Até lá

Nossa, as vezes fico pensando, pensando, 
mesmo quando não penso em nada,
um "tantão" de coisas flutuando por dentro,
o mundo girando em voltas e eu aqui,
parado meditando no agora...

Quantas possibilidades no horizonte,
quantas formas e não formas no infinito,
bom é vivenciar as vivencias,
sem prender-se a nada,
sendo o Ser, completo Amor.

Há pouco senti o fim no inicio,
e percebi que o inicio não existiu,
o fim tornou-se parte no infinito,
assim como o inicio,
parte de uma grande poesia épica.

O que será nunca será se não formos,
quando os olhos se fecham,
a mente retrai e todo o resto vibra,
mas quando fecha os olhos para a verdade,
nunca poderá existir,
já que você forma a verdade,
co-criando um pequeno pedaço de Toda a Verdade.

O Amor é algo sem tempo,
mesmo inúmeras vidas passando,
o caminho nunca deixar de ser Amor.

Como algo que nunca teve principio,
pode iniciar ou terminar,
fora do agora? 

Não! O amor não tem vórtices ou tempos,
vidas passadas ou futuras,
não tem dimensões ou planos,
é apenas amor,
e por mínima que seja a fagulha,
quando desperta,
dentro do seu coração,
quando a chama acende,
nem o mais intenso dilúvio pode apagar.

Essa fagulha é divina,
e o Divino Espírito mora em nEla,
assim como em Tudo e em Todos.

A expressão do amor é única,
basta procurar com atenção em você,
e em todos os seus irmãos, irmãs,
mãe, pai, filhos,
pedras, animais, flores, frutos,
Terra, terra, planetas, 
devas, elementais,
anjos, Orixás,
Mestres e Mestras,
em Tudo O Que É,
e em Tudo o Que Não É,
dentro de você...

Não existe nada,
somente Amor!


Om
Terry
Comments