Sobre o lixo...


Olá Pessoal,

Agora a pouco, no meu horário de almoço, surgiu uma conversa mental bem interessante que tomo a liberdade de compartilhar com todos que queiram pensar mais no assunto.

Como alguns sabem, sou praticamente frugivorista, ou seja, me alimento somente de frutas quase todo o tempo. Antes que alguém critique dizendo que me viu comendo outra coisa, abro algumas exceções em ocasiões especiais, onde como verduras e legumes, mas nada além disso, só abro exceção para legumes e verduras e olhe lá!

Voltando ao assunto, quando estava saindo, indo caminhar um pouco e tomar um suco como costumo fazer durante a semana, (já que não almoço da forma tradicional fico andando, respirando um pouco para refrescar a mente...rs), surgiu um "pensamento" e uma imagem mental do planeta "falando" sobre a quantidade de lixo que os seres humanos fisicamente geram no ambiente (sem levar em consideração a mente coletiva com pensamentos negativos que também são uma forma de lixo para o planeta e para todos nós).

Pensando nisso, resolvi fazer um calculo simples para aqueles que não tem medo de olhar o que está ao seu redor, e repensar um pouco os próprios atos.

- Temos hoje estimado no planeta, cerca de 6.5 bilhões de seres humanos fisicos, ou seja, encarnados;
- Estatisticamente, cada ser humano gera em média 700 gramas de lixo por dia;
- Isso representa em cada dia, 4.55 trilhões (ton) de lixo na água e no solo;
- Por mês, 136.5 trilhões (ton) e por ano, 1.63 quatrilhões (ton) de lixo;

Todo esse lixo é gerado por todos nós que fazemos parte desta dita sociedade, que está mais para caos humano que comunidade humana!

Mas o foco aqui é pensar como podemos melhorar isso no meio deste caos, como podemos fazer algo pessoalmente para nos ajudar e ao planeta como um todo, pensando somente na questão ALIMENTAÇÃO.

Porque alimentação? Porque comecei a brincar com os números e buscar uma forma em que as pessoas possam ajudar sem precisar de nada além de força de vontade. Pensando em uma forma de ajudar qualquer um que realmente queira sair um pouco do comodismo diário e repensar a forma de ver as coisas ao redor, sem precisar se isolar ou criar resistência achando que é impossível mudar o planeta.

Mas olhá só, não estou aqui para julgar ninguém, não é esse o ponto, apenas colocar um foco a mais para repensar conceitos, nada além disso.
Nem vou tocar em certos assuntos sobre a questão energética, que é muito mais grave, mas que fica para próxima oportunidade.

Considerando os números, dos 700 gramas gerados por dia por uma pessoa comum, cerca de 400 gramas estão relacionados direta ou indiretamente com alimentação, isso mesmo, cerca de 57% do total.

Dentro destes 400 gramas, levando em consideração apenas a parte alimentar, encontramos:

- Resíduos alimentares;
- Vidro;
- Plástico;
- Papel ;
- Metais diversos;
- Produtos químicos;
- Isopor;
- e tantos outros que poderia ficar horas escrevendo...

Isso tudo, levando em consideração apenas o produto final, ou seja, o que a pessoa gera de lixo, sem pensar no lixo gerado pela empresas e industrias fabricantes que processam, empacotam, transportam e todo o ciclo logístico desta malha caótica, sem falar dos matadouros, que nem vou entrar no mérito da matança dos pobres animais!

Pensando nisso, resolvi fazer estes cálculos levando em consideração uma pessoa mais "natureba", seja frugivora ou crudivora, o mais próximo ao natural possível.

