O Amor, Infinita Luz


Sentado aqui, agora, elevo minha mente ao arquiteto cósmico,
Peço baixinho, afago para todos os seres,
Para que cada celula, cada átomo deste lindo corpo celestial,
Vibre na constante paz e harmonia,
Onde o amor unifique todos os seres,
Na pura e eterna luz cristalina.

Escuto uma suave musica das hostes celestes,
Um coro vibrando luz e som,
Acalmando até a mais diminuta existência em mim,
Cada um dos corpos,
Cada sentido,
Tudo harmonizado em Om...

Sinto a presença de inúmeros seres,
Falando baixinho dentro do coração...

*Diga para eles, diga que estamos aqui para ajudar,
diga que somos todos irmãos, que queremos ajudar,
diga para esquecerem do passado,
se mataram, roubaram ou sofreram,
diga para deixarem ir todo extremo,
estamos aqui mais perto do que nunca,
nunca estivemos separados nEle,
vibrando em silêncio pela sua paz,
seja na gira ou na oração,
nos cantos e mantras,
nas danças ou meditação,
estamos juntos para servir ao amor,
diga para não acharem que são pecadores,
diga para orarem com fé e amor ao Eterno,
porque Ele somos todos nós juntos,
não importa quão distantes ficamos aos olhos da carne,
diga que no corpo do Pai Eterno,
não existem pecadores ou santos,
apenas irmãos de luz...*

Meu corpo vibra em silêncio,
Vejo por dentro infinitas imagens de luz,
Orbes e dimensões unidas pelo prana,
Multidimensões dançando no infinito,
Cores que não cabem em palavras,
Sons que não se tocam com as mãos.

Sentado por uns minutos,
O tempo para e nada existe,
Vejo cada ser e sinto cada coração,
Da pequena formiga no parque ao himalaia,
Do orbe cristalino a esfera sem cor,

Da criança que chora ao nascer,
Ao idoso que suspira,
Deixando o corpo voltar para a terra,
Voltando para sua casa divina...

Peço baixinho a Mãe Divina que olhe por nós,
Sinto sua energia percorrendo o infinito,
Escuto as batidas do pulsar de varias existências,
Sinto internamente o sofrimento dos que tem fome,
DaquEles que choram pela dor do corpo físico,
Do pranto daquEles que se perderam nas sombras,
Do grito angustiado da mãe que perde um filho,
Do doente com feridas e dores pelo corpo,
Das manchas escuras nos corpos de quem se foi,
E ainda carrega no astral as marcas de outrora...

Também sinto a alegria da criança que sorri sem medo,
Do abraço fraterno dos que se amam sem preconceito,
Da recepção quando se sai do corpo e vê os entes queridos,
Dos seres de imensa luz que se voam livre pelo cosmo,
DaquEles que saem das sombras e descobrem na luz,
O verdadeiro significado do amor.

Sinto coisas difíceis de descrever,
Fazendo lágrimas escorre no canto dos olhos,
Enquanto em silêncio oro ao Eterno Amor...

Pai Celestial, Mãe Divina, Eterna Fonte de Amor e Luz,
Tu que tudo És,
Por mais que compreenda os poucos segundos que transcorrem a vida humana,
Ainda sim é difícil olhar tanto sofrimento,
A dor da carne de quem sofre pela ignorância de Ti,
Por esquecerem quem são,
Por não Te reconhecerem em Si,
como És.

Já se passaram tantos éons e muitos ainda estão perdidos,
Neste orbe e em tantos outros lugares dentro do Teu Corpo Cósmico,
Essas Tuas Celulas de Luz carregam magoas e angustias,
Saturadas de dor procuram em desespero por alento,
E muitas vezes se iludem achando que Tu não está perto,
Perdendo assim, a capacidade de Ser.

Mãe Divina, peço humildemente a Ti,
Que as gotas que caem do meu rosto por sentir teus filhos chorarem,
Possam cair no chão e brotar,
Que delas pequenas rosas sejam entregues a cada coração,
Que este pequeno presente possa ser recebido sem medo,
E no centro deste pequeno botão de luz,
Tua essência preencha a necessidade de cada alma,
Para que estas possam sentir teu amor aflorar,
Iluminando suas vidas,
Cortando todos os laços do passado e do futuro,
Trazendo no agora a verdadeira luz,
O puro Amor de Ti.

Om Jay Ma,
Om Jay Ma,
Om Jay Ma,
Minha querida Mãe de Luz,
Amado Pai Celestial,
Chamas de Divino Amor,
Teu filho chama em oração,
Sinto em meu corpo a dor dos que sofrem,
Peço que dentro do possível,
Se de Tua vontade for,
A chama que existe em mim cure as feridas,
Transmute tudo aquilo que está em desarmonia,
Ajudando aqueles que ainda não compreende o amor,
A adentrar nas portas do infinito.

