Yoga - Chakras‎ > ‎Bioenergia‎ > ‎

Chakras Secundários


De cada chakra principal, partem algumas correntes (nádís) para distribuir o prána pelos chakras secundários. Há um número indeterminado de chakras secundários no corpo humano. Só nas palmas das mãos temos cerca de 35 em cada. Assim, quando procedemos aos mantras, marcando o ritmo com palmas, estamos estimulando nada menos que 70 pequenos chakras através do atrito. O atrito gera energia térmica e eletricidade estática, manifestações de prána.

Os Chakras secundários dependem dos principais , o mesmo é dizer que se um Chacra principal estiver desequilibrado os seus chacras secundários correspondentes também estão em desequilíbrio

Vejamos alguns dos "principais" chakras secundários

Chakra Umeral:

Fica nas costas, na altura da omoplata esquerda (entre e sobre o pulmão esquerdo. É o chakra espiritual, pois através dele que as energias se conectam. É o chakra mediúnico e de proteção, porque equilibra as energias positivas e negativas em excesso. É um gerenciador energético. É através dele que recebemos, em primeiro lugar, todos os contatos espirituais. É composto de 02 hélices ou pétalas que giram no sentido horário quando captam energias (incorporação) e no anti-horário quanto repelem energias (desincorporação). Tem coloração variável, mas o azul claro e o verde são predominantes. Oscila entre as outras matizes de acordo com a energia que está sendo captada. 

Esse é um chakra extremamente importante para avaliarmos se estamos com algum problema espiritual. Ele mantém a nossa individualidade e depende do desenvolvimento do chakra do plexo solar, ou seja, da proteção do baço. Ele rege todas as energias que habitam o nosso espaço e as organiza.

Ele também processa as energias do ambiente e, filtra as energias densas que transitam no nosso campo energético. Quanto mais percebemos e desenvolvemos as nossas qualidades vibratórias, mais estaremos trabalhando o chakra umeral. Em uma leitura energética ele serve como um parâmetro para que possamos entender se o paciente está com algum tipo de contaminação energética. 

Basicamente esse chakra se desarmoniza por três fatores:
  1. vivência de padrões pessimistas, negativos e derrotistas. Por exemplo: “tudo na vida para mim é difícil”, ou “esse tipo de coisa só acontece comigo”, “eu não mereço isso”, “eu não tenho capacidade para realizar essa tarefa”, etc.
  2. quando a pessoa está tão desarmonizada (buracos áuricos), que acaba ficando exposta, vulnerável à energia dos ambientes ou pessoas com que se encontra, em que haja uma vibração não muito boa. 
  3. por energias intrusas ou espíritos obsessores. É importante que saibamos diferenciar quando uma desarmonia espiritual está relacionada com o chakra coronário que é por onde recebemos a energia cósmica ou com o umeral que conta o grau de vulnerabilidade que o paciente está em relação a energias negativas

Chakras das Mãos:
Localizados na região central das palmas das mãos. Caracterizados por estarem numa região terminal do corpo, denotam ponto de entrada ou escape de energia. São os chakras de ativação mais fácil e seguro, sendo que sua ativação permite o desenvolvimento da capacidade de sentir energias sutis e também de sentir a aura. Manipulação energética. São pontos de entrada ou escape de energia.

Descrição Detalhada:
Localização: palmas das mãos.
Sem cor específica.

Este chakra tem um papel à parte.
Tem a mesma característica do cristal branco: aciona ou desativa energia.

O chakra das mãos é um veículo direto através do qual as Forças Cósmicas operam.

Interferimos apenas para intuir e acionar a ordem que deve ser dada em cada caso.

Para carregar este chakra com a energia cósmica, basta esfregar as palmas das mãos uma na outra. Este é o gesto básico, primeiro, de qualquer trabalho de energização.
No momento em que fazemos isto, sentimos um calor ou um formigamento no lugar onde esfregamos. Isso significa que captamos as partículas de energia do ar, aglutinando-as e transformando-as numa onda, como um raio laser.

Uma vez carregadas as mãos (durante uma energização devemos carregá-las quantas vezes acharmos necessário), vamos usá-las de inúmeras maneiras, conforme a necessidade do momento.

O passe magnético ou massagem energética pode ser aplicado nas mais variadas situações: podemos passar as mãos ao longo e acima do corpo de uma pessoa, para captar seus circuitos bloqueados e desbloqueá-los.

Podemos carregar as mãos e jogar uma energia de ativação ou desativação, pedindo, por exemplo, a cor verde sobre alguém que esteja com febre.

Tanto podemos usar este gesto de uma maneira generalizada, buscando o bem-estar do outro, ou o nosso próprio, como podemos especificar o uso.

Por exemplo: para tirar uma dor, aliviar uma angústia, fazer um pedido.
Nesse caso, basta acoplar ao gesto de energização uma ordem mental, a que ocorrer, a que parecer mais indicada. Virá intuitivamente.

