Propriedades do Jasmim



Jasmim quer dizer "felicidade celestial". Na China era e ainda é muito usado para dar aroma e sabor ao chá de jasmim e outras formulações, o tornando muito apreciado. Antigamente na China e outras locais, era bebida dos nobres da corte.


Jasmim é o nome comum pelo qual são conhecidas as espécies do gênero Jasminum L., da família Oleaceae, originárias até onde se sabe do Velho Mundo. O nome vem do árabe Yasamin, que foi emprestado do persa. São, em sua maior parte, arbustos ou lianas, de folhas simples ou compostas, onde as flores são tubulares, com pétalas patentes, raramente maiores do que dois centímetros de diâmetro, sempre muito perfumadas. A maior parte das espécies possuem flores brancas, mas há algumas de flores amarelas ou rosadas, entre outras menos conhecidas atualmente.

Existem muitas aplicações aromaterapêuticas e usos do seu óleo essencial, assim como toda a planta.

As flores brancas desse arbusto perene com forma de videira apresentam um aroma único, não podendo ser sintetizado devido a sua complexidade e intensidade, este presente na maioria dos perfumes de hoje em dia. O jasmim também é conhecido como o senhor da noite e como "luar da floresta", porque seu aroma se intensifica nas horas noturnas, o que acredito estar relacionado também a água, orvalho e energia fluida da flor.

Para a produção da sua essência, as flores são recolhidas à noite, quando produzem mais óleo.

Principais componentes do jasmim: jasmone de acetona, alfa terpineol, benzil acetato, benzil álcool, indol, linalol, linalil acetato, ácido fenilacético, farnesol e muitos mais.

O aroma do jasmim: uma fragrância caracteristicamente rica, floral, entre quente e fria (harmoniza yin e yang), doce e as vezes com tom de frutas e chá.

Propriedades terapêuticas do jasmim: antidepressivo; relaxa os nervos, alivia cãibras e espasmos musculares, também anti-inflamatório. Aliviar o estresse; diminui a ansiedade, a tensão e a exaustão nervosa. Ajuda a combater os sintomas da depressão, é excelente calmante e favorece um sono tranqüilo. Em compressas, auxilia no tratamento da conjuntivite e problemas da pele. Na medicina popular é usado para aliviar dores de cabeça e enxaqueca. As flores foram e talvez ainda seja usadas no oriente para tratar a hepatite e a cirrose hepática. No ocidente, também era usado para facilitar o parto.

Dentre seus usos caseiros, fortalece as contrações durante o parto, aliviando a dor. Equilibra os hormônios, e é bom para a depressão pós-parto. Consegue aliviar a dor da menstruação e é útil em qualquer infecção vaginal (lembrando novamente que é preciso consultar quem saiba utilizar antes de fazer uso das ervas, flores ou plantas).
Também existe relato de aumentar o numero de espermatozóides, podendo ajudar em casos de impotência e de frigidez.
Pode também ser muito bom para regular e aprofundar a respiração, acalmando os espasmos dos brônquios, trazendo alívio a quem está com tosse ou perdeu voz.

De acordo com alguns estudos, não deve ser usado durante a gravidez até que as contrações estejam bem adiantadas. Nessa altura, pode ser muito benéfico, uma vez que as fortalece e alivia a dor.

Uma curiosidade interessante. O jasmim antigamente era utilizado limpar o ambiente que cercava os doentes; e também servido aos convidados embriagados para clarear a mente.

Na Medicina Tradicional Chinesa, o chá de Jasmim tem uma influência reguladora de Yin e Yang, respondendo de forma positiva às exigências da circulação do Qi (energia vital). Melhora a concentração, estimula a capacidade intelectual e combate o cansaço, quando bebido à tarde (sem ser adoçado com açúcar é claro).

O jasmim, de certa forma, "anestesia" o sistema nervoso, sendo bom para nervos abalados, dores de cabeça, insônia e depressão, e também ajuda a evitar o desgaste emocional relacionado à TPM e à menopausa. Ainda sim, devemos levar em consideração que ele pode agir também como afrodisíaco, portanto é necessário saber a dosagem e forma correta de uso.

No uso aromaterapêutico, seja em massagem ou essência fluídica, é excelente para a depressão, acalma os nervos e estimula as emoções, já que pode penetrar no "plano emocional" de forma bem delicada, mas muito profunda, o que pode ser conseguido durante uma massagem ou uso correto das essências e óleos. Também ajuda a restaurar a confiança, o otimismo, a energia, vitalidade...

Estudos na Escola de Medicina da Universidade Toho, em Tóquio, demonstram que o jasmim também reforça a prontidão mental e estimula as ondas cerebrais. Em outro estudo, ele conseguiu ajudar operadores de computador a reduzir em um terço o seu número de erros. Também alivia as cólicas musculares, como as cólicas menstruais.

Cosmeticamente, o óleo é maravilhoso para peles sensíveis ou maduras. Na Índia natal, as flores de jasmim, misturadas a óleo de gergelim, são aplicadas a abscessos e feridas difíceis de curar. Um preparado semelhante pode ser feito acrescentando duas gotas de essência de jasmim a 30 mililitros de óleo vegetal, isso de acordo com as propriedades terapêutica, lembrando que é sempre bom antes de usar, conhecer melhor suas caracteristicas e verificar se o seu organismo é favorável a sua essência/óleo, pois como sabemos cada organismo é um universo particular, ou seja, o que é bom para um nem sempre é bom para outro.

Mais uma vez deixo claro que antes de utilizar qualquer planta, é importante conhecer seu organismo e consultar alguém com experiência no assunto, pois da mesma forma que pode ajudar, se usado de maneira errada pode ser prejudicial.

Estes dados acima são apenas para conhecimento e incentivo a pesquisa, estudos.


Algumas fontes de estudo do texto acima:
The A to Z of essential oils
The Illustrated Encyclopedia oh ESSENTIAL OILS
Aromaterapia para uma vida Saudável
Outras fontes: Internet, fontes diversas


Paz e Luz!
Comments