Faço de mim instrumento de tua vontade,
Expando todo meu corpo e minha mente,
Vejo universos inchados como bolas de luz,
Circulando energia em uma grande espiral em Ti,
Teu coração é puro e sereno,
Um centro de paz profunda,
Onde o inicio não tem fim,
Nem o fim qualquer inicio...

Por mais que sinta tantos seres de luz ao redor,
Não posso deixar de perceber os seres das sombras,
O quanto grande é Tua sabedoria Amado,
Que faz de Ti mesmo pontos escuros para que possamos compreender,
Para que mesmo este teu pequeno filho,
Entenda que a sombra também é luz,
E faça-me entender que só sinto isso agora,
Porque através da sombra pode-se ver a luz,
E pelo reflexo da luz,
Transmutais as sombras,
Onde Luz e Sombras desabam em silêncio,
Caindo a casca,
Reconhecendo o Amor.

Neste teu grande drama cósmico,
Somos apenas pontos de luz,
Por mais que as vezes seja confuso compreender,
No mais diminuto grão de luz,
Todos os universos existem indivisíveis,
Não cabe em palavras ou qualquer escritura,
Não cabe em musica ou forma pensamento,
Mas cabe dentro do teu coração.

No centro das três chamas crísticas,
Deus indivisível,
Quando aprende com humildade o caminho de casa,
Mesmo que as vezes lagrimas percorram teu rosto,
Feridas devorem teu corpo,
Perca tudo e todos a sua volta,
Mesmo que esteja morto para os olhos,
Sempre estará vivo no coração de Deus,
Porque mesmo que agora doa,
Mesmo que muitos lhe magoem de formas inescrupulosas,
Deus mora em Ti,
Tu És Deus,
E isso meus queridos seres de luz,
Não pode negar mesmo que recuse,
Pois na livre escolha existem infinitas possibilidade,
Indo desde a mais densa sombra até a mais luminosa existência de luz,
Quando tudo isso deixa de ser uma escolha,
Todo véu cai e a verdade é revelada,
Como um só amor,
Uma só essência de luz!

Meu peito físico, tão apertado, tão quente,
Coloco cada partícula que flui neste momento,
Sinto todos aqueles que olham para os céus,
Vejo criaturas sem nome ou forma,
E seres de luz e ternura,
Oro e peço que Mãe Divina coloque todos em seus braços de luz,
Tocando seu coração,
Sentindo teu amor,
Unificando e purificando...

Poderia falar sobre raças estelares,
seres corrompidos na escuridão,
afastados da luz,
ou de seres divinos,
de luz tão intensa que as flores cantam Teu Nome...


Mas aqui, agora, só quero emanar amor,
nem pensamento, nem intenção,
apenas fluido e harmônico,
para todas as direções e todos os seres,
independente de onde for ou quem seja,
que um pouco do amor que És,
se faça sentir pela vontade dEle,
que tua chama trina,
que o rosa, o azul e o dourado do teu coração,
gire tão intenso que possa ir além,
preenchendo e se fazendo compreender,
como puro Amor.

Não existem nomes aqui,
Não importa se escrevo ou vejo,
Neste momento você ai,
Eu aqui e todos os seres,
Sem julgamento, sem cor, sem raça,
Seja humana, arcturiana, siriana,
Seja de pele dourada, cinza, verde, azul...
Sejam seres de luz ou de sombras,
Não existe aqui julgamento,
Não cabe mesmo no mais profundo caos dos desejos,
Nem nas mais elevadas dimensões,
Algo que supere o Amor,
Aquele que esvazia o lago da dor e do medo,
Preenchendo de paz, luz e harmonia até o mais denso dos densos seres,
Esquecendo e abandonando a Si mesmo,
Funde-se na Tua própria essência de luz,
Existindo como Amor.

As gerras e as mortes irão acabar um dia,
As dores e feridas irão cicatrizar,
Teus filhos se tornaram teus irmãos,
Teus pais se tornaram teus irmãos,
Teus inimigos se tornaram teus irmãos,
Teus amigos se tornaram teus irmãos,
Todos os planetas, dimensões, seres...
Se tornaram teus irmãos,
E então neste momento,
Você irá sorrir internamente,
Unificando todos os corpos e todas as realidades,
Existindo além do tempo e espaço,
Sendo você e todos unidos,
O Amor Divino,
O Eterno Amar.

Por mais complexo que a simplicidade seja,
Ela não deixa de ser simples,
Por mais tempo que exista como humano,
Você não deixa de ser multidimensional,
Por mais dimensões em que possa existir,
Você nunca, nunca vai deixar de ser,
Deus.

Agradeço a ti por compartilhar comigo nesse momento,
Não importa se leu este texto hoje ou amanhã,
De onde sai estes escritos,
O tempo é agora,
E meu Amor por Ti,
É o que somos,

Eu Te Amo!

Amada Mãe Divina,
Eu Te Amo e peço que te amor flua agora a todos, pela Tua Vontade...
Om Jay Ma,
Om Jay Ma,
Om Jay Ma!



Namastê,
Terry
Comments