O verbo no dia a dia...

Muitos caem na vida porque se subestimam, auto apiedam.
Se você é luz, declare-se como luz; devemos parar de tentar passarmos a impressão de humildade nos colocando como algo inferior perante nossos semelhantes.

Seja a luz que ilumina o caminho, sem vaidade, sem exaltação, mas com muita harmonia e amor no coração.

Usar a palavra, o verbo, o chakra da garganta para exaltar qualidades como negativas não irá melhorar a situação em vida, nem na morte. A palavra, o verbo dito com intenção através das palavras tem força, reflitamos melhor como nos colocar perante os demais. Aqueles que exaltam demais suas qualidade caem sob o véu cinzento da vaidade, mas aqueles que o tempo todo também se vendem como "santos", humildes  e inferiores, estão na mesma corda tênue do EGO.

Ninguém se torna melhor ou mais humilde pelo que diz, senão pelos seus atos em pensamentos e ações. Trocar informações e compartilhar passagens de sua vida para crescimento e aprendizado é saudável, mas cuidado, muito cuidado na auto afirmação sobre o que você julga sobre você mesmo e seus semelhantes. O julgamento nas palavras é muito severo, ainda mais quando diariamente verbalizamos aos demais sobre nossas qualidade, sejam boas ou ruins.

Não dê armas aos inimigos! Para que expor-se demais o tempo todo com todo tipo de pessoas falando sobre seus defeitos e qualidades? Só fale com pessoas que tenha muita confiança e que estejam na mesma sintonia espiritual. Os inimigos não são seus semelhantes, mas o EGO do julgamento que infelizmente as pessoas podem tecer a seu respeito no futuro. Hoje você é amigo de alguém, confia, acredita na sinceridade conquistada em uma "mesa qualquer", mas amanhã por qualquer descuido discutem e partem logo para as agressões verbais... tudo o que disse sobre você se torna arma para o EGO ainda tão imaturo destas pessoas. Não permitamos que uma guerra se inicie por descuido interno das nossas palvras/ações, evitemos os julgamentos e disputas. Enquanto as pessoas não aprenderem a respeitar e escutar sem julgar, infelizmente só podemos confiar em quem o coração confia, ainda sim, escutando com intuição, não com emoções ou os sentimentos, senão com intuição espiritual.

Nosso melhor amigo é Deus, Cristo, Buddha, Oxalá... e os poucos irmãos de fé na mesma sintonia, que por afinidade espiritual compartilham do amor e não do julgamento. Ore mais e converse mais com seus guias espirituais, serão de extrema confiança e saberão lhe intuir sobre os caminhos corretos a seguir. Se realmente tem amigos espirituais em vida física, então sinta-se abençoado, pois terá assim um verdadeiro ombro amigo para as horas difíceis, e também para as boas! Isso vale para os mentores espirituais, são nossos amigos em todas as horas; tenhamos a verdadeira amizade de vivenciarmos o amor e compartilharmos também com a espiritualidade os momentos bons da vida!

Aquilo que você afirma diariamente sobre você é o que irá se tornar no futuro. O sábio fala de suas qualidades mas nunca exaltando-se como melhor ou pior, apenas ensina a lição muitas vezes no silêncio dos pensamentos.

"Eu sou isso...", "eu sou aquilo...", "sou bom nisso...", "sou melhor naquilo...", "não sou nada nem ninguém...", "sou tudo e nada...", tudo isso pouco importa, porque no final das contas somos imortais filhos de Deus passando por inúmeras experiências, precisamos tomar mais cuidado com o verbo falado, escrito e pensado.

Viva a Luz em cada coração, em cada pensamento e em cada ação, dentro e fora do Ser.

Om Namah Shivaya

Paz e Luz!
Terry
Comments