Mude o que lhe alimenta...



Umas das maiores formas de escravização do ser humano, se não a maior, é achar que depende de alimentos para viver.

Toda a economia mundial é voltada para uma indisciplina gerada pelo conflito interno entre dependência e experimentação. Quando passamos a vivenciar a experiência humana, muitas vezes deixamos-nos iludir pela matéria, passando a não mais co-criar de forma consciente, esquecendo que a própria matéria é energia frequencial, vibratória, assim como o corpo e tudo aquilo que ingere física ou mentalmente.

Todo o trabalho que é obrigado a realizar em troca de dinheiro, começa pela dependência do que acha que precisa. Pela falta de interesse no desenvolvimento espiritual do corpo, mente e alma, unificação Divino Espirito Santo, mantém uma luta, uma forma de escravização onde trabalha em troca de algo para manter um vicio material, que na maior parte das vezes converte em bens materiais, onde estes dão sustentação a um local para morar, que precisa ter por não manter uma harmonia com a natureza e com os demais seres vivos, no caso, a desconfiança entre os próprios humanos que precisam se proteger uns dos outros, passando a viver presos, de certa forma, dentro das próprias casas cercadas de grades e correntes. Claro, tudo isso pode parecer muito simples ou bobeira, mas pense melhor, realmente isso é vida? Você realmente acha que viver dependendo de tudo é realmente algo real? Onde está Deus em tudo isso? Onde está a liberdade que tantos Mestres falam? Pense diferente pelos menos enquanto lê o que escrevo. Deixe cair um pouco seu ego e perceba que é um escravo dos seus próprios desejos e formas de pensamento... não é julgamento, nada do que escrevo é para considerar verdade, mas algo para que JUNTOS, possamos refletir a respeito...

O alimento deve sim ser compreendido como uma forma de droga a longo prazo. Pode parecer um tanto radical a primeira vista, e essa é a intenção no que estou escrevendo, tentar tirar mais um véu que tampa de forma profunda tua essência. Por éons passou a achar que depende desta estrutura alimentar para viver, mas é hora de um basta, chega de manter a sustentação de uma economia que prefere você preso dentro de casa, vivendo de um consumo que não traz paz de espirito, é hora de se libertar das amarras e deixar fluir a vida como era no inicio, pura energia de amor!

O ciclo hoje que mantém toda a estrutura monetária em pé, é o setor alimentício. Por achar que depende de algo externo para viver, indiretamente mantém o poder na mão daqueles que matam animais, usam terra para cultivos impróprios para a vida natural, sustentam toda a industria de medicamentos, que nada mais são que formas de curar o corpo de algo que ela não deveria ter, e a maior parte vem pelo consumo alimentar... enfim, poderia citar milhões de motivos para começar a mudar a forma de pensar, mas deixo para que pesquise e procure compreender que a foma como vive hoje a maior parte das pessoas, é de escravidão. Escravidão por acordar todos os dias e viver sob a pena de trabalhar para conseguir algo que é direito de todos os filhos divinos, viver bem e com saúde plena. O trabalho que deveria ser algo natural, harmonioso, hoje é uma escravidão tão grande que nos colocamos, que é difícil pensar que podemos ter tudo, tudo mesmo quando re-aprendemos que nos somos parte de Deus, e como tal quando nos re-ligamos, nos tornamos parte de Tudo O Que É.

Ninguém, volto a dizer, ninguém deveria trabalhar para sobreviver, e sim trabalhar para evoluir como seres espirituais que são completos e perfeitos por natureza, mas que vivem se enganando, e por achar que dependem de algo externo, não procuram desenvolver o interno.

Chega de achar desculpas por condutas de vida anti-natural. Se tem condição de procurar as respostas, se tem condição de estudar para RECORDAR quem É, faça agora, hoje. Não deixe mais uma mudança passar e você ficar para trás. Todos nós somos perfeitos, apenas nos esquecemos disso por passar tanto tempo brincando na matéria.