Podemos jogar energia positiva no ambiente.

Podemos utilizar esse gesto simples de esfregar as mãos para captar energia para nosso próprio alimento ou para alimentar outra pessoa.

EXEMPLO DE EXERCÍCIO COM O CHAKRA DAS MÃOS
Energização da água

Encha um copo com água.
Esfregue as palmas das mãos.
Conecte-se à Fonte.

Coloque a mão direita, com a palma para baixo, acima do copo.
Posicione a mão esquerda com a palma para cima.

A mão esquerda “puxa” a energia e a direita a transmite à água.

Mentalize para que você deseja energizar a água.

Exemplo:

“Energizo esta água para que me proteja de todas as energias mal qualificadas”

ou

“Energizo esta água para que me dê energia, saúde, bem-estar” etc.

Permaneça mentalizando e com as mãos posicionadas o tempo que julgar necessário. Você deve procurar “sentir” quando o exercício terminou. Beba a água.

Usando o mesmo processo, podemos energizar o que quisermos: comida, roupa, perfume etc.

Não esqueça: quando for energizar alguma coisa para outra pessoa, peça licença à Lei Universal e à Divina Presença Eu Sou dessa pessoa, evitando fazer pedidos muito específicos, a não ser que se trate de curar uma dor, um sentimento de angústia etc., pois você não sabe as reais necessidades dela.

NOTA: Sempre que trabalhar com as mãos para outra pessoa, lave-as muito bem com água e sabão, após o exercício. Isso libera você da energia que não é sua.


Chakras dos Pés:
Localizado nas solas dos pés, sua finalidade é descarregar energia elétrica (estática) gerada pelo corpo físico (Um dos pés a energia é aferente = Conduz de fora para dentro. No outro é eferente = Conduz de Dentro para fora), como também a absorção prânica. Aterramento. Relação com a Mãe Terra. Estabilidade em geral. 

Chakra do Joelho:
Atua como um transformador, regulando a quantidade de corrente que deve entrar no corpo. Aprendendo e ensinando. Flexibilidade em lidar com grandes quantidades de energia. 

Os Chakras do Bico do Peito:
Nutrição/Responsabilidade - Posição: Bicos do Peito: Esses chakras organizam energias que são relacionadas com a nossa nutrição - em todos os níveis possíveis - e a nutrição das pessoas das quais gostamos. Também organiza a maneira com que lidamos com a responsabilidade.

Os Chakras Yin/Yang (ombros):
Posição: No centro de cada ombro. A energia é direcionada para o céu. No ombro direito fica o Chakra Yang. No ombro esquerdo fica o Chakra Yin.O Chakra Yang organiza o 1º, 3º e 5º chakras principais. O Chakra Yin organiza o 2º, 4º e 6º chakras principais.
Os Chakras Yin/Yang trabalham com os respectivos chakras principais relacionados acima, de forma semelhante àquela com a qual o 7º chakra trabalha com todos os chakras principais.

Os Chakras dos Tornozelos: 
A flexibilidade de ficar centrado durante mudanças na vida. Flexibilidade em como ganhar a vida. 

O Pa Kua Superior:
Organiza o fluxo de energia para o tórax, ombros, braços, pescoço e cabeça. 

O Pa Kua Inferior:
Organiza o fluxo de energia para as pernas, pélvis, espinha em geral e barriga. 

Chakra do Timo e Alta Major
O chakra do timo é associado com a energia crística (situa-se entre o chakra cardíaco e o laríngeo); e o "alta major" é associado com a canalização (situa-se na parte de trás das nossas cabeças, abaixo da nossa região occipital).”

Chakra Void
“Cercando os chakras: umbilical e o plexo solar, está o Void que representa o princípio do mestre dentro de nós. Quando a Kundalini é despertada e passa através do Void, esse princípio do mestre é estabelecido:
“Assim, como diz Shri Mataji, na Sahaja Yoga, você se torna seu próprio guru. É capaz de se livrar de tudo que o escraviza, tornando-se o seu próprio mestre.”

Câmara Secreta do Coração
“Este é o Chakra Secreto ligado ao oitavo raio, ele tem oito pétalas, situa-se atrás do chakra do coração. Este é o lugar sagrado de Deus no homem, é aqui que se encontra o altar secreto do nosso Santo Cristo Pessoal. Neste altar podemos colocar tudo o que nos é mais sagrado como uma espada de luz ou um manto da invisibilidade.”

Chakra do Diafragma
Situa-se entre os chakras: cardíaco e plexo solar. Por estar relacionado ao plexo solar, está intimamente ligado às emoções, sendo assim, ele atua no equilíbrio das energias irradiadas e recebidas para os outros chakras. Fica no centro do peito, na linha dos mamilos e através dele podemos eliminar muito do lixo kármico que nos impede de atingir nossos objetivos.










fonte: http://www.mestresascensos.com/2011/06/chakras-secundarios.html
Comments