Moradas do Pai/Mãe

"Na casa do meu Pai há muitas moradas"... "muitas portas"

Essa frase de Cristo pode também ser interpretada quando observamos que estas muitas moradas, são todos os planetas, galáxias, universos, chakras, vórtices, células, multiversos... não existe uma só forma de dizer que as moradas são apenas uma coisa senão as muitas formas em que Deus, o TAO, é em todas as coisas.

A questão interessante é como abrimos essas portas para entrar nas muitas moradas. Qual a chave que abre as portas e se existe uma chave mestra.

Com humildade, observando em meditação e introspecção, verificamos que as chaves são as novas vibrações, frequências, ou seja, podemos acessar e viajar pelas muitas moradas do Pai/Mãe quando ressoamos de acordo com a energia do local que queremos adentrar. Seja uma viajem através de um chakra, para outros planetas, galáxias, universos, dimensões... tudo depende da ressonância em que nos encontramos.

Isso é justiça, pois não seria inteligente uma alma que ainda ressoe na energia do ódio e raiva adentrar um reino onde todos os que ali residem são harmoniosos e compassivos. Assim como não seria produtivo um ser de sutil vibração viver em um reino onde o poder do mais forte fale mais alto.

Existem reinos onde ambas as energias se mesclam, como o atual estágio da Terra, onde seres de vibrações densas e outras sutis fazem a roda do Dharma girar pelo universo.

Mas sim, existe uma chave mestra que pode abrir todas as portas, chamada Amor. Não o amor que pode ser explicado, não a paixão ou desejo, mas o puro amor encontrando no silêncio. O amor daqueles que adentram o coração imaculado, que residem no vazio dos pensamentos e mergulham profundamente na harmonia da mente cósmica. Para esses, não existe porta fechada ou morada que não possa ser visitada, pois descobrem que eles mesmos são partes do todo e de tudo.

Seres benevolentes, como os guardiões, entre outros, muitas vezes para ajudar aqueles que se encontram em sofrimento, vestem uma "roupagem" mais densa para adentrar as moradas onde ainda impera a lei do mais forte. Esses justiceiros das hostes celestiais adentram os recintos mais densos para que a justiça e a lei divina se façam, e os que ali se encontram já em condições de resgate devido a mudança de suas vibrações, são levados para outras moradas onde podem se recuperar até que estejam prontos para novas jornadas pelas muitas casas do Pai.

Na Terra, assim como em muitas outras moradas, os ciclos aos poucos mostram o caminho para aqueles que o procuram. Seja através do amor ou do sofrimento, aos poucos descobrimos o quão interessante pode ser essa jornada quando nos colocamos a disposição do coração, dando espaço para que o amor flua por cada átomo, célula, órgão, e toda a extensão da alma e do espírito.

Tudo isso nos mostra o vão vasto é o corpo de Deus, e o quanto tudo depende do nosso intimo, do interior de nós mesmos. Quanto mais procuramos a harmonia e os bons pensamentos, boas ações, mais nos tornamos ressoantes com as energias das moradas que também possuem essas frequências. Como podemos verificar, as chaves estão dentro de nós.

Quando possuímos internamente as chaves sutis do amor e compaixão, da bondade e harmonia, então nos tornamos "zeladores" do TAO, pois aos poucos compreendemos que todos os seres, por mais densos que estejam no momento, também são seres formados pelas "partículas das estrelas", e em algum momento retornarão a imensidão do vazio primordial.

Não há como fugir de Deus, pois tudo e todas as coisas são Deus. Não há porque temer o TAO, já que Ele é tudo e todas as coisas manifestas e imanifestas. Então porque temer a vida ou a morte? São apenas ciclos e passagens para as várias casas do pai, e a chave que as abre, é a vibração do coração verdadeiro.

A questão que podemos refletir em profunda meditação, é o caminho que escolhemos para esse retorno, e quais as chaves que iremos decidir usar nessa jornada.

A mudança diária de hábitos fortalece os pensamentos e ações.
Os pensamentos e ações que estejam em harmonia com a mente, fortalecem a energia do coração.
O coração quando é fortalecido com harmonia e compaixão, desperta para o amor puro do TAO.

Despertando para esse amor, as portas se abrem, e então seja na Terra ou nos Céus, existe paz e luz.


Paz e Luz!
Terry

Comments