Yoga - Chakras‎ > ‎Artigos Diversos‎ > ‎

Roupas na yoga...


Acredito que ao escrever sobre isso, muitas criticas virão, mas peço por gentileza refletir a respeito, já que é apenas uma humilde opinião sobre o que vejo em relação a esse assunto que infelizmente não é tratado devidamente. Portanto peço por favor antes de sair me criticando ou criando "achismo" sobre o que eu penso, leiam o texto na integra e tirem suas dúvidas antes, com certeza irei responder ao que puder ajudar a respeito.

Isso não vale para todas as pessoas, mas com certeza pode ajudar a muitas outras, principalmente as mulheres, a melhorar suas práticas de yoga fora das aulas.

É sobre vestimentas, roupas e formas pensamento.

A muito tempo tenho uma opinião formada sobre a questão do que vestir para praticar yoga ou qualquer outra arte que lhe ajude a trabalhar o corpo, mente e energia interna/externa no sentido do desenvolvimento total do ser.

A yoga, como sabem, é uma pratica que nos conecta a energia de Deus. Yoga significa união, reconexão, religação com o Supremo, independente da origem.

Quando vamos praticar yoga, tai chi ou qualquer disciplina integral entre corpo e mente, devemos respeitar certos princípios básicos, e um deles é a forma pensamento gerada na pratica (antes, durante e depois).

Não é meu intuito julgar ou descrever todos os princípios básicos da pratica de yoga, para isso existem professores e materiais disponíveis, aqui só vou alertar sobre algo que não vejo sendo tratado e explicado corretamente, ou melhor, é ignorado principalmente no ocidente, a questão da roupa.

Indo direto ao ponto, no ocidente muitas pessoas aderiram a moda de usar roupas (principalmente calças), muito justas, feitas de vários tipos de materiais sintéticos colados ao corpo.

Isso traz alguns problemas, tanto para circulação da energia quanto para o magnetismo gerado pelas formas pensamentos.

Vamos ser bem realistas aqui, sem enrolação nem "mistificação". A maior parte das pessoas que praticam qualquer arte que vise seu desenvolvimento interno, precisam tomar cuidado com o resguardo de sua energia principalmente após as praticas.

Vou citar as mulheres aqui porque fica mais claro, mas isso vale para os homens também.

Ao usar roupas muito coladas, desperta o interesse sexual de outras pessoas que não compartilham da mesma senda, sangha ou escola de pratica, ou seja, se você vai a uma aula de yoga para praticar seu desenvolvimento interno mas na rua vira alvo de desejo físico para outras pessoas, isso gera um magnetismo negativo no campo áurico da pessoa.

Não estou dizendo que é certo ou errado ou que as pessoas que usam roupas coladas a usam para chamar atenção, o fato aqui é simples e independe de "achismo". Quer queira quer não, as pessoas que usam roupa muito colada, que expõe demais o corpo, irão chamar atenção na rua ou onde passar, e esse chamar atenção significa desejo, principalmente nessa cultura ocidental onde as nádegas são quase um trofeu de conquista, o que é ridículo se pensar energeticamente a respeito.

O problema não é o uso entre os praticamente, mas o que você gera fora do local de pratica. Abra sua cabeça e pelo menos reflita a respeito sem julgamento.
Leia, não julgue, apenas se de um minuto para entender o porque estou escrevendo isso, no intuito de ajudar e não criticar.

Eu disse que esse assunto iria gerar critica e julgamento, e com certeza algumas pessoas que estão lendo já irão dizer que isso é tolice e que não existe.

Bom, quer enganar a si mesmo, que seja, mas peço por gentileza para se atentar a um fato, que irei descrever de forma bem resumida.

Para qualquer praticamente de artes energéticas que tenha estudado o básico, sabe que existe algo chamado POC (padrão de onda cerebral), ou seja, forma pensamento. Essas formas pensamento quando gerada de forma continua sobre uma pessoa, interfere de forma direta ou indireta sobre o campo magnético da mesma.

Ou seja, se você o tempo todo desperta desejo magnético sexual, irá interferir no seu campo magnético nesse sentido. Isso vale para qualquer coisa na vida, pois tudo de certa forma se baseia na forma pensamento que irá magnetizar a intenção direta ou indireta das pessoas.

No oriente não se usa esse tipo de roupa para praticas na maioria das escolas, pois se sabe que é necessário "internalizar" e não gerar intenção "negativa" sobre a pessoa, como desejos ou má conduta.

