O Sofrimento




Por que existe sofrimento?

Simplesmente porque os seres não seguem as Leis Maiores, as Leis do TAO, as Leis do Universo Divino.

A maior parte do sofrimento vem da ignorância, imposta ou voluntária.

Descumprindo as Leis Maiores estão deixando de estar em harmonia com o cosmos, com a natureza e com nossa própria essência espiritual, Eu Maior.

Perceba o que está bem diante dos olhos, tapados pelo véu cinzento...

Grande parte da humanidade atual está vivendo no sofrimento, mesmo os mais "felizes", sofrem, pois são ignorantes (no bom sentido), da sua espiritualidade, da sua imortalidade como Filhos do Espirito de Luz, Deus.

Uma criança chora quando quer algo, porque assim que nasce logo toma uma palmada (desnecessária diga-se de passagem), e ao longo de sua infância percebe que para ter algo basta chorar que logo alguém dá atenção, ou então mais pancada, gerando sofrimento.

Desta forma, ao longo da vida, continua chorando, continua sofrendo pela falta de algo. Mesmo que consiga tudo materialmente, continua sofrendo sem saber nem ao certo saber o poque. Então mesmo quando adulta, sofre, criando meios de chamar atenção através do sofrimento, porque durante quase toda sua vida aprendeu a chamar atenção através do choro, da dor, e todo meio que puder para que consiga algo para si. Mostra-se como sofredor, acreditando que com isso irá gerar compassividade.

Você mesmo, ou eu enquanto humano, choramos quando sentimos dor, gerada pelo sofrimento, e neste estado alguém sempre aparece do nada para lhe consolar, seja marido, esposa, amigos, familiares, espíritos... alguém aparece para perguntar "o que aconteceu", "como posso ajudar...", "sinto muito...", "vai passar..." e por ai vai...

Sim, é claro, através do sofrimento conseguimos algumas coisas... Por exemplo, quando sofre, sua energia fica mais densa, pesada, sua aura diminui de tamanho, o sistema imunológico enfraquece, a visão turva, o estomago tende a ficar muito cheio ou muito vazio (devido a ansiedade gerada pelo sofrimento), o coração fica mais fraco, a rotação dos chakras oscilam bastante, o sono fica confuso... e por ai vai, até que finalmente consegue o que deseja e aos poucos tende a ir para o outro extremo do pendulo, a alegria.

Enquanto na dualidade entre sofrimento e alegria, você fica parecendo aqueles relógios de corda com pendulo no meio, passando de um extremo ao outro a cada nova emoção, a cada sentimento gerado.

Sofre porque não tem emprego, mas quando está empregado, sofre porque trabalha.
Se trabalha pouco, sofre porque não sabe o que fazer com o tempo; mas se trabalha muito, sofre porque não tem tempo.
Quando está apaixonado, sofre porque a mente turva e perde o controle da realidade, mas quando está sozinho, sofre pela falta de companhia.
Na saúde perfeita, sofre pelo tédio de não perceber a energia transbordando, perecendo para que ganhe nova motivação para viver.
O rico sofre porque preocupa-se em como manter sua riqueza, e o pobre porque não tem condições de manter o pouco que tem.
Se é classe média, sofre pelos dois, porque não contenta-se com o que tem, indo de um extremo ao outro. Quando vê um rico, menospreza tirando seu valor, e quando vê um pobre, dá os pêsames pela situação, mesmo sem nunca ter feito nada para ajuda-lo.
O estudante reclama das lições, e o professor dos alunos, ambos sofrendo enquanto deveriam estar aprendendo uns com os outros.
Quem estuda espiritualismo sofre porque vê a dificuldade de enfrentar seus próprios "fantasmas", medos e solidão, e quem não estuda, sofre porque vive na ilusão.

Enfim, poderia ficar horas escrevendo exemplos de sofrimento, mas esse não é o motivo na mensagem...

Se existe sofrimento, é porque você foi criado no sofrimento, nasceu tomando pancada no bumbum e provavelmente vai morrer sofrendo de algo que arraste teu corpo para um fim.

A vida é sofrimento? Não, a vida não é sofrimento!

