Quem decide o que é correto?

Quem decide o que é correto ou não em uma nação?

Vendo hoje essa crise entre os paises, nos questionamos sobre esses aspectos e chegamos a conclusão triste que não existe uma nação, mas sim algumas poucas pessoas decidindo crises ou impasses pelo simples fato de acharem estar corretos ou não sobre algum fator que dizem caber a si resolverem como lideres de um pais.

Que democracia é essa? Que lideres são esses que se julgam tão soberanos para dizer a um pais composto por milhões de pessoas o que é certo ou errado?

Um líder escuta seu povo, sente o povo, apóia o povo, e sinceramente não vemos uma só nação, um só pais que deseje guerra, discórdia. Se as pessoas formassem uma verdadeira nação e entendessem que o verdadeiro pais, sua verdadeira terra, é sim a Terra, o planeta todo, então não existiriam discórdias por apenas um pedaço. Se as pessoas quando escutassem a noticia de um conflito desses se colocassem a frente, unindo-se e dizendo NÃO A GUERRA, NÃO A DISCÓRDIA, NÃO A TUDO AQUILO QUE FAZ MAL AO SER HUMANO, então
não teríamos tantas mortes infundadas, tanto fanatismo, tantas partições ou terrorismo, no fundo todas essas pessoas buscam um pedaço da mesma coisa, ou uma liberdade ilusória achando que no poder encontra-se a supremacia. A Terra como planeta pertence ao ser humano, não a uma pessoa ou um grupo de pessoas, mas a todos nós, todos nós que nos unimos em oração a noite, todos nós que levantamos cedo para trabalhar, todos nós que temos família, obrigações, deveres, todos que olham para o mesmo céu, a mesma Terra, que respiram o mesmo ar.

Vamos mostrar que as pessoas, seja de qual pais for, língua que fale, todos nós só queremos paz para viver, duvido que você cidadão desse pais, ou um cidadão de Israel, Equador, EUA, Colômbia, Argentina, Japão, China ou qualquer pais que seja, queira guerra, queira ver seus entes queridos sofrendo ou o pais sendo devastado sem motivo algum, não cabe na minha cabeça admitir que poucas pessoas que colocamos para governar nossos paises julguem isso por nós todos. O que gera a guerra?. Nada, nada e nada. Não
conheço um pais que tenha ganho algo com guerra, ou vai me dizer que um pais que governa outro está mudando a vida das pessoas? Quem muda a vida das pessoas, são as próprias pessoas e não somente um grupo de governantes... quem muda um pais são todas as pessoas que elegem o governante, e por direito e dever tem a obrigação de cobrar o que é correto. Se existe guerra e discórdia, é porque permitimos, se não queremos isso, querermos paz e não acontece, vamos dar a cara para bater, arregaçar as mangas e dizer não a
tudo isso. 

 Não existiria guerra se não existissem nós para colocar no governo que decidiu isso, e quem são essas pessoas que vão para a guerra no final?
São pessoas como eu ou você que acabam se perdendo em meio a essa confusão de interesses entre economias, porque isso tudo não passa disso mesmo, uma grande discussão por poder, dinheiro... e que poder é esse que tira tantas vidas, que trás tanto sofrimento as pessoas que só querem trabalhar e viver em paz? Que dinheiro ou economia é essa que traz tanta desigualdade?
Enquanto muitos passam fome em uma pais, outros tem de tudo em outro... não seria melhor dividir? Eu tenho total certeza que se você estivesse em um pais pobre e pudesse ajudar alguém ajudaria, só não o faz, porque para isso o tanto de problemas que iria gerar só para chegar em outro pais, já desanima...

Eu digo e reafirmo, pode até ser um pouco de ilusão ainda, mas eu teria total confiança em entregar o mundo todo a um só presidente, um rei mundial... há, quem seria esse líder, por mim poderiam ser pessoas como Mahatma Gandhi, Dalai Lama... pessoas que são eleitas pelas pessoas, por seus atos que compaixão e justiça, pessoas que não visam o poder de poucos nas mãos de poucos, mas sim uma igualdade, pois enxergam a todos como iguais, e isso sim é liderança.

Quem quer paz, gera paz, quem quer harmonia, gera harmonia!

Resolvi escrever isso, porque fico indignado vendo as pessoas sofrendo com a guerra, ou essa discórdia entre alguns paises, simplesmente porque alguns acham que podem ou devem dizer que é com tiro e morte que iremos mudar alguma coisa, não seria bem mais simples conversar, ou fazer uma votação publica para definir qual providencia tomar? Tenho quase certeza que se os paises, ou melhor, se os governantes fizessem uma votação pedindo a opinião do povo, a maior parte, a grande maior parte iria pedir paz, iria dizer para
parar com as brigas e discórdias e esquecer o que aconteceu, unindo sim forças para criar um pais, dois paises, realmente uma nação solidária e humanitária, e isso iremos precisar muito se a humanidade quiser sobreviver em meio a tantas transformações que estamos vendo no planeta, como o aquecimento, tremores... será que todo esse dinheiro gasto com guerra e discórdia fosse revertido para construir energia barata (heólica), construir mais hospitais, ajudar paises em dificuldade a reerguerem-se não teríamos resultados muito melhores? Um pais que recebe ajuda, quando necessário vai nos ajudar, o ser humano, pelo menos a maior parte, tem compaixão por natureza, e quando recebe ajuda, retribui.

Não seria muito melhor ao invés de existirem vários paises divididos na Terra, existissem sim vários paises, mas sem divisão do que pertence a todos, a Terra?
Você pode até perguntar, "Mas se isso acontecesse viraria uma confusão...", a confusão quem faz somos sós, a séculos atrás se o continente não tivesse dividido-se e ainda fosse apenas um, e ai, como seria? Se ao invés de todas as decisões serem tomadas em câmaras do governo, ou apenas por poucas pessoas que elegemos, pudéssemos participar desses projetos, tanto por eleições publicas ou por votação, será que tantos problemas existiriam? Eu pelo menos não aprovaria que o pais onde vivo entrasse em guerra, ou permitiria que as pessoas que amo sofressem com tantos problemas de desigualdade, e tenho certeza que aquela mulher ou aquele homem que acorda
cedo no Equador, Colômbia, EUA, Israel, China, Japão, Grécia, Itália, ou qualquer outro pais, também queria que seu pais entre em conflito com outro.
Não seria muito melhor se pudéssemos visitar um pais e conhecer tantas culturas fabulosas, não seria bom sentar em uma mesa para jantar com pessoas que nunca pensamos existir, escutar as historias de suas vidas, sentir a compaixão e poder compartilhar o que cada um tem de bom?

Será que Jesus Cristo, Buda, Lao Tse, Krishna... ou tantos outros Mestres e Mestras que passaram por aqui já foram esquecidos? Não importa a religião que tenha, não importa a crença que tenha, o pais que viva, a cor que tenha, o sexo que tenha, somos todos parte de um mesmo planeta, iremos todos como diz o ditado popular, para o mesmo buraco, e temos todos a mesma intenção no final das contas, sermos felizes.

Poderia existir melhor forma de administrar um pais que pela verdadeira democracia, pela voz de quem faz o pais evoluir e desenvolver? Quem faz isso somos todos nós, todos nós e não somente uma pessoa, um pais ou um continente, mas toda a humanidade.

É apenas uma opinião... e você, o que me diz?

Abraço a todos!
E muita paz!
Terry

Comments