Um passo essencial é compreender sobre a alimentação correta. Bato sim nessa tecla por um motivo básico.
Tudo o que coloca para dentro do corpo gera reações no seu cérebro (seja pelos cinco sentidos, como também por qualquer forma de alimentação que não seja pura), e isso influencia não só no humor como também na frequência do seu corpo.

Quanto mais sutil é o alimento mais sutil sua vibração, passando depois de um processo interno de desintoxicação que muitas vezes é necessário para compreender suas limitações, pelo menos o que considera limitação, a liberar o seu passado, vivendo a partir dai uma clareza mental imensa. Não estou dizendo para acreditar ou abandonar tudo o que faz hoje, mas refletir e intuir a respeito, compreender os ensinamentos dos seres iluminados que nos ensinaram sobre isso, que muitas vezes disseram de forma, talvez não tão clara pela época que estavam encarnados, que não precisamos de nada para viver, quando aprendemos e acreditamos nisso.

Lembram destas palavras? "Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus."(Mt 4:4)

Esta frase é profunda quando se compreende realmente o que está implícito. Deveriam ler os livros que falam sobre isso, seja de Yogananda, Sri Yukteswar, os livros sobre alimentação prânica... tem muito material bom sobre isso que ajuda a quebrar os paradigmas e mostrar uma opção diferente, algo mais... NATURAL.

Não acredite em nada que escrevo, mas caso você se considere hoje uma pessoa que vive sob um processo econômico, físico e mental estagnado por uma cultura que visa somente o lucro e prazer temporal, deveria então levar em consideração tudo que coloquei de forma muito direta e sem falsidade, procurar por livros sobre alimentação pranica, viver de luz e todo livro ou pessoas que possam lhe ajudar a compreender sua maior e mais profunda limitação, a dependência de algo além de Deus, o Amor... não é necessário e nem deve ser radical, dê tempo a você mesmo para compreender, mas não se iluda que algo irá mudar, se você não mudar.

Sei que ainda irá levar alguns anos para que a forma de alimentação pranica, e também a frutivora, sejam a forma de alimentação predominante do ser humano... mas mentalmente sei que este momento irá chegar. Na minha tela mental vejo um cenário lindo, que arrepia todo meu corpo e vibra minha alma de felicidade, onde todos poderão viver em espécies de Eco Vilas totalmente auto-sustentáveis, aprendendo a viver em harmonia com a natureza e com o próprio ser interno de todos os elementos. Vejo felicidade e comunicação entre os seres físicos e não físicos... muita coisa irá acontecer quando todos re-aprenderem sobre a própria essência de luz que Tudo É. Muito será ensinado nas escolas dos amados Orixás, amigos Estelares de Luz, Fraternidade Branca... todos os Seres de Luz, Mestres Ascensionados... todos são parte de Deus, assim como nos!

Deixe os pré-conceitos de lado sobre tudo, e verifique dentro do seu coração o que pode fazer para que aos poucos, viva realmente a liberdade que é direito de todos os seres. Seja benevolente e compassivo em beneficio de todos os seres, na Luz, Paz e Amor!

Já existem muitas pessoas prontas hoje para o desprendimento, mas por medo e falta de informação se tornam limitadas e presas a conceitos e doutrinas que só trazem mais formas de prisão.
Liberdade verdadeira só vem quando nos despojamos de todo desejo sensorial, e passamos a vivenciar o amor dentro do coração, compreendendo que a mesma partícula de luz que sustenta um átomo, também sustenta todo o Omniverso.

Luz é Amor, Prana é Amor, Deus é Amor.

Dizem por ai que podemos viver de Amor... isso é fato!
Deus é Amor, Fonte de Eterna Alegria e Plenitude.





*Obs.: A simagens que acrescentei neste texto, desenhei esses dias... espero que lhe traga alegria, de coração a coração, um só Amor.


Namastê,
Terry Fabris

Comments