Pare de sofrer porque assim veio ao mundo, como o conhecemos hoje em dia...  aprendi com a espiritualidade e procuro humildemente transcrever aquilo que me vem intuitivamente, e sobre o sofrimento, temos meios de sair dessa ilusão e perceber como o mundo é lindo e a natureza perfeita em Deus.

O sofrimento só existe porque descumprimos aos Leis do TAO, de Deus, ou como queira chamar, nada além disso.

Quando se come um animal morto (carne), você acha que isso é correto e compassivo?
Acredito que comer outro ser senciente não é algo justo nem segue as leis naturais da vida, já que você enquanto humano sabe disso. Imagine se existisse na Terra um pais onde o canibalismo fosse permitido, e naquele pais fossem criados seres humanos para consumo, como vacas e porcos... imagine se alguém de sua família fosse para esse pais vendido como uma cabra, passando parte da vida confinado em processos de engorda, hormônios e todo tipo de veneno, isso seria correto e justo? Não né, é claro que não, isso é uma atrocidade, algo DES-HUMANO, imagine o sofrimento destas pessoas confinadas, o choro, a dor, angustia e tudo mais...

Então pergunto, qual a diferença entre humanos e animais? Por que é correto ignorar o sofrimento de uns e julgar o de outros? O sofrimento é o mesmo, para quem fala a língua humana e se expressa como humano, como também para aqueles outros seres que nascem na forma de animais.

Há sim, sempre tem aqueles "espiritualistas" que ainda acreditam que existiu mesmo um "acordo" para que nos reinos espirituais os seres humanos pudessem comer os animais... então vamos pensar sobre isso de forma um pouco mais clara e objetiva, sem tanta tolice.

A muitos séculos atrás, após a Terra passar por mudanças geográficas intensas, com o fim da era dourada, os seres humanos passaram por uma "queda" energética, onde a Terra caiu de certa forma, na idade das trevas (isso significa que os humanos perderam sua conexão consciente com o espirito). Nesta época realmente existiam poucos alimentos, e por uma, como dizer, uma falta de consciência espiritual, começaram a matar animais para que a carne fosse consumida em menor quantidade alimentando por mais tempo. Devido a esse tipo de alimentação, começaram as doenças, as enfermidades, a mente cada mais mais densa e sem controle, e todo prejuízo decorrente.

Sabendo disso tudo, claro que a espiritualidade ajudou, e este dito "acordo", não foi bem um acordo, mas uma forma de minimizar o sofrimento dos animais que viam antes disso acontecer, o ser humano como seres espirituais que estavam na Terra para evoluir e não para os matar. Isso é fato, não estória de livrinho, é um fato!

Os seres humanos antes desta era atual conversavam com os animais, vivam em harmonia com a natureza e seus enteais, devas e outras formas de vida que mal a humanidade acredita existir hoje em dia.

Desculpem por sair um pouco do assunto, mas este assunto sobre a matança de animais de forma indiscriminada (industrializada) é algo que ainda precisa de muita atenção, porque hoje não se tem a minima necessidade desse tipo de alimentação, e a informação para todos é muito mais fácil que a 200 ou 300 anos atrás, que a proposito merece cuidado, porque a matança de animais hoje em dia é muito diferente de séculos atrás onde era feita com pastos e na floresta, e não em matadouros e de forma industrializada.

Então só compactua com o sofrimento de outros seres quem realmente quer. E não me venha dizer que isso é tolice!; peço por gentileza para pensar sobre o fato ao invés de julgar.

Voltando a assunto, sofrimento, outras pessoas ainda afundam cada vez mais sua energia, corpo e mente nesse estado doloroso. Alimentam-se do sofrimento de outros, intoxicam o ar que respiram com cigarro, fumaça e outros tantos poluentes que todos temos conhecimento. Usam drogas de todo tipo, licitas e não licitas, ambas para tentar minimizar o que? O sofrimento!

Dito isto, para refletirmos juntos, então o que fazer para sair do sofrimento, desta cadeia absurda que nos prende a cada dia ao mundo de ilusões?

