Um ponto sem ponto

Aquele que compreende o desapego,
torna-se a parte do apego.

Aquele que compreende o apego,
torna-se a parte do desapego.

Não existe nada além,
não existe nada aqui.

O objeto é apenas o resultado,
o resultado é apenas reação.

Não existe o que temer,
o temer é parte do futuro,
o futuro é parte do passado,
o passado é parte do futuro.

O tempo é apenas tempo,
não existe um segundo,
nem ao menos uma hora,
apenas o agora.

O corpo é resultado das ações,
as ações sem resultado não são reações,
assim como não o é aquilo além da ilusão.

A ilusão é fruto do desejo,
o desejo fruto do descuido,
aquele que não se agarra as emoções,
vive o sentimento.

O sentimento é algo além do corpo,
não se expande nem é recolhido,
é apenas parte do sentido.

O sentido não tem forma ou não forma,
não cria nem pode ser recriado,
habita e co-habita a Si mesmo,
sendo parte de tudo e ao mesmo tempo,
Nada.

Aquele que vê com os olhos fechados,
abre o olho para o Céu,
dentro da Estrela de Prata reencontra-Se,
sem estimulo ou intenção,
apenas sendo O Que É.

A meditação é o caminho,
a entrega é o caminho,
Yoga é o resultado,
mas não espere o resultado,
porque o resultado é reação,
e a reação se estende por si só.

Yoga não vem nem vai,
se descuidar desde a ladeira,
e tão mais difícil é subir novamente,
assim como a criança que torna-se adulta,
esquece como engatinhar,
e quando fica de joelhos sem pratica,
a dor interrompe o Estado do Eu,
e desvanece no dia cinzento.

Não descuide do corpo,
mas não se prenda ao corpo,
não descuide dos sentidos,
mas não se prenda a estes,
seja vigilante com o Yoga,
e o Yoga vigilante contigo.

Cuide do seu jardim interno,
nunca deixe nada além do amor entrar,
ativamente durante o dia medite internamente,
sorria para a vida e ela sorrirá de volta,
sorria para a flor e sentirá seu perfume,
sorria para o pior inimigo,
este apenas esta em um grau de consciência diferente,
mas que não seja falso esse sorriso,
pois não existe falsidade no Yoga.

Quando estiver calmo,
não seja a calma,
quando estiver feliz,
não seja a felicidade,
quando estiver triste,
não seja a tristeza,
quando estiver doente,
não seja a doença,
quando estiver sozinho,
não seja a solidão,
quando estiver cansado,
não seja a canseira,
mas quando estiver amando,
seja o amor,
pois todo o resto não é ainda você,
mas parte de suas vivencias,
os demais experimentos sensoriais,
devem apenas ser observados por você,
lá sentado dentro de Ti mesmo,
no seu jardim de silencio e amor.

Quando encontrar você em outra pessoa,
não busque a outra pessoa nem você,
busque a unicidade do Eu,
e não será somente uma emoção,
talvez nem ao certo sentimentos,
mas a verdade do amor em comunhão,
mas deixe a expressão do amor fluir,
sinta o amor dentro de você,
sinta o amor dentro da pessoa,
e não sinta nada além,
o amor quando vivenciado puro,
não pode ser compreendido ou interpretado,
somente por uma ou duas palavras,
nem pelo poeta nem pelo artista,
mas sim por Aquele que está amando a Si mesmo,
dentro de Si e dentro da pessoa,
dentro de Tudo O Que É,
vendo o Eu como parte do Eu,
algo indescritível,
sendo apenas O Que É.

A dualidade é diferente por Sí mesma,
onde existem dois não podem haver um,
somente o amor pode ser o Ser,
e fundir-se em Si mesmo em outro e em Ti,
mas nunca em dois sentidos,
apenas Sendo O Que É.

Respire profundamente,
inspire profundamente,
saúde o sol,
as estrelas e a lua,
os planetas, galáxias e universos,
dimensões e planos,
mas ainda sim não se prenda,
quando deixar o passado e não esperar o futuro,
mas sem deixar de vivenciar o agora com disciplina,
paz, amor e harmonia,
será apenas Yoga no Agora,
e não será diferente depois ou antes.

Agora que leu meu pequeno verso,
esqueça tudo o que escrevi,
apenas sinta e vivencie o Yoga,
encontre o amor da sua vida e seja feliz,
é isso que sinceramente não desejo mas sim quero de todo coração,
assim como para a pequena formiga que faz sua jornada na natureza,
a pedra que descansa em sua própria forma,
a arvore e os animais,
os seres de todos os mundos e lugares,
que sejam felizes porque na verdade somos todos parte,
de um Só Amor Divino,
Deus!

Amo-os de todo meu coração, e se puderem meditem um pouquinho enviando esse amor para todas as direções, e principalmente para dentro de Ti mesmo, como Eu Imortal!

Om Om Om
Terry
Comments