Inveja

Muito me entristece ver a inveja e o egoísmo de algumas pessoas.

A inveja é como uma erva daninha dentro da pessoa, vai sufocando seu próprio coração até que não reste mais espaço para a ternura, compaixão e fraternidade. A inveja, irmã da vaidade e do medo, deixa a pessoa cinzenta, sua aura turva, e com o tempo, debilita seu corpo, já fatigado pela densidade.

Acredito que as pessoas deveriam ficar felizes e alegres pelas boas conquistas das outras pessoas, e não com inveja.

Alegrar-se e agradecer pelas conquistas vindas do trabalho, da gratidão e honestidade, atraem também para quem alegra-se, a mesma prosperidade, enquanto a inveja apenas atrai coisas negativas, já que é um sentimento de baixa vibração.

Vamos tirar essa coisa de dentro, a inveja, o egoísmo, e nos contentar com o que temos, em gratidão ao universo, ao TAO, Deus, pela possibilidade do aprendizado e por nos dar oportunidade de conquistar tudo o que quisermos, desde que exista espaço dentro de nós para bons pensamentos e boas ações.

Somos nós que construímos nosso destino no dia de hoje. Para materializarmos fisicamente o que precisamos, antes de qualquer coisa é preciso um propósito alinhado a nossa alma, portanto é importante a oração, a meditação e a comunhão com as Divindades. Quando estamos em conformidade com as Leis do Céu e da Terra, harmonizando o interno e externo, tudo é possível.

Primeiro precisamos nos alegrar internamente, tanto pelo que temos como pela conquista das outras pessoas, pois o sentimento de fraternidade faz parte do amor que o TAO nos concede, já que tudo e todas as coisas vem Dele.

Sem falsa modéstia, sem egoísmo e vaidade, vamos transformar a inveja em sentimentos de alegria e gratidão, para que todos possamos prosperar, cada um dentro da sua vivencia e necessidade de aprendizado.

Se alguém tem mais, tanto em bens materiais como sabedoria ou energia, aprendamos a nos alegrar e usar os exemplos para nossa conquista, ao invés de enviar sentimentos tão densos e cinzentos quanto inveja e falta de compaixão.

Tudo é apenas ilusão e transitório. Nada é permanente nos universos, já que a mutação é uma constante até a Fonte Que Tudo É. O que ganhamos e conquistamos hoje, são apenas alguns meros artefatos para nossa evolução e experimentação. Gerar apego para com as coisas, apenas prende e afunda a energia para um lamaçal viscoso.

As guerras, brigas, desavenças e essa caótica sociedade atual, muito se dá pela inveja, pela necessidade da conquista de poder, competição... brigas entre países, nações, famílias, tudo isso é porque as pessoas mais reclamam do que agradecem. Focam tanto na mídia e no prazer mundano (sensorial), que esquecem de aprofundar seus estudos e esforços no desenvolvimento espiritual, portanto estão sempre insatisfeitas com o que acreditam possuir, mesmo nada possuindo realmente.

A falsa sensação de posse trás muito sofrimento, o apego gera muito sofrimento, a falta de compaixão gera muito sofrimento, e mesmo sabendo disso, ainda sim, algumas pessoas teimam em amargurar seus corações com essa energia.

Quando entregamos nosso corpo, mente e alma aos cuidados do TAO, permitindo que a Lua Divina e as energias luminais do Céu e da Terra caminhem através de nós, unidos na chama imaculada do amor, temos todo o universo como nossa morada cósmica, e o Amor de Deus como puro e infinito contentamento.

O mais simples e humilde pode viajar pelos dez mil caminhos, sem carregar nem mesmo uma palha de arroz.

Que o Amor e a Paz flua em benefício de todos os seres.


Paz e Luz!
Terry

Comments