Seu centro (Buddha)

Buda passava por um povo, e se congregaram algumas pessoas. Estavam contra ele, e lhe insultaram.

Buda escutou, e logo disse: "Tenho que chegar a tempo ao outro povo, assim posso ir já? Se já houverem dito tudo o que tinham que dizer, se tiverem terminado, então posso ir. Ou, se tiverem mais o que me dizer, ao voltar esperarei aqui. Podem vir e me dizer."

Essas pessoas estavam muito surpreendidas. Não podiam entendê-lo. Tinham-lhe estado insultando, usando más palavras, lhe ultrajando, assim disseram: "Mas não estamos te dizendo algo; estamos te ultrajando e te insultando".

Buda disse: "Podem fazê-lo, mas se quiserem alguma reação minha , chegam tarde. Há dez anos, se tivessem vindo com semelhantes palavras, teria reagido. Mas agora aprendi a atuar, agora sou dono de mim mesmo; não podem me forçar a fazer nada. Assim terão que lhes voltar. Não podem me alterar; já nada pode me alterar, porque conheci meu próprio centro".



Namastê,
Terry
Comments