Solidão em amor

Se está entre os humanos, precisa entender o agir dos humanos.
Se está entre os deuses, precisa entender o agir dos deuses.
Se está sozinho, não precisa entender coisa alguma.
O entendimento e a solidão semeiam pensamentos.
Quem então possui o verdadeiro silêncio?
A semente quando germina no coração e floresce no topo, tem seu tronco firme no triângulo, corre feito vapor de água para cima e para baixo.
A esse caminho alguns chamam de meditação, outros de medir-ação, talvez medita-na-ação, e quem sabe andar-na-ação.
Mas quem já andou por ai e deixou também até o meditar, a sim, talvez essa seja a verdadeira joia solitária, que mesmo sozinha está plena de amor.
Essa solidão nem de perto possui qualquer sentimento ou emoção.
Essa solidão é puro contentamento, pois percebe de alguma forma, dentro de si, o amor.
Essa solidão comporta a não-solidão sem perecer no tempo da solidão.
Quantos realmente se perdem de tal maneira que não encontrando algo encontram tudo?
O calor do vazio torna as mentes temerosas do que irão encontrar, e por temerem, perdem-se no caminho dos pensamentos.
Quantos são aqueles que lançam o próprio ego no calor compassivo do amor?
Estar sozinho mesmo entre humanos e deuses, esse sim é silêncio precioso.

Paz e Luz!

Terry
Comments