Declaração ao corpo

Caro corpo onde resido,

eu te amo como tu és,

resido em ti e sei que tu és parte de mim,

somos parte viva do mesmo TAO,

a mesma energia vital que flui pelo prana,

criando esses pontos reluzentes de chi em tudo o que é,

faz de mim algo diferente de ti pela dualidade das energias,

quando apenas um polo existe na imagem inimaginável,

onde qualquer luz e som fundem-se em apenas um ponto,

somos um sem dois, dois sem um,

somos um.

Sei das suas dificuldades na densidade,

sei dos seres de luz que habitam cada célula de ti,

sei também dos vórtices que alinham e alimentam seus vários desdobramentos,

também das tensões que as emoções influem sobre ti,

dos machucados da pele e do coração,

mas nunca se esqueça,

eu te amo muito,

aprendo muito por permitir-me residir em ti,

espero estar correspondendo a essa grande chance que me deu nesse plano,

você não é apenas uma boneca de carne, ossos e energia que me prende aqui,

estou aqui pela vontade da mesma força que gera a tudo,

pela mesma estrutura que forma a energia e cria os universos,

sobre esse tal de TAO,

somos um no mesmo TAO,

pelo equilíbrio dos opostos,

na unicidade de tudo o que é,

sou Eu em ti,

assim como ti em cada elemento de Gaya,

assim como Gaya no corpo do TAO,

como uma célula azul viva no corpo de Deus,

reluzente no mais puro brilho pranico,

assim como tu brilha para mim quando te olho fora de ti,

assim como cada parte de ti faz sua parte,

espero estar fazendo minha parte contigo,

se lhe fiz algo que o tenha prejudicado,

foi por puro descuido e lhe peço desculpas,

também estou aprendendo contigo aqui,

com nossa jornada,

temos muitos caminhos dentro do caminho,

juntos na mesma energia,

amados pelo mesmo que ama e cria,

unidos no TAO de tudo o que é,

sou Eu em ti,

assim como Ele em mim,

eu nEle,

vibrando nesse mesmo amor que só se sente,

não se diz em palavras ou se escreve em cartas,

apenas vibra de luz para luz,

do amor para o amor,

e que mesmo nessas simples linhas que tu lês agora com teus olhos enquanto escreve,

que esse teu sorriso e tuas mãos que digitam esse texto por mim,

também sejam lidas por outros tantos teus irmãos humanos,

por esses tantos corpos físicos com olhos físicos repletos de luz cristalina,

também possam fazer como ti agora,

deixando nos cantos de tua boca esse sorriso maroto,

esse olhar que vejo vibrar enquanto juntos transcrevemos esse e-mail que dedico a ti,

essas linhas que levam em casa palavra um puro desejar de amor,

quando eu aqui dentro de ti te vejo como parte de mim também,

enquanto todas essas células que vejo dentro de ti fazem tantas tarefas,

moldando e modificando tua estrutura...

há, que inspiração gostosa deu agora querido corpo,

que arrepio gostoso sentiu não é?

Sim, esse arrepio vem dessa energia linda dentro do teu coração,

esse coração que nutrimos com amor e respeito,

como é bom poder residir em tua casa por algum tempo,

e que esse tempo possa ser repleto de alegria e amor,

muito amor mesmo,

porque você sabe não é,

quanto mais amor sentimos melhor tu ficas a cada dia,

quando mais nos unificamos na energia do amor divino,

mais perto da paz estamos,

e nessa paz ficamos como estatuas vivas de energia,

indo e vindo nos elementos,

como parte da mesma luz,

o TAO.

Querido corpo,

não te defino um nome porque tu já o tens nessa vida,

estou aqui em ti viu,

para o que precisar estou aqui,

que nossa evolução e nosso aprendizado seja feito pelo caminho da luz,

que estas palavras que tu escreves agora possa transmitir meu amor a todos os que lêem,

tantos teus irmãos corpos como todos os seres que habitam teu corpo,

de células a vórtices de luz,

de alma para alma,

espírito para espírito,

que a luz que ilumina teu coração,

que esse amor que arrepia teu corpo e perfuma o ar com absoluta harmonia,

seja o motivo de um sorriso de amor!

Aqui estou no agora,

em paz te agradeço pelos escritos que escreveste de ti para ti,

de mim para ti,

do Eu para o Corpo do Eu,

há, quanta confusão palavras as vezes trazem não é? (risos)

Somos tantos pontos de luz e calor,

tantos amor amor amor,

que o amor de Deus brilhe em teu coração,

e que esse teu amor divino de luz liquida,

evapore no ar e pela energia do chi,

preencha a todos os coração que agora o leram.

Om Om Om

Namastê,

O corpo e Eu

Dedico ao meu corpo e meu corpo dedica a mim, na unicidade somos Um nEle, no mesmo som (Om), na mesma luz, no mesmo amor (TAO, Deus), em Deus (TAO, Om, Luz, - TUDO O QUE É!)

*Conversem mais com seu corpo, escorram pelo seu corpo, andem dentro dele assim como andam fora dele, mas nunca esqueçam, são apenas um nEle.

Namastê (o Deus em mim saúda o Deus em Ti),

Tchau (o corpo que estou saúda o corpo que estás)

Om ( a unicidade de toda energia, saúda o TAO como TAO)

Terry
Comments