Wushu - Qigong‎ > ‎Sobre o Tai Chi‎ > ‎

Pesquisas comprovadas dos benefícios das práticas do Tai Chi Chuan

Equilíbrio:

Dos exercícios de equilíbrio o Tai Chi Chuan provou ser o de maior sucesso na redução de quedas. Além disso, as práticas, de acordo com estudos recentes, são benéficas para dar força, resistência muscular e flexibilidade.
Colégio Médico da Universidade Cornell

Para evitar os tombos, que se tornam mais freqüentes à medida que a idade avança, uma sugestão é praticar Tai Chi Chuan. De acordo com a equipe médica da Clínica Mayo (EUA), os movimentos lentos e suaves dessa atividade propiciam a restauração do senso de equilíbrio, que se torna menos eficiente com o passar dos anos, além de relaxar e tonificar os músculos.

Sistema Cardiovascular e Pressão Sangüínea:

Uma sessão de Tai Chi Chuan pode beneficiar o coração tanto quanto uma boa caminhada. Foi comparada a pressão de pacientes com o hábito de caminhar toda manhã com a de cardíacos que passaram a praticar esta arte. Os dois times empataram em matéria de benefícios. Os movimentos lentos podem baixar a pressão arterial muito elevada até ela ficar normal.
Pesquisa realizada por Cardiologistas - Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos


Segundo um estudo feito em Março de 1999 publicado no Periódico da Sociedade Americana de Geriatria, a prática do Tai Chi Chuan ajuda na redução da pressão alta. Foram analisados adultos mais velhos praticando Tai Chi Chuan durante 12 semanas, tendo reduções de pressão sangüínea muito significativas. Conduzindo o estudo esteve Dr. Deborah Rohm, da Universidade John Hopkins.
Pesquisadores recrutaram 62 pessoas adultas sedentárias entre as idades de 60 e 80 anos. Elas tinham pressão sangüinea alta e tomavam medicamentos para regularizar. Os participantes foram divididos aleatoriamente dentro dois grupos: um que praticava Tai Chi Chuan com intensidade leve por 12 semanas e outro que praticava moderadamente exercícios aeróbicos, dentro do mesmo período. Os que praticaram Tai Chi Chuan e o grupo de exercícios aeróbicos tiveram reduções parecidas e significantes na pressão sangüínea, durante o período de estudo.
Foi concluido na pesquisa que a pratica regular do Tai Chi Chuan regulariza a pressão sangüinea.


Postura:

Tai Chi Chuan, uma arte tradicional Chinesa, contém uma sequência de movimentos suaves e contínuos. Uma análise de variação demonstrou que de 3 em 5 pessoas testadas, teve significativa melhora na postura, em relação a pessoas sedentárias não praticantes.
Periódico Americano de Terapia Ocupacional, 1992


Fibromialgia:

Fibromialgia é uma epidemia moderna, uma condição crônica de dor que afeta 6 a 8 por cento da população dos Estados Unidos. O Tai Chi Chuan foi recomendado por alguns profissionais de saúde como uma terapia muito desejável para auxiliar no tratamento. No ano 2000, a Universidade de Maryland de Medicina, fez um estudo com pessoas que sofriam de fibromialgia, submetendo-as à sessões de um programa de Tai Chi Chuan. Uma melhora significativa foi percebida, melhorando o estado de saúde das pessoas envolvidas na pesquisa.. A melhoria foi sustentada 4 meses após o fim da intervenção.

Envelhecimento:

Uma pesquisa do Instituto de Shanghai de Hipertensão verificou diversos aspectos do envelhecimento. Analisando os benefícios da prática do Tai Chi Chuan, determinaram que é muito eficaz para auxiliar no tratamento de doenças geriátricas retardando o processo de envelhecimento do corpo.

Doenças Respiratórias:

Um estudo colaborativo entre o Instituto de Pesquisa de Medicina Tradicional Chinesa da Faculdade de Tainjin, e o Hospital de Cirurgia de Tórax de Tianjin, analisou pacientes que sofriam de bronquite crônica, de asma e de enfisema pulmonar. Um grupo praticou Tai Chi Chuan e Chi Kung e o outro grupo foi tratado apenas com remédios. O grupo que fez as práticas teve uma melhora mais rápida em relação ao outro grupo. Foi constatado que o Tai Chi Chuan ajuda muito na recuperação de pessoas que sofrem de doenças respiratórias

Dores nos Joelhos:

Os problemas de dores nos joelhos são comuns porque nós envelhecemos. A Universidade de Illinois conduziu um estudo em idosos usando 20 semanas de treinamento com Tai Chi Chuan. Os resultados finais comprovaram que a prática do Tai Chi Chuan melhora a força do extensor do joelho e o controle da força nos idosos.

