos.

   Os ensinamentos de Myong Hin Han foram redescobertos muito mais tarde, aproximadamente em 800DC. Esses ensinamentos começaram a ser timidamente reproduzidos (a partir das primeiras compilações) e acabaram por se difundir na Asia Central.

   No Ocidente, Myong só foi conhecido no século XIX, quando volumes dos seus ensinamentos foram traduzidos por Alfonso G. Pinachietti. Infelizmente, por infortúnios do destino, a primeira edição do livro foi praticamente estragada devido a uma enchente em 1872, em Florença.

   Hoje há quase nenhuma edição oficial dos livros de Myong (nenhuma em português), uma vez que historiadores não têm muita certeza da real existência dele (os próprios reinados de Yao e Shun possuem poucas evidências históricas e muitas evidências mitológicas). As únicas certezas são fragmentos de livros de mais de 2500 anos encontrados na China e certos povoados distantes que contam histórias de um sábio chinês vivido na época do Imperador Shun.

   De qualquer forma, os ensinamentos são muito bonitos ainda que não ligados a uma religião, possuem valores morais e filosóficos fantásticos ditos por um homem que viveu a mais de 4000 anos.

Parábolas de Myong Hin Han

"Um dia um jovem rebelde, conhecido na vila por questionar tudo, vivia criando problemas. Cansado de ouvir recomendações de como ele deveria ser, apareceu e me perguntou:

- Eu soube que o senhor é um sábio. Pois então me responda qual é o sentido da vida?

- Aquela pedra.

O jovem ficou surpreso com a resposta

- Como aquela pedra? - Perguntou o jovem.

- O que aquela pedra significa pra você? - perguntei

- Nada.

- Certo, a grama na qual você está pisando, pra que serve?

- Deixar o chão mais fofo? Sei lá, mas por que tudo isso?

- E os gafanhotos, para que servem?

- Servem para estragar a plantação da nossa horta.

- Então, meu filho, a resposta para a sua primeira pergunta só pode estar dentro de você.

- Como assim?

- Da mesma forma que a pedra não significa nada para você, você não significa nada para o morador da vila vizinha. Da mesma forma que o gafanhoto estraga sua horta, o mundo pode achar que você só serve para estragá-lo. Só você pode dar um sentido para a sua vida. Ou então ficar ali parado, que nem aquela pedra, se for o que achar melhor.

O jovem meio sem jeito agradeceu e foi embora pensativo."


"Em uma das minhas andanças pelo campo, encontrei um camponês que brigava com seu animal, pois o mesmo se recusava a sair do lugar. O camponês usava uma vara de madeira para bater no animal, e gritava com o mesmo, que se recusava a sair do lugar.

Aproximei-me do camponês e perguntei:

- Por que agrides o animal?

- Porque ele se recusa a me obedecer.

Então eu dei uma pancada com minha bengala na perna do camponês que se virou bravo:

- Por que me bateu?

- Porque eu quero que o senhor vá agora e me traga um saco cheio de arroz.

- O senhor está de brincadeira. Eu vou é te dar uns tapas.

- Eu te bati, portanto você deve me obedecer.

- Você está louco!

E o camponês estava irritado e confuso. Então não perdi tempo e lhe disse:

- Se eu lhe bato e não me obedeces, o mesmo faz o seu animal, não importa quanto você o agrida. Trate os outros como gostaria de ser trato e assim poderá obter o auxílio dos mesmos.

O camponês ficou confuso e parou um tempo para refletir. Eu deixei o local e fiquei observando o camponês de longe. Vi que ele não mais agrediu o animal."


Pensamentos do grande mestre chinês

"A felicidade da paixão é tão útil como a luz de um raio. A felicidade do amor é tão útil como a luz de uma fogueira eterna."

"O sonho se distancia da realidade a medida que o fato de realizá-lo se torna mais importante do que o resultado em si"

"No dia em que realmente entendi o que era a morte, descobri também que o que vale no homem é o que ele fez em vida. Naquele dia decidi deixar de ver a vida passar e fazer o melhor possível."

"O rico conquista pelo dinheiro, o forte pelo terror, o nobre pelo poder e o bom pelo amor"

"Aquele que se julga esperto o suficiente para enganar os outros não percebe que é o mais provável de ser enganado, por se achar mais esperto do que é."

"Um jovem é sensato ao aprender com seu avô. Um avô é sábio ao aprender com seu neto."

"Quando chego em casa do campo, meu cão é o único que demonstra a felicidade do meu retorno e vem correndo para mim, como se dissesse: Estou feliz que você está aqui."

"Fico feliz quando meu filho volta da cidade e me conta coisas novas que eu não consigo entender direito."

"Quando meu avô se foi, vi que ele me amava, pois me fazia o bem sabendo que não viveria o suficiente para que eu pudesse retribuí-lo."

"A medida que envelheço, cobro cada vez menos minha esposa e me dedico cada vez mais. Os melhores anos ainda estão por vir."

"Meu amigo veio um dia em casa e quebrou por acidente o vaso legado da minha família. Não o repreendi. A amizade vale mais que mil vasos."

"Cada vez que um servo se curva obrigado diante do seu senhor, ao invés de demonstrar respeito, o servo amaldiçoa seu senhor."
"Confunde-se sabedoria com conhecimento. Enquanto o segundo é fácil de se obter, a primeira é uma capacidade rara e difícil de se obter, uma vez que para isso é necessário abrir mão do orgulho."

"Se a felicidade está no rosto de todos, não há motivos para preocupação."

"Enquanto as pessoas não entenderem o sentimento dos outros, não haverá fim aos conflitos entre os seres humanos."

"Antes de bater em um animal, peça para que alguém bata em você da mesma forma e assim aprenderá qual é a melhor forma de lidar com os animais."

"Tornar um homem bom é muito difícil e é necessário mudar toda a concepção de vida dele. Tornar um homem mau é simples. Basta trair sua confiança e ferir seus sentimentos."

"Quando você chicoteia sua mula, ela até sai do lugar, mas torna-se rebelde. Quando você dá uma cenoura para sua mula, ela não só sai do lugar como torna-se obediente."

"O tempo é o maior inimigo das pessoas que agem por impulso. Ele não perdoa e não deixa o erro ser reparado."

"Conhecimento é a mais justa das riquezas pois não pode ser roubado e a única forma de obtê-lo é igual para o pobre, o rico, o poderoso, o servo, o velho, o jovem, o homem, a mulher: pelo estudo."

"Quem ama não é aquele que faz por uma pessoa o que todos os outros podem fazer por ela, mas sim o que faz o que nenhuma outra pessoa faria."

"Antes de fazer qualquer mal ao outro, lembre-se que ele sente a mesma coisa que você."

"Se consegues o respeito dos teus filhos pela força, perderás o respeito quando eles se tornarem mais fortes que você."

Comments