Wushu - Qigong‎ > ‎Chi Kung‎ > ‎

Tensão nos ombros

Aprender a relaxar os ombros

Na minha experiência os ombros são um dos locais onde externamente se condensam mais tensões no ser humano.

A posição dos ombros refletem de uma forma bastante clara o nosso grau de tensão. Para além disso podemos pelos ombros estabelecer uma impressão digital da forma como as tensões se acumulam e como cada um de nós reage de forma única às situações desafiantes do dia a dia.

As senhoras justificam os ombros tensos devido às malas, os homens devido às horas ao volante ou à secretária. Mas isso acaba por não ser de grande valor quando no final do dia chegados a um sofá desejamos tanto uma massagem nos ombros.

De onde surgem então as tensões? Para além de uma condução tensa ou de caminhar horas a fio com a mala apoiada no ombro direito.

  • Uma tensão que se torna dolorosa não é algo que surge por magia. Na maioria das situações está ligada a um acumular de tensões pequenas, como gotas num copo de água que ao fim de dias semanas ou meses fazem transbordar o copo, manifestando-se nos ombros como desconforto ou limitação dos movimentos.

  • Segundo a medicina Chinesa uma tensão física crónica está associada sempre a uma tensão emocional crónica. Medo, Raiva, Tristeza, Ansiedade ou Pensamento excessivo criam tensões específicas nos ombros. Os Chineses investigaram mesmo que cada uma destas emoções pode criar um tipo de postura típica em quem as cultiva em excesso.

  • Existe ainda uma relação segundo a Medicina Tradicional Chinesa com a alimentação. Alimentos mais salgados e compactos, proteína animal em excesso, queijos curados e enchidos tornam os tecidos pouco flexíveis e como tal mais propensos a ficar tensos.

  • Quando cultivamos uma postura por muito tempo, sentados, de pé ou mesmo deitados, desenvolvem-se tensões específicas. O segredo aqui está em mantermo-nos num estado dinâmico evitando o cultivo de uma postura por mais de 60 minutos.

O que podemos fazer no dia a dia para que as tensões nos ombros não se instalem?

  1. Procure uma alimentação mais flexível que inclua folhas verdes, e vegetais laranjas. Evite citrinos, demasiado pão, bolachas e frutos secos - especialmente quando está nervoso. Introduza proteína vegetal na sua alimentação com regularidade. Grão, feijão, lentilhas são proteínas excelentes. Se a flatulência é uma questão, cozinhe estes alimentos com cerca de 10 cm de uma tira de alga Kombu.

  2. No Vídeo Essencial poderá encontrar dois exercícios para os ombros que quando praticados regularmente reduzem significativamente as tensões. São eles o Terceiro Aquecimento e o Balançar os Braços em frente ao corpo. Crie uma rotina diária de prática matinal ou se possível de manhã e à noite.

  3. Reduza pontos de tensão no seu dia a dia. Converse ao telefone sem ser com ele apoiado no ombro. Utilize mochilas em vez de malas, reduza o peso que carrega enquanto caminha na rua. Levante-se em intervalos de 60 minutos. Caminhe, espreguice-se, respire fundo e volte à tarefa que estava a executar.

  4. Mantenha as mãos livres enquanto caminha. Balançar livremente os braços enquanto se desloca a pé é uma forma natural de movimentar e relaxar a articulação dos ombros.

  5. Aprenda a respirar corretamente. Respirar de forma abdominal ou natural é a forma mais saudável para o nosso organismo se nutrir em cada respiração. Manter o abdômen tenso cria compressão nos órgãos que são empurrados para cima tencionando ainda mais os ombros.

  6. Se os ombros se encontram tensos no final do dia crie o hábito de beber sumo de maçã morno antes de dormir. Escolha um sumo natural sem açúcar, aqueça-o (sem utilizar o micro ondas) e beba-o morno.

  7. Durma mais. A tensão cria com o passar do tempo inflamação dos tecidos. Dormir é o anti-inflamatório mais barato do mercado. Mantenha-se fiel à antiga escola da 8 horas diárias e se surgir a oportunidade recoste-se e feche os olhos durante 10 minutos após o almoço.

  8. Pratique Chi Kung, Tai Chi, Yoga, Meditação ou outras artes não competitivas. A competição e a ambição criam também elas tensões desnecessárias. Estas artes ensinam passo a passo a procurar soluções de dentro para fora. Em que a resposta às nossas perguntas - como por exemplo: porque é que os meus ombros estão tensos? são encontradas na descoberta do que estas práticas têm para nos oferecer.

Para que camada a camada seja possível um maior conhecimento não dos truques mas das causas que levam a soluções mais duradouras.


fonte: http://devagar.org/2013/09/24/relaxar-ombros.html

Comments