Insônia:

A insônia é um problema crescente em nosso mundo agitado, onde muitas pessoas vivem estressadas. No departamento de Chi Kung do Hospital de Ningbo de Medicina Tradicional Chinesa, na China, fizeram em 78 pacientes que sofriam de insônia tratamentos que envolviam Meditação e Tai Chi Chuan, complementando com acupressura em diversos pontos. Após algumas semanas de tratamento, 35 pessoas foram curadas (o sono melhorou passando a 7 horas por dia), 22 casos tiveram um bom resultado (dormiam de 4 a 6 horas por dia), 9 casos mostraram algum efeito (o sono ficou melhor do que era), 2 casos não mostraram nenhum efeito. Foi comprovado que a grande maioria das pessoas melhorou muito sem a necessidade de usar remédios e drogas.

Pessoas idosas:

Um treinamento de 12 meses de Tai Chi Chuan em pessoas idosas, provou que tanto para homens como para mulheres houve um aumento do consumo de oxigênio, aumento da flexibilidade da coluna lombar/toráxica, aumento da força muscular das pernas, e contribuiu para a redução da tensão, da depressão, da ansiedade e dos distúrbios de humor.
Depto de Medicina Física e Reabilitação - Universidade Nacional de Taiwan - China

No trabalho:

Uma pesquisa entre os praticantes de Tai Chi Chuan, comprovou que 90% sentiu melhoras significativas no seu desempenho profissional, estado de atenção e concentração no trabalho e especialmente na qualidade de sua saúde física e emocional. No campo das relações humanas, o trato com colegas e superiores chegou a um nível de entendimento que possibilita a maior compreensão e integração no trabalho. O que mais chama atenção na pesquisa é o nível da capacidade de encarar problemas tanto profissionais como particulares, com "calma", encontrando soluções adequadas aos mesmos, sem desgaste físico ou emocional.

Benefícios Gerais:

A prática do Tai Chi Chuan gera um sentimento de paz interior, na medida em que nos concentramos nos movimentos sem nos distrairmos. Os movimentos suaves e fluídos, fazem com que a mente e os músculos relaxem, promovendo a flexibilidade.
Pesquisa médica publicada em 1986 no "China Sports"

De acordo com estudos recentes realizados por Médicos americanos, de todas as artes terapêuticas, físicas e mentais, o Tai Chi Chuan é o mais suave e o mais fácil de ser aprendido. Seu poder de rejuvenescimento tanto físico como mental, tem sido comprovado pois, abaixa a pressão sangüínea, irriga as juntas, estimula a circulação, constrói os músculos e mobiliza o sistema imunológico. Tudo isso sem stress ou tensão.


Tai Chi Chuan promove vigor interior, enquanto os músculos se tonificam, aumentando a flexibilidade e a força. Também reduz o estresse, fortalece a energia vital, aumenta a consciência corporal, e melhora a coordenação motora. As práticas do Tai Chi Chuan foram durante muitos anos um segredo dentro de algumas famílias Chinesas que dominavam a arte.
Revista Americana de Saúde dos Homens - Mar/Abr 1993


Pesquisas mostraram que o Tai Chi Chuan pode também: curar doenças como hipertensão, asma e insônia; prevenir arteriosclerose e deformidades na coluna; encurtar a fase de recuperação de algumas doenças. Estas conclusões foram resultado de um estudo feito por Chen Munyi (1963), com praticantes de Tai Chi Chuan.
Periódico Americano de Medicina Chinesa - 1981 Vol 9(1) 15-22


Treze adolescentes com Distúrbio de Hiperatividade e Deficiência de Atenção participaram de aulas de Tai Chi Chuan duas vezes por semana, durante 5 semanas. Os professores avaliaram os comportamentos dos adolescentes na Scala Conners, durante o período inicial, depois do período de 5 semanas de Tai Chi e duas semanas mais tarde. Após as 10 sessões de Tai Chi os adolescentes demonstraram menos ansiedade, um maior equilíbrio emocional e uma melhora no comportamento. Estas mudanças persistiram no acompanhamento do período de 2 semanas após o término das práticas.
Pesquisa realizada em uma Universidade Americana


Fonte de Juventude:

O Cardiologista Jairo Mancilla e o psiquiatra Luiz Alberto Py de São Paulo, acreditam que a longevidade e a felicidade andam de mãos dadas. Para comprovar sua tese, entrevistaram várias pessoas com mais de 90 anos e muita saúde e observaram algumas caracterísitcas em comum. Todos sabiam viver em paz no presente, perdoar e liberar emoções de maneira adequada. Também eram pessoas de fé: mesmo com religiões diferentes mantinham práticas espirituais que lhe davam força e motivação para a vida. Os médicos recomendam para quem deseja trilhar esse caminho de bem estar, que comece a fazer regularmente (de preferência, diariamente), algo que ajude a reequilibrar a mente e o organismo, como caminhadas ou exercícios de TAI CHI CHUAN.
Publicado na Revista "Criativa" - Outubro/2001

fonte: http://www.taichichuan.com.br/index.php?pagina=pesquisa

Comments