Seguir as Leis do Céu e da Terra, se ater as Leis de Deus, do TAO.

Compassividade ao invés de lamento.
Ação do invés de intenção.
Alimentação consciente, sem sofrimento.
Atividade física para um corpo saudável (você não precisa de atividade física, já que é alma, espirito, mas o corpo no qual você está habitando atualmente precisa, então cuide bem do seu veículo físico).
Bons pensamentos (existe algo chamado onda POC - padrão de onda cerebral). Nosso corpo físico é basicamente formado pelos elementos da natureza, mas animado pelo nosso espirito, que de forma grosseira, gera eletricidade para "animar" a vida dentro do corpo. Esta eletricidade (prana, chi, ki...) está dentro do cérebro e todo o corpo, e quando pensamos geramos ondas invisíveis (para a maioria), que influi no ambiente e em tudo o que nos cerca).
Espiritualidade (compreender e principalmente vivenciar sua condição de espirito na Terra).
Amor ao próximo e não aos seus interesses.

E muitos outros pontos que já devem ter ouvido antes, seja em qual religião, livro ou no que acredite, a mensagem é sempre a mesma, Amor!

O Amor verdadeiro é a única forma real de sair do sofrimento, a única mesmo!

Você pode ter tudo na vida, física ou extra-fisicamente, ainda sim enquanto não se reconhecer como o próprio Amor, irá continuar vivendo no sofrimento, porque sofrimento significa que estamos de certa forma, "separados" de Deus, mesmo que na verdade nunca tenhamos nos desconectado, apenas esquecemos essa verdade.

Viva a vida do mundo, mas nunca se apegue as inverdades e ilusões que infelizmente a grande maioria das pessoas teimam em criar ao seu redor.

Até que finalmente possam despertar para a espiritualidade, para o amor, não se permitam viver na ignorância do que é obvio para seu coração, como tudo o que conversamos acima.

Não tenham medo de dar um passo, porque pequenas atitudes são a base para que eleve sua energia e possa aos poucos pacificar a mente e o coração.

Volto a dizer, mesmo vivendo no mundo atual, com trabalho cansativo, família para cuidar, um mundo "urbano" banhado pelo caos social, você tem a escolha para libertar-se das amarras e voar livre pelo Espirito de Luz.

Esta escolha é interna, e as atitudes e mudanças de habito só dizem respeito a você! A mudança é interna, vem pela meditação, pela concentração, pela elevação da sua energia, do seu espirito, não depende de nada fora de você, está dentro!

Não se deve permitir que outras pessoas "mandem" na nossa vida para aquilo que não ressoa positivamente a nossa essência espiritual. Se o seu coração diz que matar é errado, então não mate, direta ou indiretamente. Se o seu coração diz que deve dar um abraço porque vai fazer alguém feliz, abrace, mesmo que todos descordem. A vida é linda e perfeita, mas precisa descobrir quem você hoje e quem realmente você é para Deus, para o Amor que habita teu coração.

De forma alguma estou dizendo ou insinuando o que deva fazer, muito pelo contrario, estou aqui para conversarmos sobre algumas coisas que talvez possa nos ajudar mutuamente, já que como diz o querido Gautama Buddha, ""Quando um ser se ilumina, muitos se beneficiam...". E não estou querendo me beneficiar da iluminação de ninguém...rs, mas despertar mais pessoas para as coisas simples das Leis Maiores, das Leis do TAO, do Amor. O que eu peço é somente um momento de introspecção, para que se algo do que está escrito aqui ressonar contigo, possa ter certeza que existe outras tantas pessoas como você trilhando o mesmo caminho, da Luz e Amor.

Aprenda a ouvir seu coração, siga sua intuição e saia de vez dessa teia de mentira que foi imposta desde que nasceu... chega de pancada no bumbum e propaganda de TV, está na hora de você acordar e descobrir dentro do seu coração o Deus que sempre esteve ai, esperando para ser chamado.

Insista em mudar a você mesmo, tenha paciência, pratica e persistência, porque a partir desta sua mudança interna, juntos, mudaremos o mundo, e isso é um fato!


Paz e Luz!
Terry
Comments