Tem algo ai...

Tem uma musica tocando em minha mente,
algo pulsando energia translúcida,
e quando penso estar sozinho,
em meio ao vasto campo de arroz dourado,
uma voz sussurra Seu amor em meu coração.

E esse amor flui, flui, flui...
sem medos ou tristezas,
sem desejos ou emoções,
Ele apenas flui sem direção,
tempo ou movimento.

Pairo livre sobre e sob mim,
dentro e fora do pote de argila,
misturando os corpos,
em uma só luz.

Há Pai Celestial!,
como é bom sentir-Te em mim,
como é bom saber de Ti,
ver-Te reluzente nos cálices de cristal,
jorrando luz branca pelo templo de Teu fazer.

Há Mãe Divina!,
esse Teu amor,
que faz-Me sorrir por dentro e por fora,
que espanta os corvos da incerteza,
da inquietude,
dos passados e dos futuros,
há Mãe!, como é bom amar-Te,
e deitar no Teu colo quente,
sentir Tuas Mãos de Luz acariciando minha costas,
até que todo o Rio Dourado funda-se pelos canais de luz,
indo acima das raízes da Arvore de Deus na Terra,
e Eu e Tu sorrimos um para o outro,
em jubiloso e terno amor.

E essa musica toca dentro da alma,
vinda lá do fundo das pirâmides de luz,
aquele cristal azul e dourado,
resplandecendo a prata das Estrelas Divinas,
cobrindo Todo o Ser com o próprio Ser,
despertando o choro cósmico do Filho,
em rios e rios de pura alegria!

Há como é bom amar-Te,
Mestres,
Gurus,
Mães e Pais,
Filhos e Filhas,
Espírito Divino,
como é bom ser parte de todos os Eus,
e sem nada dizer,
quietinho aqui dentro de Mim,
transcrever estas linhas até seu coração,
até onde o amor não tem limites,
apenas sendo O Que É,
amor cósmico regido pelos Mestres,
em gozo de luz,
amor, paz, harmonia...

Há meus amores,
quanto é bom amar-Te...

Om
Terry
Comments