Dual?

A sabedoria consiste em não saber nada,

quando esquece que esqueceu,

toda a verdade é relembrada,

você não deixou de ser o Ser,

apenas esqueceu de o Ser agora.

Não existe aprendizado algum a procurar,

quando buscam verdades geram dualidade,

dentro da dualidade de infinitas possibilidades,

o caminho fica longo,

cada passo de um novo pensamento dual,

uma nova pedra na trilha,

a busca gera mais busca,

não buscar gera inércia,

na inércia a inquietude pelo movimento,

na inquietude a dualidade,

no movimentar e não movimentar da mente,

um balanço,

ainda sim para balançar,

deve haver algo para ser balançado e algo para balançar,

quando se É o Algo,

não existe duvida do Eu.

Buscar o bem ou o mal não significa buscar a essência,

seja o bem mas não busque o bem,

para o bem existir como algo,

deve existir o mal como contrapartida,

se você não busca o bem mas é o bem,

dentro de ti És o que É,

o Ser Absoluto.

Você pode criar e recriar,

quer seja no físico ou no mental,

aquele que cria é criador,

não pode ser criado,

se você é o bem,

existe compaixão pelo amor,

o amor é a forma absoluta,

seja no vazio ou cheio,

o centro É O Que É,

sem ainda ser algo que está no centro.

Polir a mente como um espelho tirando toda a poeira,

não é a mesma coisa que Ser o Ser,

o Ser por si mesmo não pode ser polido,

nem poeira existir para encobri-lo,

 o Ser encontra-se em si mesmo,

na própria existência sem forma e também na forma.

Meditar não significa não pensamento,

sem pensar por todo o tempo,

observa-Se som e luz como Um,

no observar não existe movimento,

nem inércia,

apenas um estado de quietude,

e na quietude das dualidades,

de buscar o que já é seu,

o Eu vem no agora,

você toma consciência da própria consciência,

partindo desta até a superconsciencia,

onde o manifesto e imanifesto tornam-se pura luz,

refletidas e absorvidas no branco puro,

do qual a semente emana amor,

e do amor cria, transforma e destrói a ilusão,

voltando para dentro,

a própria luz,

é amor.

No dia a dia seja o bem,

independente do que lhe aconteça,

bom ou mal,

seja o bem e faça de si a causa da existência,

se você emana o bem seja qual a circunstancia que lhe aconteça,

a ressonância fará seu trabalho,

cada parte do ser tem seu "contrato",

das pedras a água,

da Mãe Gaya ao Universo,

da primeira a ultima dimensão,

tudo tem Sua parte no Grande Iluminado,

e ressoa o canto do amor,

porque do amor tudo veio,

e para Ele mesmo irá voltar,

nunca indo e vindo,

a volta que lhes componho em linhas,

nunca saiu do agora,

não existe no ir ou vir,

nem ficar ou deixar,

apenas existe por si mesmo,

cada partícula divina é por si mesma iluminada.

Quando parar de tantas buscas,

e vivenciar no agora, ou seja, todo o momento,

a pura verdade de ser o bem,

e ser o bem não é somente ser bom,

ou ignorar seu momento de aprendizado,

nem esquecer os ensinamentos sobre a verdade,

mas ser o ser de luz que é sua verdade,

aprenderá que nunca existiram problemas,

nunca existiu inquietude,

nunca existiu mente ou corpo,

nem planos ou dimensões,

só uma luz imensa,

que permeia, semeia tudo o que é,

e essa luz é você,

apenas sintonizada em "outra estação" no momento escolhido,

sintonize na estação da paz,

harmonize seu corpo para que tenha quietude e movimento constantes,

não é necessário deixar o corpo,

nem a mente,

apenas observar,

aprender a olhar o que você "comanda" em vocês,

até mesmo estes mais de trezentos microorganismos que habitam seu corpo,

estes mais de setenta e dois mil pontos de luz que formam a forma de ti,

aprender que você é o diretor, ator e cenário também,

fazendo do seu papel nesse palco divino,

um papel de luz.

Cultive a paz interna,

seja ativo nos movimentos,

compassivo nas atitudes,

nunca deixe nada perturbar seu jardim interno,

esse jardim é seu templo,

nesse templo o amor é a Fonte de Tudo!

A verdadeira essência é amor,

a causa de tudo é amor,

não importa o que aconteça de certo ou errado,

tudo é amor,

pode parecer incoerente dizer que alguém passar fome e sede seja amor,

mas assim o é,

quem passa a fome e sede é corpo,

porque a mente acredita existir fome e sede,

você como causa primeira,

como amor,

deixou por vidas essa ilusão semear nas suas células,

esqueceu que cada célula é parte viva do Ser,

assim como uma criança que ser moldada e vivenciar o que aprende,

se você ensina durante muito tempo algo ao corpo e a mente,

cria o habito e esse enraíza por longo tempo...

então meus queridos,

enraízem o amor, a compaixão, a harmonia e paz,

e por longo tempo o terão para si,

seja em qual planeta, plano, existência, vida...,

na hora que despertar o Eu relembrado de Si mesmo,

na hora que estiver no agora vivenciando o Eu,

todo o resto será compreendido,

como parte nunca separada de você, dEle,

vivenciando o amor dEle e você,

dentro do próprio amar,

Ele, dEle, você, tudo é,

Om, Amor,

Deus.

Namastê,
Terry
Comments