A maior parte das pessoas comuns, que não seguem nenhum principio ou não compreendem as praticas internas, e isso eu vejo todos os dias, olham para as mulheres assim como os homens, como "objetos de desejo", o que se acentua devido a forma como se vestem. Eu sei, eu sei, parece que estou sendo chato sobre isso, mas como disse, não é a questão julgar, só alertar.

Quando a pessoa resolve praticar algo que "mexe" com sua energia interna, principalmente após as praticas, deve manter sua concentração e atenção na fluidez da sua energia, procurando não se expor muito para que parte desta energia não seja desviada ou desvirtuada.

Vale para após as praticas de yoga, não pisar em piso frio, tomar agua gelada, comer alimentos muito pesados, tomar banho frio... enfim, se recomenda muito pelo menos nos 30 minutos após as aulas, manter o corpo sereno sem maiores perturbações, como as citadas aqui. Mas isso vocês aprendem em aulas e livros, não vou entrar nesse assunto agora.

Entendam por favor, não estou criticando o uso das roupas, mas pedindo para que se atentem para o que vocês buscam no seu desenvolvimento. Se busca realmente um desprendimento, uma evolução interna da sua energia, uma forma de elevar seu espirito, procure evitar que desejos mais densos sejam emitidos sobre você.

De que adianta uma aula de yoga super legal, relaxante, energética, se quando sai na rua vira objeto de desejo de pessoas que não estão alinhadas ao que você pratica?

Sei que você sabe se proteger, e que muitas pessoas não estão sem ai para o que os outros pensam... já ouvi muito isso: "Não estou nem ai, eu uso porque gosto dessas roupas e não me preocupo com o que os homens irão pensar...". Pois bem, é uma opção, mas isso não elimina a onda de formas pensamentos gerada sobre você.

Por mais "poderosa" ou "poderoso" que veja energeticamente, você esta despertando desejos, sentimentos, mesmo que superficiais, você ajuda a manter uma cultura que infelizmente hoje em dia esta baseada no sexo por prazer e não por amor.

Outro ponto básico é sobre a circulação da energia no corpo. É sabido que a roupa quando muito grudada ao corpo, colada, não permite que o chi (energia) circule corretamente sobre os meridianos, principalmente quando os poros do corpo não conseguem transpirar corretamente. Calças muito justas e que não permitem a transpiração do corpo, com certeza irá prejudicar a circulação da energia de forma direta ou indireta.

Existem muitas roupas adequadas e que com certeza irá lhe ajudar nas praticas, que acabam muitas vezes trazendo mais liberdade para a pessoa. As calças e camisetas de algodão (100% algodão de preferência), são as mais recomendadas, pois geram uma energia mais equilibrada sobre o corpo por não se tratar de produto sintético e sim natural. O algodão é um material barato e muito bom para o corpo.

Fora isso, já ouvi de alguns homens que eles não praticam yoga porque suas mulheres não deixam. Parece tolice ou insegurança né, mas não é. A alegação maior é que nas escolas de yogas existem mais mulheres do que homens, e isso é um fato no ocidente, e as mulheres ficam inseguras porque nas posturas de yoga se expõe o corpo, o que acaba sendo complicado quando as pessoas usam roupas muito justas.

Imagina uma mulher com calça colada na postura em que precisa colocar as mãos no chão e o bum bum fica para o alto. Agora imagina se o seu marido está atrás desta mulher... Claro, se você for totalmente segura e acreditar que seu marido não irá ficar com tesão ou desejo pela mulher que está na frente, tranquilo, mas não é bem assim que as pessoas pensam na maioria das vezes. Isso poderia ser evitado se a mulher ou homem da frente estivesse usando uma calça larga, tipo de algodão, ideal para praticas.

Na índia muitos yogues só usam uma "tanguinha", ou pequenos shorts, e até mesmo alguns praticam pelados... mas isso é na índia, em escolas de yoga onde a maioria da cultura do local esta acostumada com isso.

Aqui no ocidente por enquanto, infelizmente, impera a cultura do desejo, o que não faz sentido para quem busca desenvolvimento interno.

Mas claro, se a pessoa busca só uma pratica de atividade física no yoga e não pretende se desenvolver espiritualmente, com certeza não irá dar muita importância aos pensamentos e desejos alheios.

Resolvi escrever um pouco sobre isso só para alertar, pois as coisas que escuto e os comentários que são feitos sobre isso e chegam aos meus ouvidos, principalmente vindo dos homens, não são muito agradáveis de se ouvir.