Escolhi este tipo de alimentação pelos seguintes motivos:

- Quem come somente frutas a maior parte do tempo, quase não gera resíduos;
- Comendo frutas ou alimentos crus, não sustenta industrias e empresas que usam embalagens, produtos químicos para fabricação e tudo mais que conhece e prejudica o meio ambiente;
- Para quem come frutas, as fezes praticamente não são tão tóxicas como de uma pessoa que come de tudo, ou seja, mesmo indo para a água não afeta negativamente o ambiente (pesquise a respeito se dúvida);
- O que sobra quando termina de comer, são apenas cascas e sementes, absorvidas completamente pela natureza;
- Não precisa quase escovar os dentes compulsivamente, três ou quatro vezes por dia, já que não gera cáries da mesma forma, e com isso evita pasta de dentes na água que é toxica para o ambiente, entre outros fatores;
- Se come frutas, as empresas precisam se dedicar mais ao plantio, e se usar orgânicos, ainda ajuda a reflorestar as matas de forma correta;
- e por ai vai, pontos positivos não faltam, fora os beneficios para o corpo e mente que não vou descrever aqui...

Enfim, levando todos os pontos e fazendo uma conta simples, chegamos a tabela:


Não preciso comentar os números, eles falam por sí mesmo!

Enquanto dentro de uma alimentação comum temos em média 700 gramas de lixo por dia, na natural temos em média 350 gramas no máximo, podendo ser menor dependendo da pessoa e da forma como conduz seu dia a dia nos outros itens fora da questão alimentar.

Claro, não tenho como provar estes números e nem pretendo, mas tenho certa segurança em dizer que são verdadeiros levando em consideração uma avaliação das pessoas que estão ao meu redor.
Não sou médico nem nada do tipo, então apenas posso dar exemplos e opiniões, mas que cada um tire suas conclusões e siga seu coração!

Existem tantos pontos que poderia discutir aqui para tentar mostrar que uma mudança na alimentação pode ajudar de muitas formas... mas não adiantaria nada, já que a mudança depende exclusivamente da pessoa e da vontade de mudar.

Para quem se interessou e resolveu pensar melhor na sua conduta diária, na forma como interage com o meio ambiente e com este planeta, peço por gentileza que pesquise mais sobre o assunto. Existem muitos materiais bons, e hoje em dia temos disponível vasto acervo de livros e textos para ajudar, basta querer.

A alimentação natural favorece a todos nós, tanto fisicamente como energeticamente. Não vou entrar neste mérito como já disse, mas é preciso repensar muito a questão deste caos planetário em que estamos, e se você sempre defende mas nunca encontrou uma forma de ajudar o planeta de maneira direta, aqui está uma forma que pode ajudar, mudando a forma alimentar, evitando tanto fast-food e produtos industrializados, partindo para uma verdadeira alimentação consciente.

O planeta e seus seres de luz na natureza, agradecem quando trata esse assunto, porque teu lixo vai diretamente ao encontro da casa onde moram. Pense nisso, o ser humano suja a casa dos animais, dos devas, dos elementais, escondendo dos seus olhos aquilo que ele mesmo criou.

Esconder embaixo do solo, dentro dos rios e mares, são elimina o problemas, apenas coloca sua responsabilidade nas costas de tantos seres que não precisam disso, mas que suportam toda a carga que tira da sua casa e manda para a deles.

Como disse antes, não estou julgando, também faço parte desta dita "sociedade" enquanto humano... mas juntos, todos os que não concordam com o comodismo atual, a estagnação, o conformismo de massa, podemos ajudar de forma simples e direta, a pelo menos fazer nossa parte. Mesmo que um pequeno pedaço, esse pedaço com certeza irá ajudar muito a você e muitos outros seres.

Para aqueles que conhecem a parte energética de tudo isso, pensem nos benefícios para seu corpo e sua mente, pense em todos os devas e elementais do planeta, pense nos seus órgãos e células e em todo sistema vivo que as pessoas ignoram porque não conhecem, mas que estão dentro e ao nosso redor, pense e reflita sobre o impacto energético no planeta como um todo...

Pesquise mais, repense, conheça pessoas que a décadas praticam uma alimentação diferente, converse mais, se informe, porque quando uma pessoa se torna exemplo, beneficia a outras tantas pelo caminho!



Na Paz e Luz!
Terry
Comments