Eu, particularmente, não uso roupa colada para praticas, não somente pelas questões de formas pensamento, mas porque como já disse, calças largas e feitas de algodão, energeticamente são mais favoráveis as praticas internas. Seda também é bom, mas muito quente para o uso no Brasil. Enfim, quando mais natural for o material usado na confecção da roupa, melhor para a circulação de energias.

Como eu disse, a intenção aqui não é julgar ou criticar, só alertar.

Pense comigo, imagine uma mulher ou homem que pousa pelado para uma revista, já pensou na quantidade de pensamentos emitidos para aquela pessoa no intuito sexual? Já pensou em quantas pessoas irão se masturbar (essa palavra perturba muitas pessoas né), pensando nesta pessoa? Você realmente acha que isso não interfere na energia da mesma? Com certeza se as pessoas soubessem o reflexo disso na sua vida e energia, iriam pensar mil vezes antes de se despir para vender sua imagem a troco de dinheiro.


Não esqueçam, seu corpo físico é seu templo, sua casa aqui na Terra! Trate melhor de manter essa casa o mais próximo de sagrada possível. Seu corpo, como sua casa, seu templo, é teu lar enquanto estiver vivendo a experiência como humano. Reflita comigo, você gosta mais da sua casa, essa que você mora, sendo vista como uma casa respeitada, bonita, harmoniosa, ou como uma "casa da luz vermelha"?

Pois bem, se acha que isso não existe e que não faz diferença, então não sei porque rezar, orar, entoar mantras... essas formas de cura interna ou externa vem pela energia da ondas de pensamento, que criam a partir da sua intenção um magnetismo sobre o que está se dispondo a gerar.

Porque você acha que um grupo de pessoa meditando ou orando tem uma força grande? Porque todas as pessoas estarão gerando o mesmo fluxo e energia a partir das suas formas pensamento.

Agora imagine uma tribo de índios que andam pelados... Nessa cultura não existe desejo reprimido e é normal ver as pessoas assim... percebe a diferença?

Percebeu o quanto é importante sua conduta e postura nas praticas internas? Você é um centro magnético para o que gera junto as outras pessoas.

Uma coisa é você ficar pelado ou pelada de frente para alguém que já não vê o corpo como um objeto que desperta desejos "cabeludos", e com certeza existem muitas pessoas que praticam yoga que sabem que o corpo é um templo sagrado, e que sim, pode ser muito bonito, formoso, mas sem malicia que gere densidade sobre a energia.

Na frente de um yogue ou alguém espiritualizado verdadeiramente, você pode ter o corpo mais perfeito e desejável do mundo, mas para essa pessoa o que mais irá importar é o que está no seu coração, independente do que você aparente externamente.

O corpo humano é muito bonito, e deve sim ser valorizado. Mas é necessário que as pessoas reaprendam a olhar além das aparências e desejos materialistas, para assim não se machucarem tanto em relacionamentos tempestivos gerados pelo prazer ilusório do sexo sem amor verdadeiro.

Aprender a unificar o interno e o externo é uma forma de yoga. Cuidar bem do corpo e dos seus pensamentos também.



Bom, termino por aqui pedindo desculpas se ofendi de alguma forma alguém. Sei que as vezes o que escrevo pode ser interpretado de forma errada, como se eu estivesse dizendo que todas as pessoas que usam roupas de ginástica querem mostrar o corpo. Não é isso, leiam novamente e percebam que o foco aqui é alertar sobre coisas básicas que podem interferir na energia do seu desenvolvimento interno. Esse texto é para pessoas que praticam realmente artes internas e buscam um desenvolvimento integral, interno e externo e que ainda não tiveram a oportunidade de refletir sobre esse ponto muito pouco abordado hoje em dia.

Só quero de alguma forma ajudar a desmistificar alguns assuntos que não sei porque ninguém fala abertamente.

Cada escola, cada método, cada disciplina tem suas bases. O mais importante é o que você busca, e até onde está deixando a "cultura de massa" (modismo) ditar o que você precisa, e não sua energia interna, seu coração.



Espero que pelo menos algumas pessoas refletiam melhor sobre o que buscam verdadeiramente no seu desenvolvimento e parem de se iludir achando que não se importar é sinal de força ou desprendimento.

Existe uma linha muito tênue entre simplicidade e arrogância.



Paz e Luz!
Terry
Comments